Bem-vindo, Visitante
Nome do utilizador: Senha: Memorizar

TÓPICO: Sobre a 'Nova Escoal de Negócios' em Carcavelos

Sobre a 'Nova Escoal de Negócios' em Carcavelos 10 Fev. 2017 16:28 #1

  • Vasco Graça
  • Avatar de Vasco Graça Autor do tópico
  • Desligado
  • Membro Iniciado
  • Membro Iniciado
  • Mensagens: 15
  • Obrigado recebido 0
Li recente que a Troika, quando veio negociar o 'resgate' em 2011, se deleitou durante umas parcas horas a dialogar com os excelsos economistas da Nova Escola de Negócios, a mesma que a maioria da Câmara tanto se ufana de ir instalar junto à praia de Carcavelos. Nesse texto (" Aquelas horas em que a Troika esteve em parte nenhuma
	Aquelas horas em que a Troika esteve em parte nenhuma ") diz Franciso Louçã que: <<o tempo do discreto pequeno-almoço [dos senhores da Troika], soube-se depois, foi passado no palácio da Nova Business School com alguns economistas lusos e foi um encontro feliz: “Eles (os da troika) estavam desejosos por ouvir as nossas ideias”, contou em Setembro desse ano o director da faculdade, José Ferreira Machado. “Num país pequeno como o nosso, as principais faculdades de economia são em certo sentido co-líderes da nação de um modo que não seria possível nos países maiores”, acrescentou ufano. “Somos o ponto de encontro das elites de hoje e de amanhã e a nossa obrigação é indicar aos futuros líderes do país as direcções possíveis”, explicou ainda.>>
E o autor (por sinal economista com reputação internacional) tece um articulado de críticas às orientações de tão desastrosa 'economia' cujos resultados, além de errados, são inumanos. Mas, lembra ele, << isso já era assim lá atrás, quando o palácio dos economistas se entusiasmou com o desemprego de massas por um longo período e com o corte das pensões da segurança social, não é verdade?>>
Vem isto a propósito porque no muito que se tem dito acerca da propagandeada instalação da Nova Escola de Negócios muito ainda falta dizer.
Por ora pergunto-me apenas o que beneficia Cascais por passar a albergar uma instituição (paga essencialmente pelos donos do Pingo Doce e pelos munícipes de Cascais) cuja única referência digna nota é ser um viveiro do pensamento neoliberal produtor de quadros adestrados à destruição das economias, à pauperização dos povos e ao incremento das desigualdades.
Dir-me-ão alguns que isso pouco importa porque o que conta é que vai aumentar o aluguer de casas em Carcavelos. Mas, confesso que quanto a esses, que desistiram de ver para além da curta dimensão dos seus umbigos, já tenho pouca paciência para conversas.
O que importa perceber é porque é que havemos (nós cascalenses) de ir pagar alguns Milhões de Euros para dar guarida à beira mar a uma instituição à medida dos desejos da direita neoliberal. A que estratégia de progresso concelhio isso obedece ? Integra-se no antes tão publicitado 'cluster' da saúde para Parede-Carcavelos ?
Ultima edição: por Vasco Graça.
Tempo para criar a página: 0.330 segundos

- Plataforma Cascais no Facebook

LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
Contacto: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
 

SSL Certificate
SSL Certificate

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha