• Início
  • Artigos
  • Portugal
  • Luta pela urgência de mais funcionários na Escola BS Oliveira Júnior
  • Vitor Dias in "O Tempo das Cerejas"
  • Portugal

NA MORTE DE UM CRIADOR COMUNISTA

{SCPinterestShare href=https://plataformacascais.com/plataformacascais/artigos/portugal/56612-na-morte-de-um-criador-comunista.html layout=standard image=https://1.bp.blogspot.com/-BedFFBPP8VE/XP-f1cbdjAI/AAAAAAAAyHU/RAkCHYhBdGUZVrpoeFGPtQJc0Cs1DMW3QCLcBGAs/s400/aaaruben.jpg desc=Um imenso adeus ao Rúben Embora infelizmente esperada mas nem por isso menos dolorosa e brutal, chega a notícia da... size=small}
Um imenso adeus
ao
Rúben

Embora infelizmente esperada mas nem por isso menos dolorosa e brutal, chega a notícia da morte de Rúben de Carvalho. E, neste momento, tenho diante de mim a maior das dificuldades em encontrar as palavras e ideias adequadas a respeito deste amigo e camarada que deixa as nossas vidas, a nossa luta e os nossos sonhos. Porque se trata de um grande amigo e de um marcante camarada desde há cerca de 50 anos, com quem tanto aprendi, com quem travei tantos e tantos momentos de reflexão e discussão, tantas batalhas contra o fascismo, na revolução de Abril e nos complexos e desafiantes tempos posteriores. Recordo de imediato, a propósito de Rúben de Carvalho a sua participação nas lutas estudantis do inicio dos anos 60, o tempo em que ele e eu éramos o aparelho clandestino de imprensa e propaganda da CDE de Lisboa (71-74), o seu qualificado percurso de jornalista ( «O Século»,« Vida Mundia» e «Avante!»), a sua vasta e irrequieta cultura, o seu papel no desenvolvimento do «Avante1» legal. Recordo também o seu papel na fisionomia musical (e não só) da Festa do Avante, o seu especial conhecimento da história dos EUA e do seu movimento operário, a sua qualidade de especialista no fado, a sua dimensão de organizador ou colaborador destacado de projectos especiais como Lisboa 94, as Festas de Lisboa e a Telefonia de Lisboa, a sua dimensão de intelectual comunista que, sem os preconceitos que se sabe, teria obtido um ainda maior reconhecimento público. Enfim, tudo isto e muito mais seria pouco para honrar com justiça a memória do Ruben que partiu e me (nos) vai fazer falta. Abraço apertado para a Madalena Santos.
E neste momento de tristeza, decido deixar aqui duas pequenas marcas, entre tantas outas de natureza cultural e política, que o Ruben nos deixou :
- uma é, num quadro de trabalho
colectivo, a sua destacada contribuição para a criação da «Carvalhesa»:
- outra, o Manifesto, que ele
inspiradamente redigiu,
do
XIII Congresso (Extraordinário)
do PCP e que, 29 anos depois, ainda
conserva uma revigorante actualdade :

Ver original em "O Tempo das Cerejas" (aqui)

Artigos relacionados

Ontem foi assim...
Ontem foi assim... A FESTA acaba sempre em FESTA. Por todo o lado se ouvia "A Carvalhesa" só que não me era dado ver aquele espectác... 28 views Sun, 15 Sep 2019, 11:58:20
Voto na CDU dá garantias na defesa dos trabalhadores e do povo
Voto na CDU dá garantias na defesa dos trabalhadores e do povo Jerónimo de Sousa sublinhou que as eleições «não são para eleger primeiros-ministros, são para eleger deputados. A vid... 37 views Mon, 09 Sep 2019, 00:32:44
Por que escrevo
Por que escrevo Quero contar a vocês uma história que, para mim, foi muito importante: a primeira vez em que me senti desafiado pelo ofí... 34 views Sun, 08 Sep 2019, 16:05:27
Portugal | "O voto na CDU conta e conta bem" para impedir maioria abso...
Portugal | "O voto na CDU conta e conta bem" para impedir maioria abso...     Jerónimo de Sousa acredita que foi "derrotada a versão revanchista da política de direita em 2015". ... 37 views Sun, 08 Sep 2019, 15:58:42
As televisões dos patrões
As televisões dos patrões A Festa abriu às 19 horas, consciente da perfídia, vasculhei o noticiário das 20 da RTP/SIC/TVI para saber como ser... 34 views Sat, 07 Sep 2019, 01:14:42
«Muitos mil» na abertura da Festa do Avante!
«Muitos mil» na abertura da Festa do Avante! Milhares de pessoas acompanharam a abertura da Festa do Avante!, «num tempo em que se lança a ideia de que já não se u... 35 views Sat, 07 Sep 2019, 01:12:25

Partido Comunista Português, Cultura

  • Criado em .
  • Visualizações: 65

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Vasco Graça updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate