• Início
  • Artigos
  • Portugal
  • Numa sociedade racista não basta não ser racista. É necessário ser antirracista

Portugal | Uma solução para o impasse da Lei de Bases da Saúde

{SCPinterestShare href=https://plataformacascais.com/plataformacascais/artigos/portugal/56570-portugal-uma-soluao-para-o-impasse-da-lei-de-bases-da-saude.html layout=standard image=https://1.bp.blogspot.com/-YiTrDg-pl0Y/XP9SkOfL6eI/AAAAAAAC2jg/kZ4xN8jRlBcGh0qrfe0_hnuvWXFlAzzYgCLcBGAs/s640/image.jpg desc=Mariana Mortágua | Jornal de Notícias | opinião Quando o Bloco de Esquerda decidiu transformar em projeto de lei a... size=small}
Mariana Mortágua | Jornal de Notícias | opinião

Quando o Bloco de Esquerda decidiu transformar em projeto de lei a proposta de Luís Arnaut e João Semedo para uma nova Lei de Bases da Saúde, não o fez apenas para marcar uma posição.

Fizemo-lo à procura de uma maioria parlamentar que se unisse em torno de uma solução de longo prazo para o SNS. Uma solução que recuperasse o seu caráter público e universal, afastando de vez a predação dos privados imposta por Cavaco Silva, autor da atual Lei de Bases.

Foi em nome dessa convergência que aceitámos depois trabalhar a partir de um texto proposto pelo PS, que não correspondia à nossa redação original. Desde o início que colocámos, no entanto, três condições para uma negociação: o fim das PPP, a eliminação das taxas moderadoras, e o caráter supletivo do privado (ou seja, que o SNS só contrate com o privado quando ainda não tem capacidade). O Governo aceitou todas estas condições, para depois recuar numa delas, o fim das PPP.

Não é este o momento de discutir esta mudança de posição. O facto é que ela criou um impasse nas negociações. O PS não quer colocar na lei a garantia da gestão pública dos hospitais públicos, mas não pode impor ao Bloco a aceitação das PPP como condição para uma nova Lei de Bases. O Bloco não votará uma lei que abre as portas à gestão privada de hospitais públicos. Essa era, desde início, uma das três condições que muito claramente colocámos em cima da mesa.

O impasse tem, pois, que ser resolvido, pois seria triste que a Lei de Bases inspirada por Semedo e Arnaut ficasse pelo caminho pela insistência do PS em manter a possibilidade de futuros hospitais PPP.

Para procurar um consenso que salve o trabalho que já foi feito, o Bloco propôs ao PS uma solução. A nova Lei de Bases não se pronunciará sobre as PPP, que ficarão remetidas para lei própria, a aprovar na próxima legislatura. Em contrapartida, o atual regime jurídico das PPP, aprovado pelo Governo de Durão Barroso, deve ser revogado, garantido que as atuais PPP não poderão ser renovadas.

Se não existe neste momento uma maioria parlamentar que garanta que a gestão do SNS no futuro será pública, então essa decisão deverá ser tomada pela maioria que se formar na próxima legislatura. É por isso importante que todos os partidos assumam com transparência as suas posições sobre esta matéria. Até lá, o país terá ganho uma nova Lei de Bases da Saúde, aprovada à Esquerda, que afaste de vez o fantasma do Governo de Cavaco Silva do SNS.

*Deputada do BE

 

Ver o original em 'Página Global' na seguinte ligação:

https://paginaglobal.blogspot.com/2019/06/portugal-uma-solucao-para-o-impasse-da.html

Artigos relacionados

Trabalhadores das cantinas do Hospital de Coimbra confrontam ministra ...
Trabalhadores das cantinas do Hospital de Coimbra confrontam ministra ... No documento entregue à ministra, em Coimbra, os trabalhadores hospitalares reclamam mais condições de higiene, segura... 42 views Wed, 18 Sep 2019, 14:43:43
Pandemia mundial poderia causar milhões de mortes, afirmam organizaçõe...
Pandemia mundial poderia causar milhões de mortes, afirmam organizaçõe... © Sputnik / Ramil Sitdikov A OMS e o Banco Mundial (BM) divulgaram um alerta segundo o qual os países do mun... 19 views Wed, 18 Sep 2019, 14:12:25
40 ANOS DE SNS
40 ANOS DE SNS   Passam 40 anos sobre a instituição do Serviço Nacional de Saúde. No quadro das transformações operadas na soci... 35 views Sun, 15 Sep 2019, 23:13:32
António Arnault
António Arnault     Conheci-o na Noruega, há quatro décadas, numa delegação parlamentar, que ele chefiava. Eu estava enc... 32 views Mon, 16 Sep 2019, 11:21:20
15 de setembro de 2019 – 40.º aniversário do SNS
15 de setembro de 2019 – 40.º aniversário do SNS Quando em 1961 me tornei servidor do Estado, designação habitual de um funcionário público, fui obrigado a declarar qu... 37 views Mon, 16 Sep 2019, 01:01:55
SNS: 40 anos depois é preciso (continuar a) defendê-lo
SNS: 40 anos depois é preciso (continuar a) defendê-lo Conquista da Revolução de Abril, o Serviço Nacional de Saúde (SNS) colocou Portugal no pelotão dos países desenvolvido... 35 views Sun, 15 Sep 2019, 15:13:40

Saúde, Dossiê: Revisão da Lei de Bases da Saúde

  • Criado em .
  • Visualizações: 170

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Vasco Graça updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate