• jorge rocha in 'Ventos Semeados'
  • Portugal

Como de costume a direita viu-se desbaratada no debate quinzenal

Que a campanha eleitoral vai estar pejada de truques desonestos por parte das direitas, temo-lo visto nos dias mais recentes com a intensa projeção de areia para os olhos do eleitorado, que sabe agradavelmente surpreendido com os benefícios recolhidos com a implementação dos novos passes. Quando o «Observador» ou o «Expresso» lançam sucessivos casos de supostas ligações familiares no Partido Socialista - nenhuma datada das últimas semanas! -, só pretendem dar munições aos dirigentes do PSD e do CDS que, sabendo-se sem quaisquer argumentos para contraditarem os sucessos da governação, veem no assunto a única corda de salvação a que se julgam poder agarrar. Em poucos dias Rui Rio desbaratou o eventual benefício da dúvida, que se lhe poderia atribuir quanto a diferenciar-se do antecessor, porquanto o uso da mentira mil vezes repetida e da pose escandalizada perante o suposto desaforo socialista, só o denunciam como a outra face da mesma falida moeda. Na tarde de hoje foi patética a tentativa de Fernando Negrão agarrar-se a esse recurso desesperado, consciente de a outro não conseguir firmar-se.
Cristas revelou-se mais esperta, sobretudo quando viu estatelar-se o parceiro do lado com o anunciado elefante a esvaziar-se até à dimensão de atemorizado rato. Daí que avançasse para outros argumentos, aparentemente mais consistentes, mas depressa tornados insignificantes pelas explicações de António Costa. Mesmo quando ensaiou a repetida manobra de gestão do tempo para fazer esgotar o do primeiro-ministro, e ser sua a última palavra na disputa verbal entre os dois, viu trocarem-se-lhe as voltas, gorando-se os seus intentos.
O que as direitas voltaram a suscitar foi o toque a reunir de toda a esquerda, como sempre acontece quando o governo se vê tão ruidosamente contestado. Para quem anseia ver repetida na próxima legislatura a experiência da convergência parlamentar da atual maioria, a explicita sintonia das bancadas das esquerdas no debate desta tarde serviu para aquietar receios quanto aos brados de velhos do Restelo, que a dizem irrepetível.
Uma palavra final para a emissão da SIC durante essas duas horas de discussões parlamentares. Recorrendo ao sinal emitido pela televisão da Assembleia da República, replicava-o ininterruptamente durante as intervenções de Negrão ou de Cristas, nunca deles desviando a atenção. Quando, pelo contrário, falavam António Costa, Catarina Martins ou Jerónimo de Sousa, abundavam outros planos da sala com deputados das direitas a falarem entre si, a levantarem-se, a passearem de um lado para o outro, na clara intenção de impor aos espectadores a distração do que se estava a discursar, diminuindo-lhes o potencial impacto.  Como alternativa, já há muito o assunto dos familiares socialistas se esgotara e ainda o ecrã se enchia de faixa lateral ou inferior com textos a ele alusivos.
Autêntico Caim, o diretor da SIC não poupa manigâncias para prejudicar tanto quanto possa o governo liderado pelo meio-irmão.

Veja o original em 'Ventos Semeados':

https://ventossemeados.blogspot.com/2019/04/como-de-costume-direita-viu-se.html

Tags:

Artigos relacionados

Haja quem avise o homem!
Haja quem avise o homem! Este agosto não tem sido grande coisa em termos de praia - ventos fortes, água do mar muito fria - o que poderia b... 37 views Wed, 21 Aug 2019, 00:36:37
QUE É QUE TERIA O BARNABÉ DE DIFERENTE DOS OUTROS*?
QUE É QUE TERIA O BARNABÉ DE DIFERENTE DOS OUTROS*? Nada. Longe vão os tempos em que as manobras de propaganda política permitiam jogar com o apagamento esquecido daqu... 34 views Fri, 09 Aug 2019, 14:10:42
Mais três notas sobre Cristas e o acesso ao ensino superior
Mais três notas sobre Cristas e o acesso ao ensino superior «Não faz qualquer sentido que uma família portuguesa, cujo filho não se classificou para entrada no curso ou na escola d... 32 views Tue, 06 Aug 2019, 17:56:00
Derrota? Dizem elas para se convencerem!
Derrota? Dizem elas para se convencerem! Alguma imprensa de hoje - pelo menos Ana Sá Lopes no «Público» e Inês Cardoso no «JN» -mostra indisfarçável gáudio... 27 views Sun, 04 Aug 2019, 16:17:03
Direita sem norte
Direita sem norte (São José Almeida, in Público, 27/07/2019) (O comentariado da direita – ou seja, quase tudo quanto é gato que o... 53 views Sun, 28 Jul 2019, 11:47:19
UE | Duas mulheres, muita mistificação
UE | Duas mulheres, muita mistificação     O neoliberalismo não tem género. Não será certamente por estar uma mulher à frente da Comissão Europ... 98 views Fri, 26 Jul 2019, 20:25:51

Direita

  • Criado em .
  • Visualizações: 168

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Voltaram as Festas do Mar e vale a pena ir ver alguns dos espetáculos.
    A Câmara autopropagandeia-se com elas, claro.
    Na televisão vemos um dos organizadores do evento dizer que as Festas são muito boas para a "vila" (vila é o que a aritocratoburguesia local gosta de chamar a esta terra por estultas razões que estão devidamente caracterizadas) e que não têm nenhuns custos para os munícipes.

    Duvidamos mas ele argumenta que o dinheiro vem das verbas do jogo (Casino) e dos patrocinadores. Claro...
    Voltaram as Festas do Mar e vale a pena ir ver alguns dos espetáculos.
    A Câmara autopropagandeia-se com elas, claro.
    Na televisão vemos um dos organizadores do evento dizer que as Festas são muito boas para a "vila" (vila é o que a aritocratoburguesia local gosta de chamar a esta terra por estultas razões que estão devidamente caracterizadas) e que não têm nenhuns custos para os munícipes.

    Duvidamos mas ele argumenta que o dinheiro vem das verbas do jogo (Casino) e dos patrocinadores. Claro que as verbas do jogo são verbas dos munícipes (não são um 'dinheiro de bolso' para festejos e mais o que alguns queiram) mas, mesmo assim, duvidamos. Seria bom que oposição camarária tentasse (sabemos que é muito difícil conhecer as contas da Câmara) deslindar quanto é que os cascalenses pagam efetivamente por estas Festas.


    Ao ouvir o dito organizador percebia-se que a conversa era de jotinha de carreira (não obrigatoriamente do Carreiras, entenda-se) e fomos ver.

    Bastou googlar para nos aparecer à cabeça que o Dr. Bernardo Barros é um distinto Administrador Executivo da Empresa Municipal "CASCAIS DINÂMICA" (as empresas municipais, em geral, servem para fazer o que a Câmara deixa de fazer porque é mais fácil meter os boys e girls nestas empresas, pagas pelos munícipes, do que na própria Câmara) com um currículo com muitas derivações do seu enlace camarário (do "Americas Cup World Series - Cascais" à "NOVA SBE – Intensive Management Program " passando pelo "Sailors for the Sea Portugal – Presidente" e pela "Escola Superior de Hotelaria do Estoril (ESHTE) – Membro do Conselho Geral").

    Mas o que conta verdadeiramente é que, depois de uns anitos como escuteiro já em 2006 era " Conselheiro Distrital de Lisboa da JSD" e em 2010 passou a "Conselheiro Nacional da JSD"o que, entretanto, lhe permitiu ingressar como " Secretário Político do Vereador na Câmara Municipal de Cascais" até com "representação do Vereador em atos oficiais, visitas diplomáticas e conferências".

    A partir daí foi só subir. Em 2011 já estava na " Comissão Política Distrital de Lisboa do PSD" e logo (2012) passava para "Adjunto do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Cascais" e, simultaneamente, para "Vice-Presidente da Associação de Turismo de Cascais (Associação de direito privado)", seguindo-se, em 2015, o atual lugar de "Administrador Executivo na Cascais Dinâmica" onde organiza as Festas do Mar.

    Nada nos move contra este distintíssimo quadro da esfera camarária cascalense. Provavelmente é uma excelente pessoa e um funcionário exemplar.

    Apenas se lamenta constatar que o poder político/administrativo é cada vez mais feito destas carreiras partidarizadas e clientelares.

    Certamente que há gente competente nos Partidos do velho "Arco da Governação" (os outros ficam de fora obviamente). Mas só há quadros competentes com o cartão destes Partidos ? Não há muita gente competente que não esteja em Partido nenhum ou que opte por outros dos muitos Partidos existentes ?

    É que isto, aqui por Cascais, tresanda.
    Mais
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web atualizou a sua capa de perfil
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web atualizou a sua imagem de perfil
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades

Eventos

16
Ago.
Festas do Mar em Cascais
sexta-feira, 16 Ago. 2019 - 20:30
  1.  Administração web
17
Ago.
Festas do Mar em Cascais - 17.08.2019
sábado, 17 Ago. 2019 - 19:30
  1.  Administração web
18
Ago.
Festas do Mar em Cascais - 18.08.2019
domingo, 18 Ago. 2019 - 19:30
  1.  Administração web
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha