• Rui Bebiano in «A Terceira Noite'
  • Portugal

Os perigos do presentismo

O presentismo é uma categoria de análise do tempo, criada pelo historiador francês François Hartog, segundo a qual passado e presente desaparecem como referentes da experiência humana, seja esta pessoal ou coletiva, dado passarem a valer apenas pela forma como são compreendidos no momento. Nestas condições, o próprio futuro desvincula-se de toda a construção utópica, sendo visto como mais do mesmo e deixando de suscitar esperança nos indivíduos e nas comunidades. Resta única e exclusivamente o presente como instância de orientação no tempo: tudo é apresentado como se passado e futuro fossem realidades incertas, que não têm lições a dar-nos, nem projetam a nossa vida para horizontes de progresso. Para os presentistas, vivemos um eterno presente e só este é real.

Dizer isto na atualidade parece um paradoxo, pois na aparência fala-se muito, como nunca se falou, do passado e do futuro. Todavia, eles não são apresentados como diferentes do mundo em que vivemos, surgindo antes como algo que hoje apenas repete o que aconteceu ou que antecipa o que pode vir a acontecer, sem que exista uma atitude crítica e uma manifestação de conhecimento em relação a acontecimentos ou a momentos do passado nos quais ocorreu uma viragem profunda. Por exemplo, das revoluções esconde-se muitas vezes a violência, a mudança das atitudes sociais que provocaram, a criação de uma nova ordem política e cultural por elas impostas. Por sua vez, dos projetos para o futuro desaparece a possibilidade de transformações profundas e duradouras,como se não fossem possíveis os momentos de significativa viragem. Passado,presente e futuro são assim colocados numa linha de continuidade, esquecendo que não é esta, mas sim a mudança profunda e acelerada, e a criação de alternativas, que fazem mover a História e que criam o novo.

Boa parte desta vertigem presentista fica a dever-se à expansão muito rápida dos meios de comunicação, aliada a muitos dos novos movimentos pela recuperação da memória socialmente partilhada. No primeiro caso, a constante e acelerada proliferação de informações sobre o passado nos jornais, na televisão ou na Internet faz com que muitas vezes este seja demasiado «normalizado», ou mesmo banalizado, não se percebendo a diferença que existe entre situações vulgares e momentos excecionais. No segundo caso, a obsessão pela memória faz com que inúmeras vezes se misture o que a tradição diz como tendo sido a realidade dos acontecimentos ocorridos noutro tempo com o que hoje realmente acontece, como se o hoje fosse uma mera repetição do ontem e um prelúdio do amanhã.

Um bom exemplo disto é a «normalização» do modo de observar o período revolucionário que Portugal viveu em 1974-1975. Quando observamos os discursos comemorativos ou aquilo que dizem os manuais escolares sobre aquele tempo, tudo parece simples, linear, como se o que aconteceu fosse apenas uma perturbação ocasional da ordem política, determinada pela iniciativa de algumas pessoas mais ousadas, e não um movimento profundo, com passado e futuro, que abalou profundamente a sociedade e marcou para sempre a vida das novas gerações. A estas é-lhes dito que vivem em democracia, sem que se lhes mostre que esta nasceu de um parto difícil e é algo que precisa ser exercido,defendido, pensado e desenvolvido todos os dias.

Neste sentido, o presentismo pode levar-nos, como está já a acontecer em vários países da Europa, a um regresso a situações de autoritarismo, intolerância e violência que no passado já causaram tantos danos e tão graves conflitos, entre eles as duas guerras mundiais e as experiências totalitárias. Falando tantas vezes em nome do passado, ou da história das nações e dos povos, os novos fascismos alimentam-se do excesso de presente, como se os direitos sociais e políticos que estruturam a vida coletiva não tivessem sido conquistados gradualmente, a pulso, com lutas e sacrifícios vividos por tantos homens e tantas mulheres ao longo de décadas ou mesmo de séculos. Como se eles fossem algo descartável da memória de um presente vivido na indiferença, sem causas e ideais mobilizadores. Este é um perigo que deve ser enfrentado, pois não podemos viver sem passado e sem futuro, sob pena de retornarmos ao estado de barbárie do qual um dia partimos.

Rui Bebiano

Fotografia: Chittakone Baccam
Publicado originalmente no Diário As Beiras de 23/2/2019
 

Ver original em 'A Terceira Noite' na seguinte ligação:

http://www.aterceiranoite.org/2019/02/23/os-perigos-do-presentismo/

Artigos relacionados

 O que é 'capital fictício'?
O que é 'capital fictício'? por Marx Memorial Library O "ouro das fadas" nas fábulas infantis é dinheiro mágico – uma fortuna que logo se desfaz... 53 views Wed, 13 May 2020, 14:17:49
Michael Roberts sobre Marx vs. Keynes e porque é que  Marx estava mais...
Michael Roberts sobre Marx vs. Keynes e porque é que Marx estava mais...    SCIENTIFICALLY ERRONEOUS AND WITHOUT APPLICATION TO THE MODERN WORLD, por Michael Roberts Marx2... 92 views Thu, 07 May 2020, 16:56:09
Duas espinhas na garganta, ainda assim
Duas espinhas na garganta, ainda assim   Com argumentos de defesa da saúde pública, a direita (mas não só a direita) atirou-se às comemorações do 25 de... 142 views Mon, 04 May 2020, 15:46:04
CARTA AO PAI, por CATARINA SALGUEIRO MAIA
CARTA AO PAI, por CATARINA SALGUEIRO MAIA  Querido Pai, Hoje envio-te esta foto que representa tanto o Ser Humano que és! Com medos mas com uma cora... 65 views Fri, 01 May 2020, 23:19:12
O revivalismo militar e o 25 de Abril
O revivalismo militar e o 25 de Abril   Car@s associad@s  Permitam-me que comece por felicitar o meu Amigo, camarada de armas e do 25 de Abril, ... 126 views Tue, 28 Apr 2020, 13:13:13
Vídeo evoca Abril em Cascais com Carreiras sozinho e de máscara na var...
Vídeo evoca Abril em Cascais com Carreiras sozinho e de máscara na var... (Comentário: Se quis assinalar o 25 de abril, fez bem. E o resto fica sem comentários...)Por Redação 26 ab... 236 views Sun, 26 Apr 2020, 22:31:38

Teoria, 25Abril

  • Criado em .
  • Visualizações: 302

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Filtrar por categoria
04, junho 2020

Petição ao Governo de Portugal

em Portugal

por Ladrões de Bicicletas (Jorge Bateira)

  Segurança social para todos   Petição ao Governo de Portugal     Em muito pouco tempo, a pandemia da covid-19, combinada com o colapso económico que produziu, tornou evidente que as nossas vidas dependem…
04, junho 2020

A educação e a realidade social do concelho de Cascais

em Cascais

por Portal CASCAIS

Comentário: Há quem se especialize em ver a realidade de pernas para o ar. Neste artigo, um assumido 'liberal', militante de um partido com algumas raízes iniludivelmente alimentadas pelo fascismo, sinaliza meia dúzia de verdades…
04, junho 2020

Aos que nos querem esquecidos

em Portugal

por Administração web

  Anda por aí um neo-fascismo engravatado que tenta branquear a dôr, a miséria e a repressão sofrida pelo povo português durante décadas. Como se não tivesse existido a pobreza, a repressão e a guerra…
03, junho 2020

Mulher detida por agressões à mãe recolheu à cadeia de Tires

em Cascais

por CASCAIS24

SEGURANÇA Por Redação 03 junho 2020 Uma mulher, 47 anos, detida pela PSP, em Carcavelos, por intimidações e agressões à própria mãe, viu confirmada a prisão preventiva, tendo recolhido ao Estabelecimento Prisional de Tires. A…
03, junho 2020

Portugal entre incumpridores de recomendações anti-corrupção

em Portugal

por Página Global

    Portugal integrava, no final de 2019, uma lista de 15 países com baixo nível de cumprimento das recomendações anti-corrupção dirigidas a deputados, juízes e procuradores, indica hoje o relatório GRECO, organismo do Conselho…
03, junho 2020

Rio de Janeiro tem mais de 50 mil infetados, mas já iniciou reabertura confusa e gradual

em Mundo

por ZAP in ZAP

  O Rio de Janeiro, uma das cidades mais afetadas pelo novo coronavírus no Brasil, iniciou hoje uma reabertura gradual e confusa de sua economia, com decretos a permitir algumas atividades e decisões judiciais limitando…
03, junho 2020

Mais 11 mortes e 366 novos casos. Há mais de 20 mil recuperados em Portugal

em Portugal

por ZAP in ZAP

  Nas últimas 24 horas, morreram 11 pessoas com covid-19 em Portugal e registaram-se 366 novos casos.   De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde, divulgado esta quarta-feira, morreram 11 pessoas nas…
03, junho 2020

Xi Jinping defende construção de forte sistema de saúde pública na China

em Mundo

por Brasil24/7

    247 - Durante a realização nesta terça-feira (2), em Pequim, de um simpósio com especialistas e estudiosos, o presidente da China Xi Jinping, também secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China…
03, junho 2020

EUA têm uma «obsessão criminosa» com a Venezuela, afirma Arreaza

em Mundo

por in AbrilAbril

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Venezuela denunciou os ataques constantes dos EUA ao seu país, depois de, esta terça-feira, Pompeo ter anunciado sanções a novas empresas, para apertar o cerco. Em Maio de 2019,…
03, junho 2020

A encruzilhada da Universidade no pós-Covid. Por Isabelle Marc e Juan Varela Portas

em Mundo

por franciscogtavares in 'A Viagem dos Argonautas'

  Seleção e tradução de Francisco Tavares A encruzilhada da Universidade no pós-Covid Se, enquanto país, decidirmos combater as crises sanitárias, a dependência energética, as desigualdades e a catástrofe ambiental na perspetiva da reflexão científica…
03, junho 2020

Socialista Isabel Moreira acusa Governo de ignorar Parlamento e violar Constituição

em Portugal

por ZAP in ZAP

(Comentário: Quando um parelho partidário lida mal com a democracia acontecem estas 'fugas de informação' para queimar que ousa ter dúvidas ou criticar os chefes.Curioso (preocupante?) é ver dirigentes do PS a contrariarem uma sua…
03, junho 2020

IRC a 17%, quatro Autoeuropas e aposta no turismo nacional. O plano de retoma económica do PSD

em Portugal

por ZAP in ZAP

(Comentário: Menos impostos para o patronato, fundos públicos para apoio aos negócios privados, vender ao estrangeiro e ter uns amigos a zelar pela aplicação da austeridade. Sempre mais do mesmo...)   O PSD apresentou esta…
03, junho 2020

As últimas palavras do último discurso de Martin Luther King

em Mundo

por Abril de Novo Magazine

Discurso de Memphis, 3 de Março de 1968 As últimas palavras do último discurso de Martin Luther King: (…)Well, I don’t know what will happen now. We’ve got some difficult days ahead. But it doesn’t…
03, junho 2020

Protesto contra morte de negro na França acaba em confrontos e 18 presos

em Mundo

por Brasil24/7

    247 - Milhares de pessoas se manifestaram nesta terça-feira em Paris pelo assassinato há quatro anos de um jovem negro. A direita condenou a manifestação, proibida na véspera pela polícia. "Inadmissível", declarou o…
03, junho 2020

Bolsonaro, o “projeto secreto da cúpula militar”

em Mundo

por Brasil24/7

  “Líder!, Líder!, Líder! …”. Com esta exaltação ao estilo “Führer!, Führer!, Führer! …” da Alemanha dos anos 1930, os aspirantes-a-oficial da Academia Militar das Agulhas Negras recepcionaram o então deputado Jair Bolsonaro, recém reeleito…
03, junho 2020

Grupo de precários da Casa da Música dispensado de serviço via e-mail “meia hora depois” de uma vigília de protesto

em Portugal

por ZAP in ZAP

  Cerca de 13 trabalhadores “precários” da Casa da Música, no Porto, foram dispensados dos concertos que tinham alocados para o mês de junho.   Em declarações à Lusa, Hugo Veludo, um dos 13 assistentes…
03, junho 2020

Celebrações do 10 de junho só terão oito pessoas. “É como achei que devia ser o 25 de abril e o 1º de maio”

em Portugal

por ZAP in ZAP

(Comentário: O populismo é assim. Manipulando o medo em torno da Covid-19 alguns setores 'incomodados com a democracia' utilizaram as comemorações do 25 de abril e do 1º de maio para, com falsos pretextos, combaterem…
03, junho 2020

Forças policiais já prenderam quase 10 mil pessoas em protestos nos EUA

em Mundo

por Brasil24/7

      247 - Nos Estados Unidos as forças policiais estão prendendo em massa manifestantes que saem às ruas em protesto contra o assassinado do cidadão negro George Floyd por um policial branco na…
03, junho 2020

Mais de 100 escritores africanos solidários com protestos anti-racistas

em Mundo

por in AbrilAbril

Ondjaki, Grada Kilomba e Pepetela contam-se entre os muitos escritores que condenaram «actos de violência contra pessoas negras» nos EUA, apoiando os protestos naquele país «e em todo o mundo». Um homem passa por um…
03, junho 2020

Trabalhadores despedidos da Casa da Música após protesto

em Portugal

por in AbrilAbril

Treze trabalhadores com vínculos precários foram «dispensados» dos concertos que tinham alocados para o mês de Junho, meia hora depois de participarem numa vigília de protesto contra a precariedade. CréditosESTELA SILVA / LUSA Mais de…
03, junho 2020

China opõe-se à opressão política e sanções que os EUA fazem sobre Cuba

em Mundo

por Página Global

    Opressão sob falso pretexto de antiterrorismo Pequim, 3 jun (Xinhua) -- A China se opõe à opressão política e às sanções económicas impostas pelos Estados Unidos em Cuba sob o pretexto de antiterrorismo, disse…
03, junho 2020

Os protestos e as conquistas sociais

em Mundo

por José Carlos Ruy, em São Paulo in 'O TORNADO'

A revolta é uma resposta à pobreza e à opressão. E embora nem sempre seja o caso, pode ser eficaz na conquista de mudanças sociais.     por Paul Heideman, na Jacobin | Tradução de…
03, junho 2020

Para o início do ano académico de 2020, as universidades e os laboratórios de investigação precisam de mais recursos e recrutamento do que nunca. Por Université Ouverte

em Mundo

por franciscogtavares in 'A Viagem dos Argonautas'

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Para o início do ano académico de 2020, as universidades e os laboratórios de investigação precisam de mais recursos e recrutamento do que nunca. Por em 18/05/2020 (“Pour…
03, junho 2020

O homem que não conseguia respirar e morreu

em Mundo

por Domingos Lopes in 'O Chocalho'

Um homem manietou outro homem. Tem-no a seus pés. O homem que detém todo o poder sobre o outro homem derrubado e estendido no chão sabe quem é o homem que tem ao seu dispor.…

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
    Atividades Recentes
    • Artigo publicado neste site (secção Cascais) A educação e a realidade social do concelho de Cascais Comentário: Há quem se especialize em ver a...
      Artigo publicado neste site (secção Cascais) A educação e a realidade social do concelho de Cascais Comentário: Há quem se especialize em ver a realidade de pernas para o ar. Neste artigo, um assumido 'liberal', militante de um partido com algumas raízes iniludivelmente alimentadas pelo fasc...  http://tinyurl.com/y9zl8npo
      Mais
      0
      0
      0
      0
      0
      0
      Publicação sobre moderação
      Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
    Aqui ainda não existem atividades

    Últimos posts (País e Mundo)

    Itens com Pin
      Atividades Recentes
      • Plataforma Cascais juntou-se ao grupo Conversando sobre o País e o Mundo
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      Aqui ainda não existem atividades
      LOGO4 vert01
      A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
      Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
      exceto quando expressamente assinadas por esta.
       

      SSL Certificate
      SSL Certificate