Os “erros” do #EstudoEmCasa

sobreiro-caduca«No meu último artigo, manifestei receio sobre a possibilidade de se “normalizar” a solução improvisada para entreter alunos afastados da escola, a que, impropriamente, chamaram ensino a distância. Em tempo de confinamento drástico, essa solução foi um instrumento para preservar uma actividade mínima de ensino, cumprida com espírito de missão e contornando dificuldades múltiplas. Entretanto, este “ensino a distância”, de emergência, começa agora a ser sugerido como alternativa. Se a ideia colher, revelar-se-á perversa por tender, no limite, a substituir professores de corpo e alma por assistentes digitais, sem sindicatos, sem greves e com enormes vantagens económicas para o empregador, no que toca a custos operacionais.

Para o êxito da coisa terá contribuído a vertente “telescola”, protagonizada por professores do século XXI, aparentemente prosélitos das pedagogias não directivas e opositores das aulas magistrais. Cantam rap, dançam zumba e prestam-se a demonstrar as suas metodologias inovadoras nos programas de Cristina Ferreira e de Manuel Luís Goucha.

Para quem bate palmas, pouco importam a pobreza de muitas abordagens e os erros científicos. Vi uma aula de Português dominada pela leitura soletrada de um PowerPoint medíocre, onde Camões foi apresentado como coisa menor. Numa aula de História, a propósito do Renascimento, o astrónomo Nicolau Copérnico, polaco, foi associado a Itália. A Polónia, cuja origem vem do século X, foi citada como criada após a Primeira Guerra Mundial. A embaixada da Polónia protestou. Numa aula de Ciências Naturais, os transgénicos foram apontados como perigosos para a saúde e foi feita uma referência ao “uso inadequado de hormonas de crescimento nas explorações pecuárias”, quando, na verdade, as hormonas de crescimento estão proibidas para tal fim, no espaço europeu. O biólogo Pedro Fevereiro, presidente do Centro de Informação de Biotecnologia, antigo Bastonário da Ordem dos Biólogos e ex-membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, reagiu publicamente, dizendo que o que foi ensinado está errado, do ponto de vista científico, e constituiu doutrina, que não ciência. Por outro lado, numa outra aula, o sobreiro foi apresentado como árvore de folha caduca, quando é sabido que as folhas do sobreiro não caem no inverno» (in Público).

Tenho concordado quase sempre, nos últimos tempos, com as análises e pontos de vista de Santana Castilho sobre temas educativos. Não é o caso da crónica semanal que ontem saiu no Público.

Saudei por aqui a ideia das aulas televisivas, implementada em tempo recorde, como resposta educativa mais adequada, durante o confinamento, a determinados públicos escolares, nomeadamente os alunos mais novos e os que não têm computador nem internet. Reconheci o esforço e a boa vontade dos colegas que, podendo estar a bom recato ministrando o seu ensino à distância, aceitaram o desafio da exposição mediática. Mas nunca esperei que as aulas da nova telescola revelassem um modelo perfeito de ensinar ou fossem isentas das pequenas falhas que podem acontecer e, qualquer aula normal. Encarei até o risco de suceder o que frequentemente acontece quando se tenta satisfazer as expectativas de todos, que é não agradar a ninguém.

Olhei por isso com condescendência para pequenas falhas como as que foram apontadas às aulas de História, e que na altura comentei aqui. Fiquei perplexo com aquela aula do primeiro ciclo em que se incluiu o sobreiro na categoria das caducifólias. Foi um erro grave, pois contraria não só o conhecimento científico mas até a experiência comum – alguma vez se viu um sobreiro sem folhas? No entanto, não é algo irremediável: como muito bem nota o Duilio Coelho, professor do primeiro ciclo e companheiro de andanças blogosféricas, o professor titular continua no seu posto para isso mesmo: corrigir o erro e explicar correctamente a matéria que foi mal ensinada.

Já a questão dos OGM não é tão linear como Santana Castilho pretende fazer crer. É um tema controverso, e não é pelo facto de haver uma inclinação crescente da comunidade científica a favor das manipulações genéticas na indústria agro-alimentar que devemos impor, nas aulas de Ciências, consensos que estão longe de ser alcançados.

O uso de transgénicos não se resume a saber se são seguros ou não a curto prazo. Ele envolve decisões que podem alterar de forma irreversível o nosso modelo de economia e sociedade. Implica, por exemplo, decidir se queremos patentear as tecnologias que irão permitir alimentar um mundo do oito ou nove biliões de seres humanos e com menos terra cultivável do que temos actualmente. Se queremos que decisões que podem reduzir a biodiversidade no planeta ou determinar a sobrevivência de milhões de pessoas possam estar dependentes do que gera mais “valor para o accionista”. Se mais dúvidas houvesse, bastaria olharmos as implicações da actual pandemia, cuja origem exacta está ainda por determinar, mas cuja factura já sabemos quem irá pagar: a sociedade, os cidadãos, os contribuintes. Não, decidir usar ou não os OGM não decorre de ciência pura nem tão pouco de “doutrina”: é uma discussão livre e informada que interessa a todos e que, por isso mesmo, deve começar na escola. Sem dogmas nem doutrinas, mas não esquecendo a visão macro do problema e fazendo uso de toda a informação disponível.

Quanto ao uso das hormonas de crescimento no gado, é verdade que ele está proibido pelas regras da UE, mas na aula em causa também não se disse o contrário. Contudo, esse uso é permitido em muitos outros países e nada nos garante que a decisão europeia não venha um dia a ser revogada. E aqui a única força que o pode impedir é uma opinião pública consciente e informada, capaz de se unir a nível europeu para defender uma coisa boa que a integração europeia nos trouxe: regras ambientais e de segurança alimentar mais rigorosas e exigentes do que na maioria dos nossos parceiros comerciais.

Apesar destas discordâncias, há um grito de alerta que SC deixa na sua crónica e que subscrevo inteiramente. O ensino remoto que vamos fazendo por estes dias é um parco remendo e não substitui a escola física nem a presença real de alunos e professores. O nosso brio profissional pode levar-nos a dizer que estamos, nas actuais e difíceis circunstâncias, a fazer o nosso melhor. Mas esse melhor é muito pouco, comparado com o que podemos fazer – e fazemos! – em ensino presencial.

Sob o pretexto das medidas sanitárias e explorando a lógica do medo, o ensino remoto vai, assim, fazendo o seu caminho, ante professores passivos e incapazes de criticarem e combaterem aquilo de que se arrependerão futuramente. A apologia das vantagens do ensino remoto ameaça transformá-lo no modelo pedagógico dominante. Isso, nas condições actuais de menorização social do professor, implica enfraquecer e degradar ainda mais a profissionalidade docente, que é o fundamento anímico para a existência da Escola.

Artigos relacionados

Parlamento chumbou reforço de pessoal auxiliar nas escolas
Parlamento chumbou reforço de pessoal auxiliar nas escolas Depois de terem chumbado a diminuição do número de alunos por turma, por não quererem contratar mais professores –... 36 views Wed, 01 Jul 2020, 01:09:26
Acabou, finalmente!
Acabou, finalmente! Acabaram as aulas, presenciais e não presenciais daquele que já é o terceiro período mais longo de que há memória.... 21 views Sat, 27 Jun 2020, 22:13:57
Fenprof reuniu com o ministério da Educação, mas não houve fumo branco
Fenprof reuniu com o ministério da Educação, mas não houve fumo branco Paulo Novais / Lusa Presencial ou à distância? O Governo ainda não decidiu como será a organização do p... 108 views Fri, 26 Jun 2020, 11:36:34
Proibir os ajuntamentos
Proibir os ajuntamentos «O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, avisou este domingo que esta é a fase de dissuadir e apelar, ... 37 views Mon, 22 Jun 2020, 00:22:36
Os computadores resolvem tudo?
Os computadores resolvem tudo? «…quem ler o Orçamento verá que o quadro plurianual de programação orçamental 2020-2023, acrescentado noutras rubr... 205 views Sat, 20 Jun 2020, 21:56:22
Auxiliares contratados pela Câmara de Lisboa a recibos verdes
Auxiliares contratados pela Câmara de Lisboa a recibos verdes O processo de municipalização serviu para «precarizar ainda mais as relações de trabalho».CréditosManuel de Almeid... 90 views Thu, 18 Jun 2020, 16:09:51

Educação

  • Criado em .
  • Visualizações: 210

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Filtrar por categoria
02, julho 2020

Brasil: O FBI e a Lava Jato

em Mundo

por resistir.info

– A proximidade entre a PF e procuradores do Brasil com o FBI incluía "total conhecimento" das investigações sobre a Odebrecht – Agente que atuou em investigações da Lava-Jato no Brasil tornou-se chefe da Unidade…
02, julho 2020

EUA | Os distúrbios raciais e a tentação separatista

em Mundo

por Página Global

    Thierry Meyssan*   Os distúrbios raciais que se estendem hoje pelos EUA não ameaçam a integridade do território, mas poderão abrir a via para um confronto cultural entre as comunidades que partilham o…
02, julho 2020

CARTA DE BRAGA – “de pandemias, colibris e xadrez” por António Oliveira

em Portugal

por clara castilho in 'A Viagem dos Argonautas'

  Atrás desta pandemia, como talvez já tenha havido atrás de outras, está o modo como temos visto acumularem-se riquezas, dinheiros e bens materiais, usando mesmo as virtuais e actuais formas para as juntarem e…
02, julho 2020

Vladimir Putin vai poder governar a Rússia até 2036

em Mundo

por ZAP in ZAP

premier.gov.ru O presidente da Rússia, Vladimir Putin Os eleitores russos devem aprovar, com larga maioria, as emendas constitucionais que permitem ao Presidente Vladimir Putin concorrer a outros dois mandatos, de acordo com os primeiros resultados…
02, julho 2020

Incêndios na Amazónia brasileira batem recorde de 13 anos em junho

em Mundo

por Rute Coelho

01/07/2020   O Brasil registou 2.248 focos de incêndio na Amazónia em junho deste ano, a maior taxa registada para aquele mês desde 2007, informaram hoje fontes oficiais. Dados recolhidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas…
02, julho 2020

OIT: desemprego bate recorde e já atinge 41 milhões na América Latina e no Caribe

em Mundo

por Brasil24/7

  247 - A Organização Internacional do Trabalho (OIT) afirmou, nesta quarta-feira, 1º, que a pandemia do coronavírus colocou América Latina e Caribe "em uma crise econômica e social sem precedentes", deixando "um recorde de…
02, julho 2020

Brasil ultrapassa a marca de 60 mil mortes por COVID-19, informa Ministério da Saúde

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© Folhapress / André Melo Andrade/Immagini De acordo com o balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira (1º), o Brasil ultrapassou a marca de 60 mil mortes pela COVID-19. De acordo com a pasta,…
02, julho 2020

Jovem de 15 anos caiu nas rochas do Farol da Guia e foi resgatada com sucesso pela Estação Salva-Vidas

em Cascais

por CASCAIS24

Jovem, estabilizada, aguarda sob olhar atento dos Bombeiros e da Polícia Marítima chegada da embarcação Salva-Vidas Por Redação 01 julho 2020 Uma jovem, 15 anos, foi resgatada com sucesso, esta quarta-feira, à tarde, pela Estação…
02, julho 2020

Portugal com ‘stock’ e acesso imediato a medicamento remdesivir – Infarmed

em Portugal

por Felipe Sousa

01/07/2020     O Infarmed assegurou hoje que Portugal tem ‘stock’ disponível e reserva para uso imediato do medicamento remdesivir, que tem sido usado contra a covid-19, e que o laboratório não antecipa constrangimentos no…
02, julho 2020

FHC diz que não votou em Bolsonaro, mas é contra "derrubar quem foi eleito"

em Mundo

por Brasil24/7

(Comentário: É pena que este ex-presidente e ex membro da 'radical' Teoria da Dependência não tenha tido identica posição aquando do golpe que depôs a presidenta Dilma Roussef)   247 - O ex-presidente Fernando Henrique…
02, julho 2020

PSD defende saída da ministra da Saúde, PS elogia ação “positiva e atenta”

em Portugal

por Lusa in ZAP

Mário Cruz / Lusa   O vice-presidente do PSD David Justino considerou hoje na TSF que a ministra da Saúde não tem condições para continuar no cargo, uma visão rejeitada pelo presidente do PS, que…
02, julho 2020

COMO É QUE SOMOS FEITOS ESCRAVOS DA BANCA E MEGA-CORPORAÇÕES?

em Mundo

por Manuel Banet

      O endividamento excessivo é o factor que vai condicionar negativamente - daqui para a frente- a saúde económica, e a saúde «senso sticto», das populações de quase todos os países. Os Estados,…
02, julho 2020

Crimes de Israel perante o Tribunal Penal Internacional

em Mundo

por Página Global

#Escrito em português do Brasil No mesmo contexto, deve-se enfatizar que o Estado da Palestina depositou o instrumento de adesão ao Tribunal Penal Internacional como Estado Parte, que entrou em vigor em 1 de abril de 2015.…
02, julho 2020

Já eles estão preparados para falar sobre tudo

em Portugal

por António Duarte

«Seja pela idade avançada, seja pela falta de preparação técnica, os professores não estão preparados para ensinar à distância. Esta é uma das conclusões de um estudo realizado pela Universidade Nova de Lisboa. O digital…
02, julho 2020

Biden não vai fazer comícios por causa da pandemia

em Mundo

por Lusa in ZAP

Jim Lo Scalzo / EPA   Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, vai seguir “as ordens dos médicos” que impedem a realização de comícios devido à pandemia da covid-19.   O candidato democrata à…
02, julho 2020

António Costa recusa ideia de PS como “partido pop up”

em Portugal

por Lusa in ZAP

Manuel De Almeida / Lusa   António Costa sublinhou que, na luta pela igualdade e liberdade, faz todo o sentido que o partido volte às raízes e às memórias.   Esta terça-feira, o secretário-geral do…
02, julho 2020

Bolsonaro subestimou a COVID-19 e Brasil paga a conta, avalia chefe da Cruz Vermelha

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Andre Borges O presidente da Federação Internacional da Cruz Vermelha, Francesco Rocca, declarou que o presidente Jair Bolsonaro subestimou a pandemia do novo coronavírus, e agora a população paga o preço,…
02, julho 2020

Amanhã, videoconferência Práxis/Zero: «Emergência Climática»

em Portugal

por Ladrões de Bicicletas (Nuno Serra)

«Um novo contrato social e ambiental é preciso. É para isso indispensável a convergência e integração da questão social e da questão ambiental, a junção das forças e dos ativismos destes dois mundos, do trabalho…
02, julho 2020

Sondagem sem grandes surpresas

em Mundo

por Vitor Dias in "O Tempo das Cerejas"

EUA: como são vistos os dois candidatos aqui Porque Biden tem o carisma de uma lesma,Trump ganha-lhe em energia e coragem. Mas Biden ganha a Trump em honestidade, em cuidar das necessidades das pessoas comuns…
02, julho 2020

Casal ferido em capotamento de ligeiro na Marginal em Carcavelos

em Cascais

por CASCAIS24

Veículo capotou na rotunda, na Marginal (Foto Bombeiros de Carcavelos e São Domingos de Rana) Por Redação 01 julho 2020 Um veículo ligeiro despistou-se e capotou, provocando ferimentos nos dois ocupantes, um casal com cerca…
02, julho 2020

Portugal regista mais três mortes e 313 novos casos de Covid-19

em Portugal

por Gonçalo Lopes

Gonçalo Teles - 01/07/2020   O número de pessoas infetadas pela doença é agora 42.454. No entanto, Lisboa e Vale do Tejo registou 70% dos novos casos. Estão confirmadas 1579 mortes devido à Covid-19 em…
02, julho 2020

EUA pode atingir 100 mil casos diários (e Trump está cada vez “mais e mais irritado” com a China)

em Mundo

por ZAP in ZAP

The White House from Washington, DC / Wikimedia   Os Estados Unidos podem ver o número de casos diários de Covid-19 aumentar de novo dos 40 mil para 100 mil a menos que haja intervenções…
02, julho 2020

“Coronavírus está a crescer”. Primeira-ministra rejeita abrir fronteiras da Nova Zelândia

em Mundo

por ZAP in ZAP

appaloosa / Flickr   A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, tem recebido pedidos dos seus opositores políticos para reabrir as fronteiras do país, algo que tem rejeitado, classificando a sugestão como “francamente perigosa”.  …
02, julho 2020

O início da Covid-19

em Mundo

por Jorge Seabra

Este é o primeiro de uma série de artigos em que Jorge Seabra se debruça sobre o desenvolvimento da primeira fase da Covid-19, em Portugal e no mundo, começando pela China. CréditosRoman Pilipey / EPA…

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
    Atividades Recentes
    Aqui ainda não existem atividades

    Últimos posts (País e Mundo)

    Itens com Pin
      Atividades Recentes
      • LEGALIZAÇÃO DAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO

        Um debate que provavelmente vai ganhar dimensão.
        Legalização da prostituição - petição apresentada na A.R
        Gravação da reunião na Assembleia da República
        0
        0
        0
        0
        0
        0
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      • Homicidal Cops Caught On Police Radio
        #TheJimmyDoreShow
        Homicidal Cops Caught On Police Radio
        42 219 visualizações
        •05/06/2020
        0
        0
        0
        0
        0
        0
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      Aqui ainda não existem atividades
      LOGO4 vert01
      A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
      Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
      exceto quando expressamente assinadas por esta.
       

      SSL Certificate
      SSL Certificate