• Alice Coelho in 'O TORNADO'

Sou Mulher

Poema inédito de Alice Coelho

Sou Mulher

Sou mulher
Como erva daninha
Em campo indesejada
Em terra sou rainha
Em silêncio ultrajada
Sou mulher
A seara madura e loira
Pela foice decapitada
Pelo destino de moira
De poemas enfeitiçada
Sou mulher
Aquela sem preconceito
Num mundo sem saber
Imagino-te com preceito
Nos dias do meu querer.


 

Ver original no jornal 'TORNADO' na seguinte ligação:

https://www.jornaltornado.pt/sou-mulher/