• in 'Estátua de Sal'

Ursula: tudo está bem quando continua mal

{SCPinterestShare href=https://plataformacascais.com/plataformacascais/artigos/partilhado/61680-ursula-tudo-esta-bem-quando-continua-mal.html layout=standard image=https://i0.wp.com/estatuadesal.com/wp-content/uploads/2019/07/ursula.jpg?resize=377%2C212&ssl=1 desc=(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 17/07/2019) AJude a Estátua de Sal. Click aqui Confesso que me comovi quando Pedro Marques... size=small}

(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 17/07/2019)

Confesso que me comovi quando Pedro Marques pediu para “reconstruirmos a Europa dos nossos sonhos”. A política europeia tem a grandiosidade de uma grande ópera com a plateia vazia. Está lá toda a pompa e circunstância, só não faz grande diferença porque ninguém está a ver. Disse o ministro sem obra emprateleirado em Bruxelas: “Os europeus esperam nada menos do que cinco anos de redenção do projeto europeu depois de dez anos de crise e hesitação”. Os sinais de “redenção” não podiam ser mais claros na escolha de uma alemã que não era candidata e não participou na fraude encenada em que estiveram seis indivíduos que se fizeram passar por pretendentes ao lugar de presidente da Comissão Europeia. Mas ninguém pode acusar a União de não levar as suas fantasias até ao fim. Durante horas, jornalistas e deputados mantiveram um suspense interessante.

Não quero desmerecer os talentos pirotécnicos das instituições europeias. Antes de ser confirmada a nomeação, a senhora Ursula von der Leyen teve de mostrar as suas capacidades de contorcionismo. Não houve nada de bondoso que não defendesse. Vai acabar com a política criminosa para com os refugiados aplicada pelos países que, vetando Timmermans, abriram a porta à sua nomeação. Quer um subsídio de desemprego imposto pela mesma Europa que exigiu a sua redução nos países em crise.

E a mulher que passou à frente de todos candidatos, desrespeitando os deputados eleitos, jura que vai defender o direito de iniciativa do Parlamento Europeu. Tudo o que era impossível até esta terça-feira e continua impossível hoje será possível amanhã, por milagre de um discurso contraditório e convenientemente gasoso em tudo o que fosse difícil. Mas sempre muito verde, muito social, muito inspirador, muito Hino da Alegria.

Que não se pode deixar aqueles deputados à míngua de qualquer coisa que se pareça com política. De tal forma inspiradora que o obreiro da Frente Progressista para afastar o PPE da liderança da Europa lhe deu apoio ainda antes de Ursula falar.

O descaramento no desprezo pelo Parlamento criou mesmo problemas. Antes de ser confirmada a sua nomeação, Ursula von der Leyen teve de mostrar as suas capacidades de contorcionismo. Não houve nada de bondoso que não defendesse

A meio deste texto fiquei a saber que a candidata foi mesmo eleita. Suspiro de alívio. Imaginem que se confirmava o aviso de António Costa antes de ter dado o apoio à nova presidente e que os deputados se irritavam com a desvalorização de que foram vítimas? Imaginem que levavam a sério o apelo de “coragem” feito pela própria Von der Leyen? Era todo um edifício de aparências que desabava, obrigando quem manda a mostrar que manda, revelando assim aos crentes as mentiras da fé. Felizmente, está tudo bem. Houve um debate entre seis, venceu a sétima, os eurodeputados simularam o suspense para parecer que a escolha dos governos também foi sua e a senhora foi obrigada, durante umas horas, a prometer que tudo vai ser diferente do que está a ser. Todos cumpriram o seu papel. E isso é que interessa.

Claro que o descaramento no desprezo pelo Parlamento criou mesmo problemas. Mais por uma questão de poder do que por substância política. A eleição podia ter corrido mal. Para garantir que os deputados engoliam o seu orgulho sem dar muito nas vistas, Ursula von der Leyen teve de dizer a cada grupo político de que dependia a sua eleição o que cada um deles queria ouvir. Mesmo que fossem coisas contraditórias. Nos próximos anos, talvez nos próximos meses, confirmaremos a quem mentiu. Se seguir a tradição, os socialistas terão cumprido esse papel. A questão é saber se foram enganados ou se o quiseram ser.



Ver original em 'A Estátua de Sal' (aqui)

  • Criado em .

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Voltaram as Festas do Mar e vale a pena ir ver alguns dos espetáculos.
    A Câmara autopropagandeia-se com elas, claro.
    Na televisão vemos um dos organizadores do evento dizer que as Festas são muito boas para a "vila" (vila é o que a aritocratoburguesia local gosta de chamar a esta terra por estultas razões que estão devidamente caracterizadas) e que não têm nenhuns custos para os munícipes.

    Duvidamos mas ele argumenta que o dinheiro vem das verbas do jogo (Casino) e dos patrocinadores. Claro...
    Voltaram as Festas do Mar e vale a pena ir ver alguns dos espetáculos.
    A Câmara autopropagandeia-se com elas, claro.
    Na televisão vemos um dos organizadores do evento dizer que as Festas são muito boas para a "vila" (vila é o que a aritocratoburguesia local gosta de chamar a esta terra por estultas razões que estão devidamente caracterizadas) e que não têm nenhuns custos para os munícipes.

    Duvidamos mas ele argumenta que o dinheiro vem das verbas do jogo (Casino) e dos patrocinadores. Claro que as verbas do jogo são verbas dos munícipes (não são um 'dinheiro de bolso' para festejos e mais o que alguns queiram) mas, mesmo assim, duvidamos. Seria bom que oposição camarária tentasse (sabemos que é muito difícil conhecer as contas da Câmara) deslindar quanto é que os cascalenses pagam efetivamente por estas Festas.


    Ao ouvir o dito organizador percebia-se que a conversa era de jotinha de carreira (não obrigatoriamente do Carreiras, entenda-se) e fomos ver.

    Bastou googlar para nos aparecer à cabeça que o Dr. Bernardo Barros é um distinto Administrador Executivo da Empresa Municipal "CASCAIS DINÂMICA" (as empresas municipais, em geral, servem para fazer o que a Câmara deixa de fazer porque é mais fácil meter os boys e girls nestas empresas, pagas pelos munícipes, do que na própria Câmara) com um currículo com muitas derivações do seu enlace camarário (do "Americas Cup World Series - Cascais" à "NOVA SBE – Intensive Management Program " passando pelo "Sailors for the Sea Portugal – Presidente" e pela "Escola Superior de Hotelaria do Estoril (ESHTE) – Membro do Conselho Geral").

    Mas o que conta verdadeiramente é que, depois de uns anitos como escuteiro já em 2006 era " Conselheiro Distrital de Lisboa da JSD" e em 2010 passou a "Conselheiro Nacional da JSD"o que, entretanto, lhe permitiu ingressar como " Secretário Político do Vereador na Câmara Municipal de Cascais" até com "representação do Vereador em atos oficiais, visitas diplomáticas e conferências".

    A partir daí foi só subir. Em 2011 já estava na " Comissão Política Distrital de Lisboa do PSD" e logo (2012) passava para "Adjunto do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Cascais" e, simultaneamente, para "Vice-Presidente da Associação de Turismo de Cascais (Associação de direito privado)", seguindo-se, em 2015, o atual lugar de "Administrador Executivo na Cascais Dinâmica" onde organiza as Festas do Mar.

    Nada nos move contra este distintíssimo quadro da esfera camarária cascalense. Provavelmente é uma excelente pessoa e um funcionário exemplar.

    Apenas se lamenta constatar que o poder político/administrativo é cada vez mais feito destas carreiras partidarizadas e clientelares.

    Certamente que há gente competente nos Partidos do velho "Arco da Governação" (os outros ficam de fora obviamente). Mas só há quadros competentes com o cartão destes Partidos ? Não há muita gente competente que não esteja em Partido nenhum ou que opte por outros dos muitos Partidos existentes ?

    É que isto, aqui por Cascais, tresanda.
    Mais
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web atualizou a sua capa de perfil
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web atualizou a sua imagem de perfil
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades

Eventos

16
Ago.
Festas do Mar em Cascais
sexta-feira, 16 Ago. 2019 - 20:30
  1.  Administração web
17
Ago.
Festas do Mar em Cascais - 17.08.2019
sábado, 17 Ago. 2019 - 19:30
  1.  Administração web
18
Ago.
Festas do Mar em Cascais - 18.08.2019
domingo, 18 Ago. 2019 - 19:30
  1.  Administração web
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha