• Página Global

Ativistas de Hong Kong acusados de organizarem manifestação não autorizada


Pequim, 13 jul 2020 (Lusa) - Treze personalidades do movimento pró-democracia de Hong Kong compareceram hoje em tribunal, acusados de terem organizado uma manifestação não autorizada em comemoração do 31.º aniversário desde o massacre de Tiananmen.

Entre os acusados está Jimmy Lai, dono do jornal Apple Daily News e figura do movimento pró-democracia local, e os ativistas de longa data Lee Cheuk-yan e Albert Ho, além do jovem Figo Chan.

Questionado se entendeu as acusações que lhe são feitas, Lee referiu as centenas de pessoas mortas na Praça Tiananmen, em Pequim, na noite de 03 para 04 de junho de 1989, quando os tanques do exército foram enviados para pôr fim a sete semanas de protestos.

"Isto é perseguição política", acusou.

No início de junho, vários cidadãos de Hong Kong desafiaram a proibição de ajuntamentos para marcar o 31.º aniversário desde a sangrenta intervenção do exército chinês.


Nos últimos anos, esta comemoração assumiu especial importância face ao crescente número de cidadãos de Hong Kong que se opõem à influência do regime chinês na região semi-autónoma.

Pela primeira vez este ano, a vigília foi proibida pelas autoridades, que invocaram medidas de distanciamento social, para evitar a propagação de covid-19.

No entanto, isto não impediu milhares de pessoas de acenderem velas no Parque Victoria, como em muitos outros bairros da cidade.

A polícia anunciou mais tarde que tinha prendido 13 ativistas que participaram na comemoração.

O tribunal acusou-os hoje formalmente de "incitarem" uma manifestação ilegal, crime punível com até cinco anos de prisão.

Muitas outras figuras do movimento pró-democracia são alvo de processos, por participação nas manifestações que abalaram Hong Kong no ano passado.

Em 30 de junho, Pequim impôs uma lei de segurança nacional no território, visando punir crimes de subversão, secessão, terrorismo e conluio com forças estrangeiras.

JPI // EL

Ver o original em 'Página Global' na seguinte ligação:

https://paginaglobal.blogspot.com/2020/07/ativistas-de-hong-kong-acusados-de.html

Comentários (0)

Rated 0 out of 5 based on 0 voters
There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Rate this post:
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location
  • Criado em .
Ativistas de Hong Kong acusados de organizarem manifestação não autorizada
Note 0 sur 5 Pour 0 votes

Publicações mais recentes

Últimos posts (Conversando à beira-mar)

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • LEGALIZAÇÃO DAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO

    Um debate que provavelmente vai ganhar dimensão.
    Legalização da prostituição - petição apresentada na A.R
    Gravação da reunião na Assembleia da República
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Homicidal Cops Caught On Police Radio
    #TheJimmyDoreShow
    Homicidal Cops Caught On Police Radio
    42 219 visualizações
    •05/06/2020
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades

página no Facebook

" data-width="500px" data-height="4000px" data-tabs="timeline" data-hide-cover="0" data-show-facepile="1" data-small-header="0" data-adapt-container-width="1">
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate