• Página Global

Portugal | Não nos TAPem os olhos

 
 
Anselmo Crespo | TSF | opinião

 

 

A minha primeira grande viagem de trabalho foi ao Brasil, pela TAP e por causa da TAP. A companhia aérea - à época gerida por Fernando Pinto - falhara a compra da brasileira Varig, mas tinha conseguido adquirir a VEM (Varig Engenharia e Manutenção), com oficinas em Porto Alegre e no Rio de Janeiro. Apesar de altamente deficitária, a confiança da administração da TAP na recuperação da VEM era enorme. E o orgulho nesta "conquista" era claramente desmesurado, como se viria a confirmar mais tarde.

 


Durante anos, a VEM foi uma espécie de buraco negro da TAP, um pedregulho que ia afundando os resultados da empresa de ano para ano. Fernando Pinto - que foi constituído arguido em 2018 por suspeitas de gestão danosa precisamente por causa da compra da VEM - veio, entretanto, recordar o óbvio: que a compra da empresa fazia parte do plano de expansão da TAP e que contou sempre com o apoio político de sucessivos governos.

 


E é este o ponto. Olhar para a TAP e resumir a situação da empresa à pandemia ou à má gestão dos privados é, no mínimo, hipócrita. Como se, nos últimos quase 30 anos, a empresa não tivesse estado 25 nas mãos do Estado, com administrações escolhidas pelo poder político e planos estratégicos - como a compra da VEM - subscritos pelos sucessivos governos. Como se as reestruturações, planos de saneamento financeiro e tentativas frustradas de privatização (do PSD, mas também do PS) não tivessem ficado no currículo político dos governos de Cavaco, de Guterres, de Durão Barroso, de Santana Lopes e de José Sócrates. Como se pudéssemos assacar também ao novo coronavírus os milhões de euros dos contribuintes que já foram enterrados na empresa.

 


Pedro Passos Coelho privatizou o que podia e o que não devia, mas, no caso da TAP - apesar do processo ter sido muito polémico -, fez bem. O Estado não só já provara à evidência que não sabe gerir companhias aéreas, como deve preocupar-se com outras coisas, bem mais importantes. E é por isso que estou até hoje para perceber qual foi o benefício para o país da reversão feita por António Costa em 2016. De que adianta ficar com 50% da TAP se não se interfere na gestão? E para que serviram, afinal, estes 50% nos últimos quatro anos se só agora o acionista Estado vem criticar a forma como a empresa foi gerida, como se não fosse dono de metade?

 

 
Não sei se os atuais acionistas privados da TAP geriram bem ou mal. Mas sei que o Estado não só nunca geriu bem, como deu quase sempre respaldo político às decisões que foram sendo tomadas nas últimas décadas. E agora que a TAP regressa às nossas mãos, vão preparando os bolsos, porque isto vai sair caro. Muito caro mesmo. Vem aí muito sangue, suor e lágrimas pelo caminho. Vamos voltar a ouvir falar de reestruturações, planos de saneamento financeiro e outros jargões económicos que só significam uma coisa: que muita gente vai sofrer e nenhuma dessas pessoas tem a mínima responsabilidade pela situação a que chegou a TAP. Por isso, não nos tapem os olhos, que a peneira já está cheia de buracos.

Ver o original em 'Página Global' na seguinte ligação:

https://paginaglobal.blogspot.com/2020/07/portugal-nao-nos-tapem-os-olhos.html

Artigos relacionados

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação
Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação miqmat / Flickr   O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resoluçã... 20 views Thu, 13 Aug 2020,
Portugal só tem 4 fiscais da ferrovia (e cada um tem de inspecionar 811 quilómetros)
Portugal só tem 4 fiscais da ferrovia (e cada um tem de inspecionar 811 quilómetros) (Um comentário sobre esta notícia: Os adoradores do capitalismo neoliberal andam há décadas a destruir os serviços públicos. Depois vertem lágrimas de carpideiras quando há problemas...)   Miguel A. Lopes /... 17 views Wed, 05 Aug 2020,
Utentes rejeitam fim às limitações de lotação em transportes públicos
Utentes rejeitam fim às limitações de lotação em transportes públicos O movimento de utentes pediu o fim do lay-off e o reforço da oferta no serviço público de transportes como solução para o aumento de passageiros resultante do desconfinamento. CréditosLeonardo Negrão / Global Imagen... 137 views Mon, 20 Jul 2020,
Barraqueiro quer impor mais 9 meses de lay-off
Barraqueiro quer impor mais 9 meses de lay-off (Comentário: O monopólio dos transportes privatizados do sr Humberto Pedrosa,  que se estende do que foi a Rodoviária Nacional até à TAP passando pelos comboios e metro, nunca olhou a meios para acumular fortuna.... 70 views Tue, 14 Jul 2020,
FECTRANS: “Scotturb despede e abre concursos de admissão”
FECTRANS: “Scotturb despede e abre concursos de admissão” Em nota de imprensa chegada à nossa redacção, a FECTRANS acusa a SCOTTURB de despedir trabalhadores com vínculos precários mas mantendo abertas candidaturas para admissão de motoristas. Segundo o comunicado,&nbs... 99 views Mon, 13 Jul 2020,
O insustentável peso de deixar cair
O insustentável peso de deixar cair Para quem não assistiu, vale mesmo muito a pena ver o Choque de Ideias da passada segunda-feira, na RTP3, onde Ricardo Paes Mamede e Fernando Alexandre discutiram a questão da TAP (a partir do minuto 26'45''). Com tod... 57 views Fri, 10 Jul 2020,

Comentários (0)

Rated 0 out of 5 based on 0 voters
There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Rate this post:
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Transportes

  • Criado em .
Portugal | Não nos TAPem os olhos
Note 0 sur 5 Pour 0 votes

Publicações mais recentes

Últimos posts (Conversando à beira-mar)

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • LEGALIZAÇÃO DAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO

    Um debate que provavelmente vai ganhar dimensão.
    Legalização da prostituição - petição apresentada na A.R
    Gravação da reunião na Assembleia da República
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Homicidal Cops Caught On Police Radio
    #TheJimmyDoreShow
    Homicidal Cops Caught On Police Radio
    42 219 visualizações
    •05/06/2020
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades

página no Facebook

" data-width="500px" data-height="4000px" data-tabs="timeline" data-hide-cover="0" data-show-facepile="1" data-small-header="0" data-adapt-container-width="1">
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate