• AbrilAbril

PCP não aprova o Orçamento Suplementar

Os comunistas chumbam um Orçamento que prolonga «o corte de salários a centenas de milhares de trabalhadores e canaliza milhões e milhões para o grande capital».

CréditosMIGUEL A. LOPES / LUSA

Um caminho errado que, segundo o líder parlamentar do PCP, «mantém uma situação insuportável para quem sofre esses cortes, um caminho de retracção do mercado interno e constrangimento na dinamização económica de que o País precisa».

Na discussão na especialidade, o PCP apresentou mais de 50 propostas que foram, na sua larga maioria, chumbadas pela convergência PS/PSD, mantendo o desequilíbrio inicial entre os benefícios e privilégios ao capital e a falta de resposta aos problemas dos trabalhadores.

Para João Oliveira, faltam soluções que garantam os salários a 100%, o emprego e os direitos com a proibição dos despedimentos, o investimento público e os apoios que viabilizem o conjunto de micro e pequenas empresas confrontadas com a redução ou mesmo a cessação forçada da sua actividade. Mas também o alargamento dos apoios sociais e a garantia de meios de subsistência a quem ficou sem eles, para além da necessidade de «dotar o Serviço Nacional de Saúde da capacitação indispensável para responder às necessidades imediatas no plano sanitário e para reforçar o nível de resposta exigível à garantia dos cuidados de saúde em geral».

«Em contraste, aprofundam-se privilégios e benefícios ao capital e aos grupos económicos como o prolongamento do lay-off associado agora a novas e significativas transferências de dinheiros públicos e novos benefícios em sede de IRC e TSU», sublinha o dirigente comunista.

Nesse sentido, amanhã, o PCP votará contra o Orçamento Suplementar, por o considerar «claramente inclinado para o lado dos interesses do grande capital, constituindo-se como um instrumento de uma ainda mais acentuada desigualdade e injustiça na repartição do rendimento nacional entre capital e trabalho».

Ver original em "AbrilAbril" na seguinte ligação:

https://www.abrilabril.pt/nacional/pcp-nao-aprova-o-orcamento-suplementar

Artigos relacionados

Carlos Carreiras: “Responder aos concidadãos é uma obrigação liberal e republicana”
Carlos Carreiras: “Responder aos concidadãos é uma obrigação liberal e republicana” (Uma opinião sobre esta notícia: Conhecendo-se a prática prosseguida desde há muitos anos em Cascais por Carlos Carreiras o oportunismo da posição que este agora vem assumir a propósito de uma má decisão do PS e do PSD ... 136 views Fri, 24 Jul 2020,
PS e PSD querem debates com o primeiro-ministro (apenas) de dois em dois meses. Partidos falam em “r...
PS e PSD querem debates com o primeiro-ministro (apenas) de dois em dois meses. Partidos falam em “r... Mário Cruz / Lusa   O PS e o PSD ficaram esta terça-feira isolados na proposta de alterar o atual modelo de debates quinzenais com o primeiro-ministro para de dois em dois meses, com os restantes partidos ... 123 views Tue, 21 Jul 2020,
Uma medida cheia de significado
Uma medida cheia de significado Juntou-se a fome (PSD) com a vontade de comer (PS) Como se esperava ganhou a tese de Rui Rio de que responder a perguntas e prestar esclarecimento aos deputados não é trabalho. Podem limpar as mãos à parede. ... 91 views Tue, 21 Jul 2020,
Fim dos debates quinzenais. Rio diz que é o melhor para o país (e pensa em si próprio)
Fim dos debates quinzenais. Rio diz que é o melhor para o país (e pensa em si próprio) Mário Cruz / Lusa O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio O líder do PSD, Rui Rio, explicou, num vídeo da PSD/TV que defende o fim dos debates quinzenais porque é o “melhor para o país”, alegand... 36 views Thu, 09 Jul 2020,
PS “junta-se” ao PSD e apoia fim dos debates quinzenais
PS “junta-se” ao PSD e apoia fim dos debates quinzenais (Comentário: Parece que os debates quinzenais eram transparência a mais e contribuíam para azedar as relações que se pretendem promissoras entre o PSD e o PS. Eles querem entender-se e não andar a debater na 'praça ... 201 views Fri, 03 Jul 2020,
Propostas do PCP aprovadas na especialidade
Propostas do PCP aprovadas na especialidade Nas votações na especialidade do Orçamento Suplementar foi aprovado um conjunto de propostas abrangendo diversas áreas e sectores. PS rejeitou medidas de defesa dos trabalhadores. O líder do PCP, Jerónimo de Sousa, ... 65 views Wed, 01 Jul 2020,

Partido Comunista Português, Assembleia da República

  • Criado em .

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
Atividades Recentes
Aqui ainda não existem atividades

Últimos posts (País e Mundo)

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • LEGALIZAÇÃO DAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO

    Um debate que provavelmente vai ganhar dimensão.
    Legalização da prostituição - petição apresentada na A.R
    Gravação da reunião na Assembleia da República
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Homicidal Cops Caught On Police Radio
    #TheJimmyDoreShow
    Homicidal Cops Caught On Police Radio
    42 219 visualizações
    •05/06/2020
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate