• Jornal Tornado in 'O TORNADO'

Nagisa Oshima pergunta: como filmar, como morrer, como viver?

Em O Homem que Deixou Seu Testamento no Filme, estão presentes alguns jovens que, além de políticos, utilizam câmeras como arma política.

Olhando o site Making Off, vi o filme O Homem que Deixou Seu Testamento no Filme, do cineasta japonês Nagisa Oshima. É um longa de curta duração (1h40), mas mexe com emoções que envolvem a totalidade da vida – principalmente de quem está envolvido em cinema e também em política.

O filme se chama também Ele Morreu Após a Guerra e sua estória se passa nos anos 1970, quando houve uma guerra política no Japão, uma batalha envolvendo grupos políticos de extrema. Interessante é que tudo acontece naqueles anos com ligações também ocidentais, mas tem uma atualidade extraordinária, particularmente para quem faz cinema hoje, e assim eu o indico ao cineasta Helder Lopes. Se ele ainda não o viu, que o veja logo.

Tudo se passa no tempo do maoísmo e também dos muitos grupos, tanto de esquerda quanto de direita, que se envolviam em luta naqueles anos em que no Brasil, infelizmente, se vivia a ditadura militar. E no Japão as coisas também não eram boas, inclusive ainda com a presença forte do governo norte-americano e sua dominação.

Na estória do filme de Oshima estão presentes alguns jovens que, além de políticos, utilizam câmeras como arma política. A cena inicial do filme é um jovem segurando uma câmera, filmando doidamente na corrida, e outro jovem correndo atrás dele vem para lhe tomar a câmera. O jovem corre e grita para o outro que quer a câmera – e a coisa vai até o jovem cinegrafista se jogar com câmera e tudo de prédio abaixo. Suicídio ou não? O fim dá a entender que sim, mas mais adiante que não.

É em torno dessa sequência inicial que o filme se desenvolve. E o jovem dono da câmera tem uma discussão com uma jovem, que seria sua namorada, sobre a propriedade (marxianamente falando), e também existe todo um jogo de sedução nas sequências com a jovem se ligando ainda a um outro jovem, que também seria seu namorado.

Se analisarmos a forma de pensar dos jovens que participam do filme de Nagisa, vamos chegar à conclusão de que na verdade não são tão diferentes do que parecem pensar os jovens de hoje. Eles próprios inclusive comentam sobre política e a importância de fazer política – e também fazer cinema – com as mesmas dúvidas que surgem nos jovens de hoje. E do que pensa um cineasta famoso como Nagisa Oshima e outros.

O cineasta japonês Nagisa Oshima (1932—2013)

Me parece, segundo um depoimento de Nagisa, que ele próprio não sabe com segurança para que está fazendo cinema. Assim, pondo os jovens como protagonistas, deixa que para esses jovens surja a questão. Por isso mesmo, ele solta as rédeas do filme e deixa que os intérpretes sigam os caminhos que vão se abrindo. Nagisa diz mesmo que seu trabalho artístico lhe é entregue por “fantasmas” em pensamento, mostrando uma forma de criar que nos parece semelhante à que dizia ser a sua, o poeta Ferreira Gullar.

Tôkiô sensô sengo hiwa pode ser importante para professores de cinema como o Luiz Joaquim, principalmente nessa fase de quarentena com aulas pelo vídeo.


por Celso Marconi, Crítico de cinema mais longevo em atividade no Brasil. Referência para os estudantes do Recife na ditadura e para o cinema Super-8  |   Texto em português do Brasil

Exclusivo Editorial PV / Tornado


 

Ver original no jornal 'TORNADO' na seguinte ligação:

https://www.jornaltornado.pt/nagisa-oshima-pergunta-como-filmar-como-morrer-como-viver/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=nagisa-oshima-pergunta-como-filmar-como-morrer-como-viver

Artigos relacionados

Noites de Verão arrancam esta quinta-feira em Montemor-o-Novo
Noites de Verão arrancam esta quinta-feira em Montemor-o-Novo Um cine-concerto, com a pianista Catherine Morisseau a acompanhar curtas-metragens de Charlie Chaplin e Buster Keaton,... 1 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
O fim do dinheiro físico?
O fim do dinheiro físico? (Alexandre Abreu, in Expresso Diário, 09/07/2020)Não é uma perspetiva tão presente como a generalização do teletrabal... 0 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
O insustentável peso de deixar cair
O insustentável peso de deixar cair Para quem não assistiu, vale mesmo muito a pena ver o Choque de Ideias da passada segunda-feira, na RTP3, onde Ricardo P... 0 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
Mujica: Sanções económicas têm forte impacto no povo venezuelano
Mujica: Sanções económicas têm forte impacto no povo venezuelano O embaixador venezuelano em Paris, Michel Mujica, denuncia que a cruzada dos EUA e de países da Europa contra o... 0 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
Trabalhadores protestam contra lay-off nas rodoviárias
Trabalhadores protestam contra lay-off nas rodoviárias Em vários pontos do País, estes trabalhadores rejeitam o prolongamento do lay-off, que penaliza os seus ... 1 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
EUA: Supremo Tribunal corta planeamento familiar gratuito
EUA: Supremo Tribunal corta planeamento familiar gratuito O Supremo apoiou o governo de Trump e a garantia do controlo de natalidade gratuito nos seguros de saúde desapa... 1 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
  • Criado em .

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
    Atividades Recentes
    Aqui ainda não existem atividades

    Últimos posts (País e Mundo)

    Itens com Pin
      Atividades Recentes
      • LEGALIZAÇÃO DAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO

        Um debate que provavelmente vai ganhar dimensão.
        Legalização da prostituição - petição apresentada na A.R
        Gravação da reunião na Assembleia da República
        0
        0
        0
        0
        0
        0
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      • Homicidal Cops Caught On Police Radio
        #TheJimmyDoreShow
        Homicidal Cops Caught On Police Radio
        42 219 visualizações
        •05/06/2020
        0
        0
        0
        0
        0
        0
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      Aqui ainda não existem atividades
      LOGO4 vert01
      A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
      Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
      exceto quando expressamente assinadas por esta.
       

      SSL Certificate
      SSL Certificate