• Página Global

Moçambique | Cheias matam no centro do país


Os corpos de uma adolescente e de uma mulher foram encontrados a flutuar no rio Búzi, centro de Moçambique, no fim de semana, na sequência das cheias que afetam a região, disse hoje a secretária de Estado provincial.

A secretária de Estado da província de Sofala, Stela Zeca, disse, em conferência de imprensa, que a adolescente, 16 anos, vivia no distrito de Búzi, província central de Sofala, mas não se sabe a proveniência da mulher, nem a sua idade.

As inundações que atingem a província desde quarta-feira (12.02) já provocaram a retirada de 70.070 pessoas, o correspondente a 15.755 famílias, para centros de acomodação ou casas de familiares situadas em locais seguros, declarou Stela Zeca.

"Queremos saudar a prontidão de muitos singulares que estão a albergar as famílias e outras pessoas. Nos centros de acomodação estão albergadas menos de 50% das pessoas afetadas", frisou Stela Zeca. Para alojar as vítimas das inundações foram criados 30 centros de acomodação, acrescentou a governante.


Os estragos

As cheias na província de Sofala estão a afetar os distritos de Buzi, Nhamatanda, Cheringoma, Gorongosa, Caia e Maríngué. 1.152 casas de caniço foram totalmente destruídas e 3.136 destruídas parcialmente pelas cheias, que afetam igualmente 3.255 alunos e 322 professores de 27 escolas.

As intempéries na província de Sofala inundaram, pelo menos, 4.565 hectares de campos de cultivo, afetando 3.400 camponeses. As autoridades locais consideram que a área afetada chega a 8.000 hectares.

Além desta inundação, e contando desde o início da época chuvosa, em outubro, Stela Zeca afirmou que o número de vítimas do atual período está dentro da previsão contida no plano de contingência, que projetou um impacto sobre 150 mil pessoas.

"Esperávamos dar assistência a aproximadamente 150 mil pessoas e neste caso estamos com 71 mil pessoas afetadas, o que ainda está dentro do nosso plano de contingência", referiu Stela Zeca. A secretária de Estado garantiu que existe capacidade para assegurar a assistência humanitária às vítimas das inundações.

O recente historial

A província de Sofala foi uma das mais afetadas pelo ciclone Idai, que, em março de 2019, matou 604 pessoas e afetou cerca de 1,5 milhões de pessoas na região centro. E cerca de duas semanas depois, o ciclone Kenneth provocou 45 mortos e afetou 250.000 pessoas na província nortenha de Cabo Delgado.

A atual época das chuvas em Moçambique, de outubro a abril, já matou 54 pessoas e afetou cerca de 65 mil, muitas com habitações inundadas, segundo o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC).

Deutsche Welle | Agência Lusa, ni

Ver o original em 'Página Global' na seguinte ligação:

https://paginaglobal.blogspot.com/2020/02/mocambique-cheias-matam-no-centro-do.html

Artigos relacionados

Até tu, Wolfgang?
Até tu, Wolfgang? «Se a Europa quer ter alguma hipótese, tem que demonstrar imediatamente solidariedade e que é capaz de agir. Empréstimos... 2 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
Portugal | Lei de cidadãos contra Acordo Ortográfico começa a ser disc...
Portugal | Lei de cidadãos contra Acordo Ortográfico começa a ser disc... Um projeto de lei de iniciativa de cidadãos, com 20.669 assinaturas, contra o Acordo Ortográfico (AO), começa esta... 2 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
Mais 14 mortos e 165 novos casos de covid-19 em Portugal
Mais 14 mortos e 165 novos casos de covid-19 em Portugal Portugal regista esta segunda-feira 1330 óbitos de covid-19 e 30788 casos confirmados de infeção pelo novo coronav... 1 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
Lay-off simplificado está a ser um maná para as grandes empresas
Lay-off simplificado está a ser um maná para as grandes empresas Governo admite prolongar o lay-off.   Ver original aqui ... 2 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
Ataques em Moçambique: Apoio da SADC mostra-se limitado
Ataques em Moçambique: Apoio da SADC mostra-se limitado Académicos moçambicanos defendem que apoio da SADC no combate aos grupos armados em Cabo Delgadolimitar-se-á à dime... 2 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
Moçambicanos quase miseráveis mas “americanos”?
Moçambicanos quase miseráveis mas “americanos”? PGR arrasa Sociedade Civil que advoga extradição de Chang para os EUA, onde está o “sentido patriótico e de sobera... 2 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
  • Criado em .

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
Atividades Recentes
Aqui ainda não existem atividades

Últimos posts (País e Mundo)

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Plataforma Cascais juntou-se ao grupo Conversando sobre o País e o Mundo
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate