• in 'Sputnik Brasil'

EUA e Europa não falam a mesma língua quando o assunto é China, diz analista

Bandeira dos EUA junto a emblema nacional da China (foto de arquivo)
© AP Photo / Andy Wong

Altos funcionários dos EUA criticam duramente Pequim durante Conferência de Segurança de Munique. Após "blefe" sobre a Huawei, europeus estão cada vez mais descontentes com a postura dos EUA sobre a China, escreveu analista na Foreign Policy.

A Conferência de Segurança de Munique, realizada na semana passada na Alemanha, foi utilizada pelos norte-americanos como uma plataforma para criticar a China e atacar a empresa de telecomunicações Huawei.

Os ataques vieram de todos os lados. O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que a Huawei é um "cavalo de Troia" e que o Ocidente estava "ganhando a luta" contra a China. O secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, alertou que era "hora de acordar" para a ameaça chinesa.

A líder da oposição norte-americana no Congresso, a democrata Nancy Pelosi, se uniu ao coro dos republicanos e classificou a Huawei como uma "pérfida forma de agressão" chinesa.

Mas esses "alertas" teriam sido largamente ignorados pelos europeus durante a conferência, acredita o analista Noah Barkin. Para a revista norte-americana, os EUA e a Europa estão "falando línguas completamente diferentes" quando o assunto é China. A possibilidade de formar uma aliança transatlântica contra Pequim seria, neste contexto, "praticamente impossível".

A administração Trump teria deteriorado as relações com a Europa, ao tomar medidas como se retirar do Acordo de Paris sobre o Clima e do acordo nuclear iraniano. A retirada de tropas norte-americanas do nordeste da Síria sem alerta prévio aos aliados também teria contribuído para que os europeus não confiem "nem no que os EUA fazem nem no que falam".

Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em discurso na Conferência de Munique, na Alemanha, em 15 de fevereiro de 2020
© REUTERS / Andrew Caballero-Reynolds
Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em discurso na Conferência de Munique, na Alemanha, em 15 de fevereiro de 2020

Na conferência de Munique, membros da administração dos EUA "praticamente admitiram" que estavam blefando quando ameaçaram finalizar a cooperação em inteligência com o Reino Unido, caso esse autorizasse a Huawei a operar sua rede de 5G no país.

"Nós aprendemos que não podemos acreditar em tudo, ou mais provavelmente em nada, do que eles falam", disse um diplomata europeu.  

O anfitrião da Conferência, veterano diplomata alemão Wolfgang Ischinger, reagiu às constantes críticas dos EUA à China, lembrando que Pequim está enfrentando uma epidemia de coronavírus de proporções históricas, com implicações para toda a comunidade internacional, reportou a Foreign Policy.

"Acho que a China merece um pouco de compaixão, cooperação, algumas palavras de apoio e encorajamento, ao invés de constantes críticas", ponderou Ischinger.

A Conferência de Segurança de Munique foi realizada entre os dias 14 e 16 de fevereiro, na Alemanha. O evento é celebrado anualmente e reúne diplomatas e autoridades da área de segurança de diversos países.

Ver o original em 'Sputnik Brasil' na seguinte ligação::

https://br.sputniknews.com/europa/2020021715227111-eua-e-europa-nao-falam-a-mesma-lingua-quando-o-assunto-e-china-diz-analista-/

Artigos relacionados

Algumas razões para ser um otimista irritante, mesmo que com algumas r...
Algumas razões para ser um otimista irritante, mesmo que com algumas r... 1. Quase por certo João Pinto, antigo capitão do F.C. Porto não sabia o que afirmara Winston Churchill décadas antes, qu... 1 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
Petição ao Governo de Portugal - Segurança social para todos
Petição ao Governo de Portugal - Segurança social para todos Em muito pouco tempo, a pandemia da covid-19, combinada com o colapso económico que produziu, tornou evidente que as nos... 117 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
NÃO MATEM A COTOVIA!
NÃO MATEM A COTOVIA! Há nomes que doem. Nomes de gente comum, cidadãos anónimos, cuja vida é igual a milhões de seres que, por esse mundo for... 2 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
O Momento Chernobyl de Trump e Bolsonaro?
O Momento Chernobyl de Trump e Bolsonaro? (Francisco Louçã, in Expresso Diário, 02/06/2020)Pode ser que Trump e Bolsonaro resistam, se conseguirem acumular a v... 2 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
A Bibliadel Não é uma Bíblia, é um testamento oferta de Juan Guaidó com prefácio de Augusto Santos Silva.Esta fotografia à distâ... 1 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
Petição ao Governo de Portugal
Petição ao Governo de Portugal Segurança social para todosPetição ao Governo de PortugalEm muito pouco tempo, a pandemia da covid-19, combinada com o c... 2 views Mon, 30 Nov -1, 00:00:00
  • Criado em .

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
    Atividades Recentes
    • Artigo publicado neste site (secção Cascais) A educação e a realidade social do concelho de Cascais Comentário: Há quem se especialize em ver a...
      Artigo publicado neste site (secção Cascais) A educação e a realidade social do concelho de Cascais Comentário: Há quem se especialize em ver a realidade de pernas para o ar. Neste artigo, um assumido 'liberal', militante de um partido com algumas raízes iniludivelmente alimentadas pelo fasc...  http://tinyurl.com/y9zl8npo
      Mais
      0
      0
      0
      0
      0
      0
      Publicação sobre moderação
      Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
    Aqui ainda não existem atividades

    Últimos posts (País e Mundo)

    Itens com Pin
      Atividades Recentes
      • Plataforma Cascais juntou-se ao grupo Conversando sobre o País e o Mundo
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      Aqui ainda não existem atividades
      LOGO4 vert01
      A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
      Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
      exceto quando expressamente assinadas por esta.
       

      SSL Certificate
      SSL Certificate