OS QUATRO GATILHOS DA NOVA CRISE GLOBAL

 
 
Trump investe contra China e Irão; Boris Johnson ameaça um Brexit devastador: a ultradireita chantageia para impor seu projeto. Mas um país do Sul, oprimido pelo FMI e breve com novo governo, terá meios para apavorar a oligarquia financeira
 
Noriel Roubini | Outras Palavras | Tradução: Antonio Martins
 
No clássico jogo de quem vai morrer primeiro [game of chicken], dois pilotos aceleram um contra o outro e o primeiro a desviar está derrotado. Se nenhum desvia, os dois colidem de frente e provavelmente morrerão. No passado, tais cenários foram estudados para apontar os riscos produzidos por rivalidades entre grandes potências. No caso da crise dos mísseis cubanos, por exemplo, os governantes norte-americanos e soviéticos estavam diante da escolha de perder a credibilidade ou arriscar um choque catastrófico. A questão, sempre, é encontrar um compromisso que poupe as vidas e as faces de ambas as partes.
 
Há, neste momento, diversos jogos geoeconómicos de quem vai morrer primeiro em curso. Em cada caso, a ausência de um compromisso pode levar a uma colisão, muito provavelmente seguida de uma recessão global e uma crise financeira. A primeira e mais importante disputa é entre os EUA e a China, sobre comércio e tecnologia. A segunda é a disputa crescente entre os EUA e o Irão. Na Europa, ocorre uma provocação crescente entre o primeiro ministro inglês Boris Johnson e a União Europeia, sobre o Brexit. Por fim, há a Argentina, que pode entrar em rota de colisão com o Fundo Monetário Internacional após a provável vitória do peronista Alberto Fernández nas eleições presidenciais do próximo dia 27.
 
No primeiro caso, um conflito aberto – comercial, monetário, tecnológico e “guerra fria” – entre os EUA e a China aprofundaria o declínio já em curso na produção da indústria, no comércio e nos gastos de capital, expandindo-o para o setor de serviços e o consumo privado. Os EUA e a economia global entrariam em severa recessão. De modo parecido, um confronto militar entre os EUA e o Irã levaria os preços do petróleo acima dos 100 dólares por barril, deflagrando estagflação (uma recessão combinada com inflação em alta). É o que ocorreu em 1973 durante a guerra do Yom Kippur; em 1979, na sequência da revolução iraniana; e em 1990, depois da invasão do Kuwait pelo Iraque.
 
 
Um estouro relacionado ao Brexit poderia não causar a recessão global por si mesmo, mas certamente a desencadearia na Europa, e a projetaria em seguida sobre as outras economias. O pensamento convencional é de que um Brexit não negociado [hard Brexit] levaria a uma severa recessão no Reino Unido mas não na Europa, porque esta depende menos do comércio com Londres que vice versa. É ingenuidade. A eurozona já está sofrendo uma desaceleração aguda e está à beira de uma recessão industrial. Além disso, a Holanda, Bélgica, Irlanda e Alemanha – bem próximas da recessão – apoiam-se pesadamente no mercado de exportações do Reino Unido.
 
Com a confiança empresarial na eurozona já deprimida, como resultado das tensões comerciais sino-americanas, um Brexit caótico seria a gota d’água. Imagina milhares de camiões e carros em fila, para preencher os novos papéis de alfândega em Dover (Inglaterra) e Calais (França). Além disso, uma recessão europeia teria efeitos em cadeia, interrompendo o crescimento em todo o mundo e possivelmente desencadeando um surto de riscos. Poderia inclusive levar a novas guerras cambiais, se o valor do euro e da libra caíssem muito diante de outras moedas (em especial o dólar).
 
Uma crise na Argentina também teria consequências globais. Se Alberto Fernández derrotar Mauricio Macri e depois torpedear o programa do país com o FMI, de 57 biliões de dólares, a Argentina pode viver uma repetição da crise cambial e da moratória e 2001. Isso poderia levar a fuga generalizada de capitais dos mercados emergentes, possivelmente desencadeando crises na Turquia, Venezuela, Paquistão e Líbano, altamente endividados, e complicando as coisas na Índia, África do Sul, China, Brasil, México e Equador.
 
Em todos estes quatro cenários, ambos os lados querem salvar sua própria face. Donald Trump quer um acordo com a China, para estabilizar a economia e os mercados antes de sua tentativa de reeleição em 2020; Xi Jimping também quer um compromisso, para interromper a desaceleração económica de seu país. Mas nenhum que ser a “galinha”, porque isso solaparia sua situação política doméstica, e empoderaria seus adversários. Ainda assim, sem um acordo até o final deste ano, uma colisão será provável. À medida em que os ponteiros do relógio avançam, um mau prognóstico torna-se cada vez mais possível.
 
Trump também pensou que poderia chantagear o Irão, ao abandonar o acordo nuclear internacional (JCPOA) e impor severas sanções. Mas os iranianos responderam ampliando suas ações regionais. Sabem muito bem que Trump não pode bancar uma guerra aberta e que os preços do petróleo disparariam. Além disso, o Irão não quer, até que ao menos algumas das sanções sejam retiradas, entrar em negociações que dariam a Trump uma chance de ficar bem na foto. Como ambos os lados estão relutantes em piscar primeiro – e com a Arábia Saudita e Israel incitando o governo Trump – o risco de um acidente é cada vez maior.
 
Talvez inspirado por Trump, Boris Johnson pensou ingenuamente que poderia usar a ameaça de um Brexit duro para chantagear a União Europeia (UE) e forçá-la a oferecer condições de retirada britânica melhores que as obtidas por sua predecessora. Mas agora que o Parlamento aprovou legislação para evitar um Brexit não negociado, Johnson envolveu-se em dois jogos de quem morre primeiro simultâneos. Um acordo com a UE sobre a fronteira entre a Irlanda e o Reino Unido ainda é possível antes do prazo final de 31 de outubro, mas a possibilidade de um cenário de Brexit duro de fato também continua crescendo.
 
Na Argentina, talvez os dois lados estejam representando. Alberto Fernández quer um mandato eleitoral claro e faz campanha lembrando que Macri e o FMI são os culpados pelos problemas do país. O poder do FMI é óbvio: se ele retiver permanentemente a próxima parcela de US$ 5,4 biliões de empréstimo e terminar o “resgate”, a Argentina sofrerá outro colapso financeiro. Mas Fernández também está em situação de poder, porque uma dívida de US$ 57 biliões é um problema para qualquer credor. A capacidade do Fundo para “ajudar” outras economias em apuros seria restringida por um colapso argentino. Como nos casos anteriores, um acordo que permita salvar as faces é melhor para todos, mas um choque e o derretimento financeiro que se seguiria não podem ser descartados.
 
O problema é que um compromisso exige que ambas as partes reduzam as tensões, e a lógica tática dos jogos de quem morre primeiro premia o comportamento enlouquecido. Se eu posso fazer parecer que removi meu volante, o outro lado não terá escolha exceto desviar. Mas se ambos os lados jogarem fora seus volantes, a colisão será inevitável.
 
A boa notícia é que, nos quatro cenários acima, os dois lados ainda estão falando entre si, ou podem estar abertos ao diálogo sob certas condições que lhes permitam salvar a face. A má notícia é que todos os lados ainda estão muito distantes de algum tipo de acordo. Pior: há grandes egos em cena, alguns dos quais prefeririam chocar-se que ser vistos como galinha. O futuro da economia global, portanto, depende de quatro jogos de temeridade que podem, cada um deles, terminar com qualquer resultado.
 
Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OUTROS QUINHENTOS
 

Ver o original em 'Página Global' na seguinte ligação:

https://paginaglobal.blogspot.com/2019/10/os-quatro-gatilhos-da-nova-crise-global.html

Artigos relacionados

COMO É QUE SOMOS FEITOS ESCRAVOS DA BANCA E MEGA-CORPORAÇÕES?
COMO É QUE SOMOS FEITOS ESCRAVOS DA BANCA E MEGA-CORPORAÇÕES?    O endividamento excessivo é o factor que vai condicionar negativamente - daqui para ... 26 views Thu, 02 Jul 2020, 01:51:58
Tendências na opinião?
Tendências na opinião? Bem sei que um Público de Sábado já só serve para embrulhar peixe, mas antes disso vale a pena ainda comentar dois a... 33 views Thu, 02 Jul 2020, 01:19:32
'Bolha insana': mercado de ações dos EUA é classificado como ameaça a ...
'Bolha insana': mercado de ações dos EUA é classificado como ameaça a ... © REUTERS / Darren McGee / Handout / Gabinete do governador Andrew M. CuomoEm meio à pandemia e no contexto... 56 views Mon, 22 Jun 2020, 17:05:50
GRANDE «RESET» ANUNCIADO PELO FMI
GRANDE «RESET» ANUNCIADO PELO FMI                                &nbs... 110 views Tue, 09 Jun 2020, 15:43:42
 O mundo em encruzilhadas
O mundo em encruzilhadas por Prabhat Patnaik [*] O Financial Times de Londres é um dos jornais burgueses mais "respeitáveis" do mundo. Agor... 84 views Tue, 02 Jun 2020, 15:25:52
Ouro invade EUA e provoca uma das maiores transferências físicas da hi...
Ouro invade EUA e provoca uma das maiores transferências físicas da hi... © AP Photo / Mike GrollOs EUA estão sendo inundados por barras de ouro. A oportunidade de tirar proveito de... 40 views Mon, 01 Jun 2020, 17:16:46

Economia política

  • Criado em .
  • Visualizações: 250

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Filtrar por categoria
04, julho 2020

Funcionário da Cascais Ambiente morre esmagado por máquina na Tratolixo

em Cascais

por CASCAIS24

SEGURANÇA Por Redação 04 julho 2020 Um funcionário, 55 anos, da empresa Cascais Ambiente, morreu esmagado por uma máquina, durante uma operação de descarga de resíduos, esta sexta-feira, de madrugada, na Tratolixo, em Trajouce. A…
03, julho 2020

Bolsonaro veta uso obrigatório de máscaras em comércio, templos e repartições públicas

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

Presidente alegou que uso de máscaras em locais fechados pode ser classificado como "violação de domicílio" e vetou trecho do projeto de lei que obrigava o poder público a fornecer máscaras para a população mais…
03, julho 2020

Irmandade de Braga exigiu “donativo” de 10 mil euros para aceitar idosa no lar

em Portugal

por Lusa in ZAP

(CC0/PD) rawpixel / Pixabay   A filha de uma utente do lar de idosos da Irmandade de Santa Cruz, em Braga, denunciou esta quinta-feira que em 2018 teve de pagar um “donativo” de 10 mil…
03, julho 2020

Estudo concluiu que o Brasil terá 8 milhões de infetados, seis vezes mais do que o número oficial

em Mundo

por ZAP in ZAP

António Lacerda / EPA   O Brasil terá pelo menos oito milhões de infetados pelo novo coronavírus, quase seis vezes mais do que o número oficial, segundo um estudo encomendado pelo Ministério da Saúde, que…
03, julho 2020

Número de infetados em lar de Alcabideche sobe para 52

em Cascais

por Portal CASCAIS

O número de infetados com covid-19 no lar de Alcabideche, em Cascais, no distrito de Lisboa, subiu para 52 depois de terem sido realizados os testes aos colaboradores da instituição, indicou hoje fonte do município.…
03, julho 2020

Um certo amadorismo…

em Portugal

por António Duarte

«Portal das Matrículas continua a dar problemas: prazo para renovação é até 12 de Julho Há dezenas de queixas de encarregados de educação que não conseguem aceder ao site.» (in  Público) O trocadilho é fácil,…
03, julho 2020

EUA criticados por açambarcamento de Remdesivir

em Mundo

por Página Global

    Os Estados Unidos são alvo de críticas crescentes depois de terem anunciado a compra da quase totalidade dos próximos três meses de produção de Remdesivir, um antiviral usado para tratar a Covid-19. "Nunca…
03, julho 2020

Governo chega a acordo com acionistas privados e fica com 72,5% da TAP

em Portugal

por Filipe Sousa

(Comentário: Ver: A escolha que sobrava para a TAP)   02/07/2020   O Governo anunciou hoje que chegou a acordo com os acionistas privados da TAP, passando a deter 72,5% do capital da companhia aérea,…
03, julho 2020

ONU prevê encerramento de 2,7 milhões de empresas na América Latina

em Mundo

por Filipe Sousa

02/07/2020   A pandemia vai provocar o encerramento de 2,7 milhões de empresas na América Latina, microempresas sobretudo, e a destruição de 8,5 milhões de postos de trabalho, revelou a Comissão Económica para a América…
03, julho 2020

Concursos de covid-19 nos EUA. O primeiro a ser infetado recebe prémio

em Mundo

por ZAP in ZAP

(CC0/PD) Maurício Mascaro / Pexels   Jovens norte-americanos estão a organizar festas de covid-19 com concursos em que a primeira pessoa a ser infetada pelo novo coronavírus recebe o dinheiro da venda dos bilhetes para…
03, julho 2020

COVID-19 VAI ATINGIR DURAMENTE OS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO – por MARTIN WOLF

em Mundo

por joaompmachado in 'A Viagem dos Argonautas'

Covid 19 will hit developing countries hard, por Martin Wolf Finantial Times, 9 de Junho de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota    A permanência das perdas causadas pela pandemia depende do tamanho…
03, julho 2020

PSD vai abster-se na votação final global e viabiliza Orçamento Suplementar

em Portugal

por ZAP in ZAP

(Comentário: Já tardava a confirmação política do Bloco Central. Paz à defunta Geringonça. Tudo vai voltando ao 'normal') Manuel de Almeida / Lusa   O PSD vai manter a abstenção na sexta-feira na votação final…
03, julho 2020

Governo avança com nacionalização da Efacec

em Portugal

por ZAP in ZAP

(Comentário: Nacionalização mas...temporária e com rápida privatização para que já há interessados. Apenas o Estado a intermediar negócios privados.Claro?!) (dr) efacec.pt   O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, anunciou esta quinta-feira que a Efacec,…
03, julho 2020

PS “junta-se” ao PSD e apoia fim dos debates quinzenais

em Portugal

por ZAP in ZAP

(Comentário: Parece que os debates quinzenais eram transparência a mais e contribuíam para azedar as relações que se pretendem promissoras entre o PSD e o PS. Eles querem entender-se e não andar a debater na…
03, julho 2020

PCP não aprova o Orçamento Suplementar

em Portugal

por AbrilAbril

Os comunistas chumbam um Orçamento que prolonga «o corte de salários a centenas de milhares de trabalhadores e canaliza milhões e milhões para o grande capital». CréditosMIGUEL A. LOPES / LUSA Um caminho errado que,…
03, julho 2020

Cascais quase a atingir um total de 1000 infetados

em Cascais

por Portal CASCAIS

  No relatório de hoje, da Direcção Geral da Saúde (DGS) registam-se 33 novos casos no número de infectados com o COVID-19 no Concelho de Cascais, subindo este valor para 997 casos confirmados em Cascais. Os dados…
03, julho 2020

Prémio aos profissionais de saúde pode deixar de fora maioria dos médicos

em Portugal

por Lusa in ZAP

Massimo Percossi / EPA   A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) alertou hoje que o prémio aos profissionais de saúde, aprovado na quarta-feira, “não compensa o risco” e “pode deixar de fora a maioria dos…
03, julho 2020

Como uma favela lotada de um milhão de pessoas barrou o coronavírus

em Mundo

por Pensar Contemporâneo

  Desde o início do surto de COVID-19, examinando a propagação, a taxa de infecções, a resposta internacional e como essas coisas variaram de nação para nação, temos uma fonte de muitos desacertos. A novidade…
03, julho 2020

Venezuela vai recorrer de decisão britânica que deu a Guaidó direitos sobre US$ 1 bi em reservas de ouro do país

em Mundo

por Brasil24/7

  Reuters - O Reino Unido reconheceu o líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, como presidente do país, decidiu o Supremo Tribunal inglês nesta quinta-feira, em um caso sobre quem deve controlar 1 bilhão de…
03, julho 2020

Por que Alemanha estaria reorientando sua política em relação à Rússia?

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© REUTERS / Michele Tantussi De acordo com o acadêmico Vladimir Olenchenko, a Alemanha ressente sua "posição subordinada" ante os EUA, e que já se viram sinais desse afastamento durante a presidência de Barack Obama.…
03, julho 2020

Mortes por "gripezinha" aumentam 191% no Centro-Oeste em junho e superam a média nacional

em Mundo

por Brasil24/7

  247 - Enquanto Jair Bolsonaro subestima os efeitos da pandemia do coronavírus, o número de mortes pela doença aumentou 191% entre 8 e 28 de junho no Centro-Oeste. O País como um todo teve…
03, julho 2020

A escolha que sobrava para a TAP

em Portugal

por in 'Estátua de Sal'

(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 02/07/2020) Daniel Oliveira Já o escrevi demasiadas vezes para ter de desenvolver muito mais: a renacionalização da TAP, depois da estranhíssima privatização na 25ª hora organizada por Passos (quando já…
03, julho 2020

O super juiz que cercou a República

em Portugal

por Valupi in Aspirina B

Existe um juiz em Portugal que em 2016 deu uma entrevista. Nessa entrevista atacou um inocente à sua guarda constitucional enquanto arguido, tratando-o como criminoso e violando o dever de imparcialidade. Ao violar o dever…
03, julho 2020

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

em Portugal

por Lusa in ZAP

Mário Cruz / Lusa   O PAN considera que “o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar”, ainda que apresente fragilidades como a “invasão da vida…

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
    Atividades Recentes
    Aqui ainda não existem atividades

    Últimos posts (País e Mundo)

    Itens com Pin
      Atividades Recentes
      • LEGALIZAÇÃO DAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO

        Um debate que provavelmente vai ganhar dimensão.
        Legalização da prostituição - petição apresentada na A.R
        Gravação da reunião na Assembleia da República
        0
        0
        0
        0
        0
        0
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      • Homicidal Cops Caught On Police Radio
        #TheJimmyDoreShow
        Homicidal Cops Caught On Police Radio
        42 219 visualizações
        •05/06/2020
        0
        0
        0
        0
        0
        0
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      Aqui ainda não existem atividades
      LOGO4 vert01
      A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
      Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
      exceto quando expressamente assinadas por esta.
       

      SSL Certificate
      SSL Certificate