HONG KONG, REGRESSA O TRATADO DE NANQUIM - POR MANLIO DINUCCI

 
Resultado de imagem para pictures of riots in hong kong in front of the British Embassy
A Arte da Guerra
Hong Kong - regressa o "Tratado de Nanquim"
Manlio Dinucci
 
Centenas de jovens chineses, em frente ao Consulado Britânico, em Hong Kong, cantam “Deus Salve a Rainha” e gritam “Grã-Bretanha, salva Hong Kong”, apelo reunido em Londres por 130 parlamentares, que pedem para dar a cidadania britânica aos moradores da antiga colónia. Assim, a Grã-Bretanha é apresentada à opinião pública mundial, especialmente aos jovens, como garantia da legalidade e dos direitos humanos. Para fazê-lo, elimina-se a História. Portanto, é necessário, antes de outras considerações, o conhecimento dos acontecimentos históricos que, na primeira metade do século XIX, conduzem o território chinês de Hong Kong ao domínio britânico
Para penetrar na China, então governada pela dinastia Qing, a Grã-Bretanha recorreu à venda de ópio, que transporta por via marítima da Índia, onde detém o monopólio. O mercado de drogas espalha-se rapidamente no país, provocando graves danos económicos, físicos, morais e sociais que suscitam a reacção das autoridades chinesas. Mas quando elas confiscam, em Cantão, o ópio armazenado e o queimam, as tropas britânicas ocupam,  com a primeira Guerra do Ópio, esta e outras cidades costeiras, constrangendo a China a assinar, em 1842, o Tratado de Nanquim.
No artigo 3 estabelece: “Como é obviamente necessário e desejável que os súbditos britânicos disponham de portos para os seus navios e para os seus armazéns, a China cede para sempre a ilha de Hong Kong a Sua Majestade, a Rainha da Grã-Bretanha e aos seus herdeiros".
No artigo 6 o Tratado estabelece: “Como o Governo de Sua Majestade Britânica foi forçado a enviar um corpo de expedição para obter uma indemnização pelos danos causados pelo procedimento violento e injusto das autoridades chinesas, a China concorda em pagar a sua Majestade Britânica, a quantia de 12 milhões de dólares pelas despesas envolvidas”.
 
O Tratado de Naquim é o primeiro dos tratados desiguais através dos quais as potências europeias (Grã-Bretanha, Alemanha, França, Bélgica, Áustria e Itália, a Rússia czarista, o Japão e os Estados Unidos) asseguram na China, pela força das armas, uma série de privilégios: a transferência de Hong Kong para a Grã-Bretanha, em 1843, a forte redução de impostos sobre mercadorias estrangeiras (assim como os governos europeus estabeleceram barreiras alfandegárias para proteger as suas indústrias), a abertura dos portos principais a navios estrangeiros e o direito de ter áreas urbanas sob a sua administração (as “concessões”) subtraídas à autoridade chinesa.
Em 1898, a Grã-Bretanha anexou a Hong Kong, a península de Kowloon e os designados New Territories (Novos Territórios), concedidos pela China “por aluguer”, durante 99 anos. O descontentamento generalizado sobre estas imposições fez explodir uma revolta popular, no final do século XIX –Revolta dos Boxers - contra a qual interveio um corpo expedicionário internacional de 16 mil homens sob comando britânico, no qual a Itália também participou.
Desembarcou em Tianjin, em Agosto de 1900, saqueia Pequim e outras cidades, destruindo numerosas aldeias e massacrando a população. Posteriormente, a Grã-Bretanha assume o controlo do Tibete, em 1903, enquanto a Rússia czarista e o Japão dividiram a Manchúria, em 1907.
Na China reduzida a condições coloniais e semi-coloniais, Hong Kong torna-se o principal porto de comércio baseado na pilhagem dos recursos e na exploração esclavagista da população.
Uma massa enorme de chineses é forçada a emigrar, sobretudo para os Estados Unidos, Austrália e Sudeste Asiático, onde é coagida a condições semelhantes de exploração e discriminação.
Surge, espontaneamente, uma pergunta: em que livros de História estudam os jovens que pedem à Grã-Bretanha para “salvar Hong Kong”?
 
ilmanifesto, 17 de Setembro de 2019

Ver o original em 'Manuel Banet' (clique aqui)

Artigos relacionados

Tribunal escocês rejeita ordem de forçar primeiro-ministro britânico a...
Tribunal escocês rejeita ordem de forçar primeiro-ministro britânico a... Londres, 7 out (Xinhua) -- Uma tentativa legal de forçar o primeiro-ministro, Boris Johnson, a pedir à União Europei... 31 views Tue, 08 Oct 2019, 22:19:51
'Não houve progresso', diz presidente do Parlamento Europeu após reuni...
'Não houve progresso', diz presidente do Parlamento Europeu após reuni... © AP Photo / Kirsty Wigglesworth O presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, afirmou após reunião com... 34 views Wed, 09 Oct 2019, 13:37:41
«A arte da guerra»O 70º Aniversário da República Popular da China: A A... A China Popular não é de forma alguma uma ameaça militar para o resto do mundo; ela não se considera uma potência conq... 50 views Mon, 07 Oct 2019, 11:29:46
Como a Revolução Chinesa mudou o mundo
Como a Revolução Chinesa mudou o mundo Em 1 de outubro de 1949, Mao Tsé-Tung declarou uma vitória tremenda: o Partido Comunista Chinês havia prevalecido na l... 34 views Thu, 03 Oct 2019, 13:10:43
(Multimídia) Governo de Hong Kong continua com diálogos para resolver ...
(Multimídia) Governo de Hong Kong continua com diálogos para resolver ...   A Chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Hong Kong da China (RAEHK) Carrie Lam participa da... 24 views Mon, 30 Sep 2019, 16:58:29
China ajuda reforma do sistema de governança global, sem "reinventar a...
China ajuda reforma do sistema de governança global, sem "reinventar a... Beijing, 27 set (Xinhua) -- A China participará ativamente da reforma e desenvolvimento do sistema de governança glo... 32 views Fri, 27 Sep 2019, 15:25:48

China, Reino Unido

  • Criado em .
  • Visualizações: 39

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Vasco Graça updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades