• Início
  • Artigos
  • Mundo
  • Autoridades venezuelanas prosseguem investigações sobre acções de golpistas

Autoridades venezuelanas prosseguem investigações sobre acções de golpistas

MP determinou a responsabilidade de 72 envolvidos no golpe de Estado e no atentado contra Maduro. Arreaza respondeu aos presidentes colombiano e argentino, que puseram em causa a legitimidade de Nicolás Maduro.

Retrato de graffiti com mulher. Caracas, Venezuela, 9 de Março de 2015. Os EUA tinham acabado de emitir sanções contra a Venezuela, a pretexto de que o país seria uma «ameaça à sua Segurança Nacional". CréditosJorge Silva / Reuters

Numa conferência de imprensa ontem dada na sede do Ministério Público (MP) em Caracas, o procurador-geral da República da Venezuela, Tarek William Saab, explicou que, no âmbito das investigações sobre o atentado contra o chefe de Estado, perpetrado a 4 de Agosto de 2018, foram indiciadas 38 pessoas, 31 das quais estão actualmente na prisão (às restantes sete foram aplicadas medidas alternativas à privação da liberdade).

O procurador acrescentou que existem mandados de detenção para mais 15 pessoas, mas que estas se encontram fora do país. Neste sentido, disse esperar que «a Colômbia e os Estados Unidos entreguem à Venezuela» as pessoas que são alvo de investigação criminal, informa a AVN.

No que respeita à tentativa de golpe de Estado conhecida como «Operação Liberdade», executado no passado dia 30 de Abril, William Saab, referiu que há 34 indivíduos sob investigação, 17 dos quais foram presos e indiciados.

Fazendo uma espécie de balanço da actividade da instituição que dirige, o procurador lembrou que «este ano esteve marcado por acções desestabilizadoras», sublinhando, no entanto, que «cada um dos responsáveis será julgado por essas acções», refere a Prensa Latina.

Na conferência de imprensa, Saab destacou ainda o papel do MP na luta contra a corrupção e contra o narcotráfico, tendo revelado que, ao longo deste ano, a instituição recebeu 3464 casos relativos a narcotráfico.

«A Nossa América quer o fim da produção de drogas na Colômbia e dos pacotes neoliberais na Argentina»

«A Nossa América quer o fim da produção e tráfico de drogas, violação de Direitos Humanos, o fim da guerra, do paramilitarismo, dos "falsos positivos" e da narcopolítica na Colômbia e o povo argentino quer o fim do infame e falhado pacote neoliberal selvagem de Macri», escreveu esta terça-feira o ministro venezuelano dos Negócios Estrangeiros, Jorge Arreaza, na sua conta de Twitter.

Jorge Arreaza respondeu de forma categórica às declarações de cariz intervencionista proferidas, em Buenos Aires, pelos presidentes colombiano e argentino

Estas afirmações de Arreaza surgem na sequência das declarações de cariz intervencionista proferidas, no dia anterior, em Buenos Aires, pelos presidentes da Colômbia, Iván Duque, e da Argentina, Mauricio Macri.

O chefe de Estado argentino declarou a vontade de «acabar com o usurpador Nicolás Maduro», obliterando o facto de que o presidente venezuelano foi reeleito, em Maio de 2018, com mais de 67% dos votos. Por seu lado, Iván Duque pediu que se «acelere» o cerco diplomático de modo «a alcançar o fim da usurpação e da ditadura, o governo de transição e o reestabelecimento da democracia» na Venezuela.

Ver original em "AbrilAbril" na seguinte ligação:

https://www.abrilabril.pt/internacional/autoridades-venezuelanas-prosseguem-investigacoes-sobre-accoes-de-golpistas

Artigos relacionados

Maduro: Trump odeia latino-americanos, em especial, os venezuelanos
Maduro: Trump odeia latino-americanos, em especial, os venezuelanos © Sputnik / Stringer O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse em conversa com o ex-mandatário equato... 23 views Fri, 20 Sep 2019, 13:44:32
Delegadas de 61 países no Congresso Internacional de Mulheres, em Cara...
Delegadas de 61 países no Congresso Internacional de Mulheres, em Cara... Com o lema «Pela Paz e a Solidariedade entre os Povos», o I Congresso Internacional de Mulheres decorre até dia 22, te... 22 views Fri, 20 Sep 2019, 00:32:36
Juan Grillo: Chamar a Venezuela de “narcogoverno” é hipócrita e comple...
Juan Grillo: Chamar a Venezuela de “narcogoverno” é hipócrita e comple... A acusação midiática de conluio entre o governo venezuelano e o narcotráfico não é nova. Em 19 de janeiro de 2008, o c... 24 views Wed, 18 Sep 2019, 11:53:47
EUA ativam tratado TIAR contra Venezuela
EUA ativam tratado TIAR contra Venezuela © AP Photo / Assessoria de Imprensa do Miraflores / Jhonn Zerpa Os Estados Unidos e seus aliados invocaram o... 34 views Wed, 18 Sep 2019, 01:19:02
Reactivação da Aliança Militar continental dos EUA   Doze Estados membros do Tiar (dito também «Pacto do Rio») decidiram reactivar a organização devido ao risco ... 18 views Sun, 15 Sep 2019, 13:34:55
A Venezuela e o bolsonarismo de joelhos para a Casa Branca
A Venezuela e o bolsonarismo de joelhos para a Casa Branca A posição do governo Bolsonaro de apoiar com ativismo a decisão dos Estados Unidos de unir dez países para acionar... 29 views Sat, 14 Sep 2019, 23:07:13

Venezuela

  • Criado em .
  • Visualizações: 67

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Vasco Graça updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades

Eventos

21
Set.
PATXI ANDION 50 ANIVERSARIO
sábado, 21 Set. 2019 - 21:00
  1.  Administração web
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate