• Início
  • Artigos
  • Mundo
  • Joseph Stiglitz diz que Trump quer voltar à lei da selva
  • Carlos Esperança in 'PONTE EUROPA'
  • Mundo

Nelson Mandela – 10 de maio de 1994

Há um quarto de século, Nelson Mandela, ao tomar posse como presidente da África do Sul, declarou «Nunca, nunca e nunca de novo esta bela terra experimentará a opressão de um sobre o outro».

Esse dia ficou na História porque a história de uma vida singular o tornou possível. O pacifista que defendeu uma sociedade democrática e pluriétnica para um país livre é a maior referência ética africana e das maiores da Humanidade.

O velho prisioneiro e primeiro presidente da África do Sul livre, condenado a prisão perpétua, resistiu ao cativeiro 27 anos e ao ódio e à vingança o resto da sua vida. Foi distinguido com o Prémio Nobel da Paz e foi maior o prestígio para o Prémio do que para o premiado.

O líder da resistência não-violenta da juventude, fora julgado por traição. Foragido, foi capturado pelo governo racista, em 1962, com apoio da CIA. O advogado dos direitos humanos entrou num cárcere do regime de segregação racial e esse prisioneiro, 46 664, tornou-se o símbolo dos que não desistem de transformar o Mundo e mudou o país que era coutada só de alguns.

Em 1987, o PM português, Cavaco Silva, mandou votar contra uma resolução da ONU que exigia a libertação incondicional de Mandela, apenas ao lado dos EUA, de Reagan, e do Reino Unido, de Thatcher, numa votação que registou 3 votos contra, 129 a favor e 23 abstenções. Foi a pequenez do mordomo na raiva comum ao Homem.

Um quarto de século é o pequeno lapso de tempo decorrido desde que Mandela entrou na História pela porta da honra e da glória, mas demasiado grande na vida de cada um de nós.

O seu exemplo na luta pelos direitos humanos e o despojamento com que renunciou ao poder criaram um paradigma de combatente dos direitos humanos e de governante, alterando o curso da história da alegada supremacia branca.

O Prémio Nobel da Paz de 1933 honrou a distinção com a dignidade com que exerceu o cargo e o desprendimento com que o deixou. A grandeza moral de quem perdoou aos carcereiros e aos países que foram cúmplices são a herança de um homem de exceção e patriota exemplar.

O prestigiado dirigente político (ANC), lutador incansável contra o apartheid e primeiro presidente negro da Africa do Sul não é apenas a figura ímpar da África do Sul e de todo o continente africano, é um excelso cidadão do mundo.

Há 23 anos, no firmamento negro, brilhou uma estrela de primeira grandeza.

Ver original em 'PONTE EUROPA' na seguinte ligação::

https://ponteeuropa.blogspot.com/2019/05/nelson-mandela-10-de-maio-de-1994.html

Tags:

Artigos relacionados

A dialética como arma geoestratégica do império da hegemonia unipolar
A dialética como arma geoestratégica do império da hegemonia unipolar África fornece um campo de visibilidade que prova a prática de conspiração Martinho Júnior, Luanda  &nb... 36 views Sun, 23 Jun 2019, 22:08:54
ÁFRICA, DA INÉRCIA À CATÁSTROFE - Martinho Júnior
ÁFRICA, DA INÉRCIA À CATÁSTROFE - Martinho Júnior PARA ÁFRICA, HOJE JÁ É TARDE DEMAIS! Martinho Júnior, Luanda   1- Todos os indicadores sobre Á... 80 views Fri, 03 May 2019, 14:37:53
África do Sul | 25 anos após apartheid, sonho de Mandela ainda é "mira...
África do Sul | 25 anos após apartheid, sonho de Mandela ainda é "mira... Um quarto de século após o fim do "apartheid", a corrupção, a desigualdade social e o racismo ainda caracterizam... 56 views Sat, 27 Apr 2019, 14:37:41
União Africana faz ultimato a militares sudaneses
União Africana faz ultimato a militares sudaneses Se dentro de 15 dias as Forças Armadas do Sudão não transferirem o poder para uma autoridade transitória liderad... 66 views Wed, 17 Apr 2019, 10:10:37
Arábia Saudita e Emirados Árabes saúdam 'governo militar de transição'...
Arábia Saudita e Emirados Árabes saúdam 'governo militar de transição'... © Foto : Stringer A Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos resolveram reconhecer o governo militar que d... 62 views Sun, 14 Apr 2019, 20:36:14
Mídia: сom golpe de Estado, exército derruba presidente do Sudão (FOTO...
Mídia: сom golpe de Estado, exército derruba presidente do Sudão (FOTO... © REUTERS / Stringer O Exército do Sudão derrubou o presidente Omar al-Bashir após várias semanas de protes... 45 views Thu, 11 Apr 2019, 09:43:48

África

  • Criado em .
  • Visualizações: 67
Participe na Rede

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha