A batalha do Idleb é adiada

Os Presidentes russo e turco reuniram-se em Sochi, em 17 de Setembro de 2018

Desde a sua reunião anterior, em 7 de Setembro, em Teerão, a Rússia endureceu o tom, evocando pela primeira vez, a natureza ilegal da presença militar turca em Idleb. Sublinhou que essa mesma presença deveria terminar.

Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdoğan assinaram, antes de tudo, acordos de cooperação económica a respeito da construção do gasoduto Turkish Stream e da central nuclear civil de Akkuyu; acordos particularmente bem-aceites por Ankara, cuja economia acaba de desmoronar brutalmente.

Em relação à zona ocupada actualmente pelos jihadistas e pelo exército turco na Síria - zona que corresponde aproximadamente à província de Idleb - os dois Estados decidiram dar-se uma nova oportunidade de separar a oposição armada síria dos jihadistas.

Acordos idênticos de não escalagem foram estabelecidos para esta região e para outras no passado, seja com os Estados Unidos ou com a Turquia. Todos falharam e tornaram-se obsoletos ao fim de seis meses. Na prática, descobriu-se que os jihadistas e a oposição armada síria são compostos pelos mesmos homens, que são mercenários antes de serem militantes. Frequentemente, eles pertenceram a vários grupos durante os sete anos de conflito, mudando de um para o outro, consoante as oportunidades financeiras.

A República Árabe da Síria já havia feito saber que considerava prudente adiar a libertação de Idleb para depois das eleições legislativas dos Estados Unidos, em 6 de Novembro. De facto, em caso de ataque, teria sido suficiente ao Reino Unido concretizar uma operação química de falsa bandeira para forçar o Presidente Trump a atacar a Síria, durante sua campanha eleitoral.

O Presidente Erdoğan apresenta ao seu povo o acordo que ele acaba de concluir como uma dupla vitória: ele teria salvaguardado a população civil de Idleb da guerra e teria obtido contratos vantajosos da Rússia.

No entanto, a realidade é bem diferente: a Turquia estava numa posição de grande fraqueza para negociar com o seu inimigo histórico e amigo de um dia, a Rússia. A sua economia só sobrevive graças à presença dos turistas russos e Moscovo já mostrou que eles podiam chegar ou partir, num instante.

Os acordos económicos afastam um pouco mais, Ancara da NATO.

Será estabelecida, em 5 de Outubro, uma linha de demarcação entre a zona jihadista e o resto da Síria. Esta zona desmilitarizada estará sob a responsabilidade conjunta da Rússia e da Turquia. As tropas turcas deveriam recuar alguns quilómetros dentro da actual zona, de modo a deixar os sírios libertar a autoestrada que liga Damasco a Alepo.

Assim, a Rússia afasta a Turquia dos ocidentais, evita colocar o seu aliado sírio em perigo e continua a libertação de seu território sem ter de envolver-se em combates.





Ver original na 'Rede Voltaire'



Artigos relacionados

A Turquia, em busca de poderio
A Turquia, em busca de poderio     Thierry Meyssan*   Embora alegrando-se a propósito, a imprensa internacional interpreta a rev... 37 views Sat, 15 Feb 2020, 23:11:45
Escalada para guerra? Tensão entre Síria e Turquia cresce com violênci...
Escalada para guerra? Tensão entre Síria e Turquia cresce com violênci... © AP Photo / Lefteris Pitarakis A tensão em Idlib entre Síria e Turquia aumentou nesta segunda-feira (10),... 52 views Thu, 13 Feb 2020, 15:38:16
Serguei Lavrov: Caracas e Moscovo ampliam cooperação militar
Serguei Lavrov: Caracas e Moscovo ampliam cooperação militar   O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, defendeu hoje que Caracas e Moscovo ampliem ... 31 views Sun, 09 Feb 2020, 01:03:43
A Turquia manda abater 4 oficiais do FSB russo
A Turquia manda abater 4 oficiais do FSB russo   As relações entre a Turquia e a Rússia atravessam uma crise muito mais grave do que quando milicianos turcom... 37 views Sun, 09 Feb 2020, 00:31:14
A Turquia prepara-se para a guerra contra a Síria e contra a Rússia
A Turquia prepara-se para a guerra contra a Síria e contra a Rússia   Durante o seu discurso aos parlamentares do seu partido, em 5 de Fevereiro de 2020, o Presidente Recep Tayyi... 49 views Sun, 09 Feb 2020, 00:37:50
Turquia segue enviando equipamento militar para Idlib, na Síria
Turquia segue enviando equipamento militar para Idlib, na Síria © AP Photo / Ugur Can A Turquia continua realizando a transferência de armas e veículos blindados para seus ... 33 views Fri, 07 Feb 2020, 00:17:30

Rússia, Turquia

  • Criado em .
  • Visualizações: 57

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Vasco Graça updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate