• Inicio
  • Artigos
  • Mundo
  • Uma análise “em contra corrente” da solidariedade na União Europeia

Uma análise “em contra corrente” da solidariedade na União Europeia

A resposta da UE ao surto de COVID-19 e a necessidade de uma ...
 

O tema da solidariedade no interior da União Europeia (UE) tem vindo a ser objecto de debates intensos e acalorados. Tal vinha acontecendo, desde há bastante tempo, antes da pandemia da Coronavírus – 19, mas com a propagação e efeitos destruidores desta a questão tornou-se mais premente.

 

 
A solidariedade entre países, pessoas e organizações tem, na UE, entre outras, razões de natureza conjuntural e razões de natureza estrutural, embora umas e outras devam ser consideradas como interdependentes.

Os fundamentos da solidariedade na UE

 

Importa que, a propósito da UE, nos interroguemos e procuremos compreender os fundamentos da solidariedade, bem como as motivações dos que entendem que o volume dos fundos financeiros, para isso mobilizados é, ou não é, suficiente. Naturalmente que me estou a referir às manifestações de solidariedade institucional e não entre indivíduos. O debate em torno da solidariedade institucional na UE tem levado, até que, hoje, haja quem se interrogue sobre se a UE Europeia sobreviverá se determinados limiares de financiamento não forem atingidos.

 

 
Quando refiro as motivações de ordem conjuntural, pretendo ter em conta as mobilizações de solidariedade previstas ou indispensáveis por ocasião de calamidades públicas tendo, em geral, origem em fenómenos da natureza ou em outros cujas causas não se conhecem completamente, mas cujas consequências não podem esperar que elas sejam identificadas para poderem ser debeladas, como é o caso dos terramotos, cheias e da pandemia agora em curso.

 

 
As reservas mais sérias têm vindo de países que entendem que se se lhes está a pedir para que financiem essa solidariedade é porque é reconhecido que eles souberam precaver-se, como as formigas, e não entendem porque é que os que, agora, clamam por maior apoio, se comportaram no passado como cigarras. Vejam-se, por ex.,  as posições que têm vindo a ser tomadas a propósito dos “eurobonds”.

 

 
Contudo, não basta dizer que esses países se comportaram como cigarras, para que efetivamente o seu comportamento se possa caracterizar como tal. Não se desenvolve aqui a questão de saber em que medida é que o que parece ser o comportamento de cigarra tem ou não origens que nada têm a ver com preguiça, descuido, falta de esforço, etc.

 

 
Importa, agora, que nos interroguemos sobre os fundamentos e sobre o questionamento que tem vindo a ser feito acerca da solidariedade institucional, tendo em conta o espanto gerado, nos países do sul, pelo facto, de os financiamentos destinados às reformas estruturais não aumentarem quanto se desejaria ou de os horizontes temporais serem mais limitados do que o que antecipava.

 

 
Uma das componentes essenciais do projeto europeu é o de constituir, em cada um e no conjunto dos países aderentes, economias de bem-estar. Foi entendido que o projeto tinha como elementos estruturais, a construção de um mercado alargado, competitivo e coeso. No entanto, os diferentes países integrantes da UE não se encontravam, à partida, dotados de idênticos níveis de desenvolvimento e de iguais capacidades susceptíveis de garantir que aquelas condições eram preenchidas e o objetivo de bem-estar podia ser atingido com celeridade.

 

 
Face a esta situação o conjunto dos países aderentes têm entendido que o desenvolvimento de uma economia de bem-estar global é um objetivo que, apesar disso, vale bem a pena ser prosseguido, mesmo que para o efeito os mais desenvolvidos tenham que financiar a superação do atraso dos menos desenvolvidos. Uma vez ultrapassados os bloqueamentos todos ficariam a ganhar, incluindo os financiadores porque, com os resultados conseguidos, o retorno seria superior para todos e mais que compensaria os montantes gastos com a ajuda. Os países mais ricos aceitavam ajudar os mais pobres a transformar as suas estruturas económicas, sociais e institucionais, de modo a que cada um, na sua diversidade, se tornasse competitivo, promovendo, desse modo, também, a competitividade global.

 

 
A criação dos Fundos Estruturais
Com esse fundamento foram criados e desenvolveram-se os designados Fundos Estruturais. Um dos mais relevantes foi o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), que tinha como vocação financiar projetos ao nível das regiões, porque se considerou, acertadamente, que as assimetrias no desenvolvimento das regiões eram uma explicação importante para a existência de debilidades e ineficiências a nível nacional e mesmo europeu.

 

 
Os doadores tinham como pressuposto que a solidariedade não deveria ser considerada como uma componente permanente do funcionamento dos sistemas económicos e sociais dos países apoiados, mas deveria, antes, ser encarada como uma espécie de medicamento que se dá a um doente na expectativa de que ele possa recuperar dentro de um certo horizonte temporal. Isto é, a dose do medicamento deve ser proporcional à gravidade das debilidades do paciente e que só tem sentido ser tomado se o for durante um tempo limitado.

 

 
Se o doente não recupera como se esperava, o que se pensou que poderia ser o remédio, pode transformar-se num veneno que vai intoxicar outras partes do organismo. É, no entanto, verdade que, em termos da UE, nunca foi definido, com precisão, qual o tempo que seria necessário que o remédio fosse ser administrado.

 

 
O horizonte temporal limitado foi assumido, quer pelos poderes públicos dos países que fornecem o auxílio, quer pelos seus cidadãos. Passadas algumas décadas de funcionamento dos Fundos Estruturais, os países doadores passaram a prestar mais atenção aos resultados obtidos com a ajuda fornecida.

 

 
Pouco a pouco foi-se tomando consciência, nesses países, de que a operacionalização da ajuda tinha muitas componentes de ineficácia, por ineficiência da afetação de recursos, por controles desajustados em relação aos objetivos que se queriam atingir e, com efeitos mais desastrosos, pelo desenvolvimento de componentes de corrupção cada vez mais aprofundados (seja isso verdadeiro ou falso), pelo menos, na medida que os países doadores e os seus nacionais o percepcionam.

 

 
Por outro lado, nos países receptores, criou-se a mentalidade de que como são mais frágeis têm direito a ser permanente ajudados. Veja-se a forma como parte dos seus cidadãos e responsáveis políticos olham para os Quadros Comunitários de Apoio, como se pudessem ser figuras de repetição de financiamento comunitário, sem prazo.

 

 
É por isso que quando os doadores colocam questões acerca da eficácia da ajuda, logo os receptores afirmam que com tal comportamento, os primeiros mais não conseguem de que destruir a construção europeia. É legítimo que se pergunte: e os beneficiários da ajuda, pelo seu comportamento, não a destroem também?

 

 
Teremos de reconhecer que é indispensável ultrapassar este fosso que se aprofunda entre alguns países doadores e países beneficiários. Só o diálogo e as negociações, onde as partes se mostrem disponíveis para ouvir as boas razões de uns e outros é que permitirá que o processo de integração se reforce e tenha continuidade.

 

Ver original em 'Areia dos Dias' na seguinte ligação:

http://areiadosdias.blogspot.com/2020/05/uma-analise-em-contra-corrente-da.html

Artigos relacionados

União Europeia rejeita aliança global da OMS para aquisição de vacinas e busca priorizar europeus
União Europeia rejeita aliança global da OMS para aquisição de vacinas e busca priorizar europeus   O bloco europeu está conversando com várias farmacêuticas para obter suas vacinas contra coronavírus em potencial por antecipação     Reuters - A União Europeia não está interessada em compr... 98 views Fri, 24 Jul 2020,
Conselho Europeu evidencia desigualdades e assimetrias
Conselho Europeu evidencia desigualdades e assimetrias As conclusões da reunião representam para Portugal um aumento circunstancial dos montantes, mas em condições mais desfavoráveis por imposição dos países beneficiários do mercado único e do Euro. Vista da sala durant... 53 views Thu, 23 Jul 2020,
UE? Que nojo!
UE? Que nojo!     Que Portugal integra uma pseudo União Europeia que se destina a vantagens para os países ricos e algumas sobras para os países pobres que esses mesmos países ricos neocolonializam e exploram, já sabem... 110 views Mon, 20 Jul 2020,
Irlandês Paschal Donohoe sucede a Centeno no Eurogrupo
Irlandês Paschal Donohoe sucede a Centeno no Eurogrupo Aidan Crawley / Lusa   Paschal Donohoe, ministro das Finanças irlandês, ganhou o frente-a-frente com Nádia Calviño, vice-primeira-ministra de Espanha, à segunda volta e sucede a Mário Centeno no Eurogrupo.... 55 views Fri, 10 Jul 2020,
Têm todos mais encanto...
Têm todos mais encanto... Depois de anos a insistir no cumprimento cego das metas orçamentais europeias, Centeno deixa um aviso para os riscos da sua própria abordagem. À saída é fácil. Ver original em 'Ladrões de Bicicletas' (aqui)... 61 views Thu, 09 Jul 2020,
União Europeia reabre fronteiras a 15 países. EUA, Brasil e PALOP ainda ficam de fora
União Europeia reabre fronteiras a 15 países. EUA, Brasil e PALOP ainda ficam de fora Patrick Seeger / EPA   Os Estados-membros da União Europeia decidiram hoje reabrir as fronteiras externas a partir de quarta-feira a 15 países cuja situação epidemiológica da covid-19 consideram satisfatór... 61 views Wed, 01 Jul 2020,

Comentários (0)

Rated 0 out of 5 based on 0 voters
There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Rate this post:
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

União Europeia

  • Criado em .
  • Visualizações: 85
Uma análise “em contra corrente” da solidariedade na União Europeia
Note 0 sur 5 Pour 0 votes

Publicações mais recentes

Filtrar por categoria
13, agosto 2020

Será que há milhões de uigures detidos na China?

em Mundo

por resistir.info

– As proclamações contra Pequim de uma ONG apoiada pelos EUA e de um "investigador guiado por Deus" por Ajit Singh e Max Blumenthal As proclamações de que a China deteve milhões de muçulmanos uigures…
13, agosto 2020

“Pandemia de sem-abrigo” nos EUA. Há 30 milhões de pessoas sob risco de despejo

em Mundo

por ZAP in ZAP

(CC0/PD) abhishek goel / Pexels   Nos Estados Unidos da América avizinha-se uma “pandemia de sem-abrigo”. Até ao final de setembro, 30 milhões de norte-americanos estão em risco de despejo devido à covid-19.   Nos…
13, agosto 2020

PJ investiga ameaças a 3 deputadas, à SOS Racismo e aos familiares. “Têm 48 horas para sair de Portugal”

em Portugal

por ZAP in ZAP

José Sena Goulão / Lusa A Polícia Judiciária está a investigar um e-mail enviado a um grupo de dez pessoas em que é dado um prazo de 24 horas para que as mesmas abandonem “território…
13, agosto 2020

Talvez fosse melhor zerar o Novo Banco

em Portugal

por in 'Estátua de Sal'

(Francisco Louçã, in Expresso Diário, 12/08/2020) Agora, no mais fresco destes escândalos, descobre-se que a Comissão Europeia obrigou a venda de um dos ativos do banco, uma companhia seguradora, que o candidato escolhido foi um…
13, agosto 2020

Cofina oferece 35 milhões pela totalidade do capital da dona da TVI

em Portugal

por Pedro Miguel Coelho

Se a história do negócio da aquisição da Media Capital por parte da Cofina fosse uma telenovela, seria daquelas com várias temporadas. Depois de ter desistido do negócio, a holding detentora do Correio da Manhã…
13, agosto 2020

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

em Portugal

por Lusa in ZAP

miqmat / Flickr   O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos…
13, agosto 2020

QUANDO OS TRATADOS SE ASSINAM PARA SEREM VIOLADOS

em Mundo

por in 'O Lado Oculto'

Os aviões Tornado da Força Aérea italiana, com base em Ghedi, podem usar armas nucleares - sob comando dos Estados Unidos 2020-08-12 É suposto que a assinatura dos tratados internacionais implica o respectivo cumprimento. Nisso…
13, agosto 2020

Regresso às aulas na Alemanha

em Portugal

por António Duarte

Na Alemanha, o novo ano lectivo já começou, embora nem todos estados tenham já iniciado as aulas. O que possibilita, informa o Público, que aqueles que começam mais tarde olhem atentamente para os constrangimentos que…
13, agosto 2020

Assad: novas sanções contra Síria são estratégia americana de assédio para estrangular povo sírio

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© REUTERS / SANA A Lei César, conjunto de sanções contra a Síria impostas pelos EUA, não são ato isolado, mas parte de estratégia para estrangular o povo, disse nesta quarta-feira (12) o presidente sírio,…
13, agosto 2020

Medusas deixam praias de Cascais e concentram-se no Magoito

em Cascais

por CASCAIS24

Por Redação 12 agosto 2020 A interdição a banhos nas praias de São Pedro do Estoril e de Carcavelos foi levantada esta quarta-feira, à tarde, com o içar da Bandeira Verde, disse, a Cascais24, o…
13, agosto 2020

Juan Carlos e o franquismo

em Mundo

por Carlos Esperança in 'PONTE EUROPA'

      Não interessa quando ou onde se nasce ou morre, importa saber como se vive e o legado que se deixa no campo ético, político ou social.   A guerra civil espanhola foi…
13, agosto 2020

Mordeu GNR à civil que lhe travou fuga depois de furto em supermercado

em Cascais

por CASCAIS24

  Por VALDEMAR PINHEIRO 12 agosto 2020 Um militar da GNR, à civil, 41 anos, foi mordido no antebraço esquerdo ao travar, esta terça-feira, ao final da tarde, a fuga de um homem suspeito de…
13, agosto 2020

Protestos na Bielorrússia: o que está por trás da bandeira da oposição?

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Sergei Grits A Bielorrússia tem sido governada desde 1994 por Aleksandr Lukashenko, que foi reeleito com 80% dos votos neste domingo (9), motivo pelo qual o país europeu tem presenciado fortes…
13, agosto 2020

GUERRA AO CORONAVÍRUS OU GUERRA AOS POBRES?

em Mundo

por Manuel Banet, ele próprio

      Oiça John Pilger, denunciando a hipocrisia dos que fazem demagogia com elogios ao NHS, mas que contribuíram para desmantelar o prestigiado sistema público de saúde do Reino Unido e continuam a fazê-lo…
13, agosto 2020

Tragédia anunciada: Amazônia continua ardendo

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

  A Amazônia 1024 × 576brasileira continua sofrendo com o descaso das autoridades públicas, enfrentando novos grandes focos de incêndio que consomem a floresta, símbolo da diversidade da natureza do país. Em 2020, durante o…
13, agosto 2020

Bielorrússia: Violência sobre manifestantes pacíficos deve ser investigada

em Mundo

por Jornal Tornado in 'O TORNADO'

Amnistia Internacional Depois de conhecidos os resultados das eleições na Bielorrússia, manifestantes pacíficos que saíram às ruas foram alvo de violência policial. A Amnistia Internacional pede a libertação imediata de manifestantes pacíficos e ativistas políticos,…
13, agosto 2020

Vencer o Medo por Edgar Silva

em Portugal

por Abril de Novo Magazine

    Edgar Silva lançou, recentemente, uma nova obra - «Vencer o Medo» - que aborda o importante papel da Comissão Nacional de Socorro aos Presos Políticos (CNSPP) durante a ditadura em Portugal. O estudo…
13, agosto 2020

O cumprimento dos objetivos traçados

em Portugal

por jorge rocha in 'Ventos Semeados'

A herança de Mariano Gago continua a potenciar-se de acordo com os últimos números publicados pela Direção-Geral de Estatísticas de Educação e Ciência: em 2019 superou-se o máximo histórico da despesa total em investigação e…
13, agosto 2020

Covid19: Todas as críticas à vacina russa

em Mundo

por Página Global

      Ela não chegou à decisiva fase 3 de testes. Não está disponível documentação sobre provas anteriores. Aplicá-la colocaria em risco as populações. Mas que teria levado Putin, conhecido pelo cálculo estratégico refinado,…
13, agosto 2020

A vacina Sputnik V como salvadora da humanidade

em Mundo

por Página Global

    Kirill Dmitriev    O êxito russo no desenvolvimento da vacina para COVID-19 tem raízes históricas O "momento Sputnik" aconteceu. A vacina russa Sputnik V foi lançada, tornando-se a primeira vacina contra a COVID-19 registrada…
13, agosto 2020

O fantasma das nacionalizações e a inépcia do Estado-accionista passivo

em Portugal

por Nuno Ivo Gonçalves in 'O TORNADO'

  Depois da revolução de Abril o sector público empresarial consolidou-se e cresceu, tendo estado por momentos em discussão em que medida iria crescer e qual o instrumento, se a aquisição por processos de direito…
13, agosto 2020

Mais de 97.000 crianças nos EUA testaram positivo para COVID-19 na segunda metade de julho

em Mundo

por XINHUA Português

Washington, 10 ago (Xinhua) - Mais de 97.000 crianças americanas testaram positivo para COVID-19 nas últimas duas semanas de julho, de acordo com novos dados da Academia Americana de Pediatria Associação de Hospitais Infantis. A…
13, agosto 2020

Andam nazis impunes à solta em Portugal

em Portugal

por Página Global

Sem lugar para dúvidas e mais tolerâncias/cobardias perante o que está a acontecer nos ataques da extrema-direita à democracia.   São nazi-fascistas-racistas-xenófobos que de dia para para dia estão a descarregar com maior descaramento e…

Últimos posts (Conversando à beira-mar)

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • LEGALIZAÇÃO DAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO

    Um debate que provavelmente vai ganhar dimensão.
    Legalização da prostituição - petição apresentada na A.R
    Gravação da reunião na Assembleia da República
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Homicidal Cops Caught On Police Radio
    #TheJimmyDoreShow
    Homicidal Cops Caught On Police Radio
    42 219 visualizações
    •05/06/2020
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades

página no Facebook

[an error occurred while processing this directive]
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate