• Entrada
  • Artigos
  • Mundo
  • Coronavírus: existe uma lógica genocida por trás do falso dilema entre a economia e vidas

Coronavírus: existe uma lógica genocida por trás do falso dilema entre a economia e vidas

 
 
“A vida em primeiro lugar, mas, sem emprego, a sociedade enfrentará um problema tão grave quanto a doença: a miséria”, regurgitou Bolsonaro. É mais uma ideia estúpida, sem nenhum sentido lógico, que condiz plenamente com o que se espera do nosso futuro ex-presidente.
 
 
Ele fala como se a miséria já não fosse um problema brasileiro. A sua existência não é só uma obviedade como vem se intensificando com as políticas anti-pobre comandadas pelo seu governo, principalmente as medidas ultraliberais de Paulo Guedes na economia. Todas as políticas de enfrentamento da miséria, como Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, por exemplo, vêm sendo desidratadas. Para salvar o caixa dos empresários durante a pandemia, o governo chegou a criar uma medida provisória autorizando a suspensão de salários por quatro meses. Apesar da revogação desse ponto, o texto continua ferrando o trabalhador: permite corte de 25% do salário, sem redução de carga horária e sem seguro-desemprego.
 
Essa preocupação repentina com a miséria expressa na fala do presidente, claro, é estratégia demagógica para esconder a real intenção do governo: proteger os interesses das elites que patrocinaram a eleição da extrema direita.
 
Seguindo uma estratégia anunciada por Donald Trump, que desistiu dela no dia seguinte, Bolsonaro contrariou as recomendações do seu ministro da Saúde e defendeu o chamado isolamento vertical — apenas idosos e pessoas do grupo de risco seriam isolados, e o resto da população poderia circular normalmente. A tese que move essa ideia é a de que os impactos econômicos decorrentes do isolamento total causarão mais mortes que o próprio coronavírus e, por isso, seria necessário encontrar um equilíbrio. A experiência de outros países mostra como essa ideia é estapafúrdia. Desde o início da epidemia na China, o governo brasileiro teve dois meses para analisar quais medidas deram certo no mundo. A medida mais óbvia, que virou um consenso entre os epidemiologistas do mundo, é justamente o isolamento horizontal (total).
 
Todos os países que adiaram o isolamento total da população demoraram mais para conter o avanço da contaminação. A Itália inicialmente testou o isolamento vertical, mas desistiu quando viu o vírus se espalhando com muito mais rapidez do que nos países que adotaram o isolamento horizontal. O prefeito de Milão, na Itália, reconheceu que errou ao apoiar a campanha “Milão não para”, que incentivava os moradores da cidade a viverem normalmente, mesmo com a pandemia. Segundo ele, há um mês “ninguém ainda havia entendido a virulência do vírus”.
 
Nas redes sociais, os bolsonaristas encamparam campanha de nome parecido: #OBrasilNãoVaiParar. A hashtag é o lema de uma campanha publicitária na qual o governo federal está investindo R$ 4,8 milhões. Supostamente preocupado em combater a miséria, Bolsonaro irá incentivar os brasileiros a voltar à vida normal, o que, na prática, levará muitos deles à morte.
 
negligência dos italianos levou o sistema de saúde do país entrar em colapso e tornar o país líder no ranking de mortos pela doença. Bolsonaro tem plena ciência do fracasso dessas medidas e, mesmo assim, pretende adotá-las. As vidas que poderiam ser perdidas com o isolamento vertical entrariam na conta como mero efeito colateral de uma nobre ação para salvar a economia. Isso tem nome: necropolítica.
 
“A vida vem em primeiro lugar, mas” é uma frase de quem não considera a vida humana um valor absoluto. Claro, nós estamos falando do político que faz arminha com a mão, que revela publicamente seu desejo de metralhar adversários políticos e que disse que a ditadura militar deveria ter matado uns 30 mil. A frase soa como se a economia não fosse uma atividade humana, mas um deus a ser louvado e protegido, assim como seus apóstolos – os grandes empresários. A vida em primeiro lugar, mas o deus mercado acima de todos. Esse deus não se importa em sacrificar vidas para se proteger. Ainda mais se forem das pessoas mais vulneráveis às complicações do vírus, como as idosas, que participam menos da atividade econômica, ou de pobres, cuja mão de obra pode ser facilmente substituída pela de milhões de outros pobres desempregados. Existe uma lógica genocida por trás da fabricação desse falso dilema.
 
Há também uma lógica anticiência. Acaba de ser divulgado um estudo de economistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts e do FED (o banco central americano) sobre a pandemia da gripe espanhola em 1918. A conclusão é a de que as cidades que tomaram medidas drásticas mais cedo, como o isolamento total, além de reduzirem o número de mortos, tiveram suas economias menos prejudicadas em comparação com as que não tomaram. Não sejamos ingênuos imaginando que uma pesquisa patrocinada pelo governo americano convencerá Bolsonaro. Em tempos de terraplanismo no poder, uma pesquisa científica tem praticamente o mesmo valor que um vídeo circulando no WhatsApp de um médico picareta chamando o coronavírus de “gripezinha”.
 
Preocupados em conter maiores perdas das suas fortunas, vários grandes empresários e pastores aproveitaram a quarentena para gravarem vídeos demonstrando seu desapego à vida (alheia) humana. Roberto Justus, por exemplo, se colocou radicalmente contra o isolamento total, apelando para o falso dilema. Junior Durski, da rede de restaurantes Madero, também disse que “não podemos parar por conta de cinco ou sete mil pessoas que vão morrer”. Na ânsia de proteger seus negócios, o empresariado brasileiro ignora a experiência internacional, a ciência e coloca a vida humana em uma célula de Excel. As mortes de cinco ou sete mil idosos ou pessoas já acometidas por outras doenças não causarão nenhum impacto no mercado de trabalho. É esse o tipo cálculo que é feito por mentes perturbadas que acreditam possível que uma sociedade doente seja produtora de uma economia pujante.
 
Desde o início da pandemia, está claro que Bolsonaro age norteado pela missão de proteger suas bases eleitorais. Isso ficou ainda mais evidente quando, em reunião online com o governador João Doria para tratar da pandemia, o presidente decidiu lavar a roupa suja da última eleição com seu ex-aliado. Tanto a MP que ajuda os empresários quanto o decreto que liberou os cultos religiosos mostram que a prioridade do governo durante a pandemia é a contenção dos danos nos lucros de empresários e pastores. Enquanto as principais ações tomadas pelos governos no mundo — inclusive nos EUA de Trump — para conter o aprofundamento da crise foram no sentido de ajudar os mais pobres, aqui foram para ajudar os bancos e o alto empresariado.
 
Depois do presidente defender o isolamento vertical, o vice-presidente, Hamilton Mourão, correu para desmenti-lo e disse que a posição do governo é uma só: isolamento social e confinamento em massa. Bolsonaro, claro, não deixou por menos e declarou “o presidente sou eu. Os ministros seguem minhas recomendações”. Disse ainda que o ministro da Saúde já está convencido de que o isolamento vertical é a melhor estratégia. Esse bate-cabeça é uma síntese de como o presidente trata a epidemia: na base do improviso, negando a ciência, relativizando vidas humanas, mas sempre protegendo os interesses dos mais ricos.
 
The Intercept Brasil | João Filho | Imagem: Mauro Pimentel/AFP via Getty Images
 
 

------ 

 
ANTES QUE VOCÊ SAIA… Quando Jair Bolsonaro foi eleito, sabíamos que seria preciso ampliar nossa cobertura, fazer reportagens ainda mais contundentes e financiar investigações mais profundas. Essa foi a missão que abraçamos com o objetivo de enfrentar esse período marcado por constantes ameaças à liberdade de imprensa e à democracia. Para isso, fizemos um chamado aos nossos leitores e a resposta foi imediata. Se você acompanha a cobertura do TIB, sabe o que conseguimos publicar graças à incrível generosidade de mais de 11 mil apoiadores. Sem a ajuda deles não teríamos investigado o governo ou exposto a corrupção do judiciário. Quantas práticas ilegais, injustas e violentas permaneceriam ocultas sem o trabalho dos nossos jornalistas? Este é um agradecimento à comunidade do Intercept Brasil e um convite para que você se junte a ela hoje. Seu apoio é muito importante neste momento crítico. Nós precisamos fazer ainda mais e prometemos não te decepcionar.
 

Ver o original em 'Página Global' na seguinte ligação:

https://paginaglobal.blogspot.com/2020/03/coronavirus-existe-uma-logica-genocida.html

Artigos relacionados

Portugal | A maior mentira da pandemia
Portugal | A maior mentira da pandemia     Paulo Baldaia | TSF | opinião   Chegou a ser comovente a forma como encaramos o início da Cov... 6 views Sat, 30 May 2020, 22:51:06
Governo propõe fechar a Cinemateca, cuja presidência foi prometida a R...
Governo propõe fechar a Cinemateca, cuja presidência foi prometida a R...     247 - Depois de fritar Regina Duarte e anunciar que ela deixará a Secretaria Nacional de Cultura, ... 21 views Sat, 30 May 2020, 10:39:40
Cientistas encontram vestígios do novo coronavírus em resíduos do esgo...
Cientistas encontram vestígios do novo coronavírus em resíduos do esgo... © Foto / Divulgação / Grupo Águas de Portugal Cientistas da Universidade de Lisboa encontraram vestígios do ... 38 views Fri, 29 May 2020, 13:51:40
Bolsonaro volta a criticar isolamento e diz que fechar economia foi 'd...
Bolsonaro volta a criticar isolamento e diz que fechar economia foi 'd...     247 - Em sua live semanal nesta quinta-feira (28), Jair Bolsonaro voltou a defender o fim do isola... 19 views Fri, 29 May 2020, 01:06:34
Cascais sobe para 515 casos com 15 novos infectados
Cascais sobe para 515 casos com 15 novos infectados     No relatório de hoje, da Direcção Geral da Saúde (DGS) registou 15 novos casos no número de infeta... 110 views Mon, 25 May 2020, 15:11:46
 Brasil:   Fora governo assassino!
Brasil:   Fora governo assassino! – Organizar a luta popular contra a política genocida e golpista de Bolsonaro e Mourão por PCB [*]  O Brasil av... 104 views Thu, 21 May 2020, 15:28:10

Brasil, Covid-19

  • Criado em .
  • Visualizações: 102

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Filtrar por categoria
31, maio 2020

China | Duas reuniões fora do normal

em Mundo

por Página Global

    David Chan* | Plataforma | opinião   Na passada quinta e sexta-feira tiveram lugar as «Duas Reuniões» da Assembleia Popular Nacional e da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, adiadas devido à pandemia.…
31, maio 2020

Cascais soma mais 5 novos infectados aumentando para 551 casos

em Cascais

por Portal CASCAIS

  No relatório de hoje, da Direcção Geral da Saúde (DGS) registou 5 novos casos no número de infectados com o COVID-19 no Concelho de Cascais, subindo para 551 casos confirmados em Cascais. Os dados da…
31, maio 2020

PONTO – NEWSLETTER – INFORMAÇÃO SEM RUÍDO – PARCERIA com BRASIL DE FATO

em Mundo

por joaompmachado in 'A Viagem dos Argonautas'

  Selecção de Camilo Joseph   29 de maio de 2020   Olá,   o Brasil se torna definitivamente o epicentro mundial da pandemia de coronavírus, o que poderia ser evitado se tivéssemos um governo…
31, maio 2020

Emmanuel Macron diz que é tempo de pensar o impensável. Entrevista ao Financial Times

em Mundo

por franciscogtavares in 'A Viagem dos Argonautas'

Seleção e tradução de Francisco Tavares   Emmanuel Macron diz que é tempo de pensar o impensável. Entrevista ao Financial Times O presidente da França acredita que a pandemia do coronavírus transformará o capitalismo –…
31, maio 2020

A vingança do estado contra o mercado

em Mundo

por Brasil24/7

    A ascensão do neoliberalismo foi feito às custas de desqualificar o Estado. Que seria ineficiente, burocrático, arrecadador excessivo de impostos, que gastaria mal, que seria fonte da corrupção na sociedade. O Estado teria…
31, maio 2020

O espelho da pandemia

em Portugal

por Duarte Caldeira in AbrilAbril

Apesar de há 46 anos ter ocorrido uma revolução democrática e de o país ter evoluído em diversos indicadores, a Covid-19 revelou alguns problemas na sociedade que estão a montante da pandemia. A emergência sanitária…
31, maio 2020

CARTA DE BRAGA – “relato sobre as minhas algibeiras” por António Oliveira

em Mundo

por clara castilho in 'A Viagem dos Argonautas'

  ‘Aceito lições de quem é virtuoso, mas da Holanda, transformado no maior paraíso fiscal europeu, não aceito lições, era o que faltava! As lições aceito-as em alemão, não em flamengo!’ Este ‘desabafo’ de Romano…
31, maio 2020

Trabalhadores da Autoeuropa temem perda de centenas de postos de trabalho

em Portugal

por Lusa in ZAP

  A entidade coordenadora das Comissões de Trabalhadores da Autoeuropa assumiu hoje, em comunicado, recear a perda de centenas de empregos no parque industrial, que está sem condições para trabalhar sete dias por semana, após…
31, maio 2020

Ricos, pobres e mal agradecidos

em Mundo

por in 'Estátua de Sal'

(Miguel Sousa Tavares, in Expresso, 30/05/2020) Miguel Sousa Tavares Numa sociedade decente, os pobres têm direito a esperar que os impostos sobre os ricos não os deixem cair na miséria nem no abandono: não é…
31, maio 2020

Os ignorados e os invisíveis

em Portugal

por in 'Estátua de Sal'

(José Pacheco Pereira, in Público, 30/05/2020) Pacheco Pereira A pandemia,, que poderia ter tido um efeito de revelação da realidade, acaba por não o ter, não por causa do excesso de visibilidade de alguns, mas…
31, maio 2020

BE e CDS rejeitam “paraministros”. Só negoceiam com Costa e Centeno

em Portugal

por ZAP in ZAP

  O Bloco de Esquerda e CDS rejeitam negociações com “paraministros”, sublinhando que só discutem com membros do Governo, comentando a manchete do Expresso segundo a qual um gestor petrolífero está a assumir esse papel.…
31, maio 2020

Os adoradores do cao

em Mundo

por Abril de Novo Magazine

    Ajoelhados perante a “democracia” estadunidense, persignando-se frente ao dólar-cruz, os humanistas de máscara no bestunto olham-se nesse espelho onde escorre sangue e acham-se bonitos. No reflexo desse caco repugnante encontramos o Ministro dos…
31, maio 2020

Como idoso acho repugnante

em Portugal

por Abril de Novo Magazine

    Agostinho Lopes como idoso acho repugnante   Ou a suma hipocrisia. Há coisas que fazem revolver as tripas, sem ser comida estragada. No Público de 02MAI20 vem publicada a Opinião colectiva de um…
31, maio 2020

Os salazaristas e o neofascismo português

em Portugal

por Carlos Esperança in 'PONTE EUROPA'

  Os meus leitores habituais hão de ter notado que, cada vez que acuso a ditadura fascista, surgem salazaristas a defendê-la. As datas do opróbrio são para eles facadas, os crimes meros acidentes e a…
31, maio 2020

Moro tem palestra cancelada na Argentina e critica 'intolerância' e 'polarização' no país

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© REUTERS / Agustin Marcarian Após ter palestra virtual que realizaria para Universidade de Buenos Aires cancelada, ex-ministro da Justiça Sergio Moro disse que "houve um misto de intolerância e de pressão política num cenário…
31, maio 2020

Mais 13 mortos e 257 infetados com covid-19 em Portugal

em Portugal

por Página Global

    Há mais 13 óbitos associados à covid-19, 257 novos casos diagnosticados e mais 275 doentes recuperados nas últimas 24 horas.   No total, Portugal já registou 32203 casos de infeção (dos quais, 19186…
31, maio 2020

Onde está a liberdade de imprensa nos EUA?

em Mundo

por Página Global

    Em Minneapolis, uma equipe da CNN foi presa ao noticiar sobre os protestos populares. Uma prática autoritária inaceitável, sobretudo num país que tanto ostenta sua preocupação com a liberdade, opina Carla Bleiker.  …
31, maio 2020

Série da Netflix revela falhas nas investigações sobre quem matou Malcolm X, em 1965

em Mundo

por Marcos Aurélio Ruy, em São Paulo in 'O TORNADO'

Quais as semelhanças entre as investigações dos assassinatos do importante ativista pela igualdade racial nos Estados Unidos, Malcolm X, em 1965, e da então vereadora do PSol, Marielle Franco, em 2018?     As investigações…
31, maio 2020

Trump e a censura nas redes sociais

em Mundo

por António Duarte

«Usuário assíduo do Twitter, onde conta com mais de 80 milhões de seguidores, o presidente dos EUA teve algumas de suas postagens recentes moderadas pelo microblog. Na última terça-feira (26), duas de suas publicações sobre…
31, maio 2020

União Europeia pede que EUA reconsiderem decisão de sair da OMS

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© REUTERS / Jonathan Ernst Neste sábado (30), o chefe de Relações Exteriores da União Europeia (UE), Josep Borrell e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, pediram aos Estados Unidos por meio…
31, maio 2020

Portugal | A pobreza dá menos saúde

em Portugal

por Página Global

    Inês Cardoso | Jornal de Notícias | opinião Muitos defensores de um confinamento rígido, prolongado se possível até que haja vacina para a covid-19, insistem no argumento de que a economia não pode…
30, maio 2020

Recibos verdes e sócios-gerentes já podem pedir apoio relativo a maio

em Portugal

por Lusa in ZAP

  O formulário para os trabalhadores independentes e sócios-gerentes pedirem o apoio criado no âmbito da pandemia covid-19, relativo a maio, fica hoje disponível na Segurança Social Direta, podendo ser entregue até 9 de junho.…
30, maio 2020

Brasil tem mais de 100 crianças e jovens até 19 anos mortos pela Covid-19

em Mundo

por Brasil24/7

    247 - O Brasil tem 141 crianças e jovens até 19 anos mortos por conta do coronavírus, de acordo com o último boletim do Ministério da Saúde. Foram ao menos 42 vítimas menores…

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
Atividades Recentes
Aqui ainda não existem atividades

Últimos posts (País e Mundo)

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Plataforma Cascais juntou-se ao grupo Conversando sobre o País e o Mundo
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate