• Entrada
  • Artigos
  • Mundo
  • Enquanto a COVID-19 se espalha, EUA intensificam sanções devastando o setor de saúde da Venezuela

Enquanto a COVID-19 se espalha, EUA intensificam sanções devastando o setor de saúde da Venezuela

Durante seu discurso em fevereiro, o presidente norte-americano Donald Trump prometeu “esmagar” e destruir o governo venezuelano. Seus votos foram seguidos pela renovação da ameaça de bloqueio naval ao país, um ato de guerra sob o direito americano e internacional. Em seguida, o Departamento de Estado anunciou entusiasmadamente que a “Doutrina Monroe 2.0” será “desenvolvida nas próximas semanas e meses”, declarando uma “marcha de pressão máxima” contra a Venezuela.

Essas ameaças foram apoiadas por políticas e ações concretas. A empresa russa de petróleo Rosneft, um dos principais compradores mundiais de petróleo venezuelano, viu duas de suas subsidiárias sancionadas pelos EUA em menos de um mês por negociar com a Venezuela. O Departamento de Estado dos EUA telegrafou sua decisão em fevereiro, destacando as empresas de petróleo Rosneft, Reliance (Índia) e Repsol (Espanha). A Chevron, a maior empresa petrolífera dos EUA que ainda trabalha na Venezuela, foi avisada pelo governo Trump de que sua licença para operar no país (que a isenta das sanções) não será renovada.

Desde 2015, o governo dos EUA sancionou 49 petroleiras, 18 empresas venezuelanas, 60 empresas estrangeiras e 56 aviões (41 pertencentes à companhia aérea Conviasa e 15 pertencentes à companhia estatal PDVSA), mas esta é a primeira vez que eles atacam companhias de petróleo estrangeiras. Ao mirar na Rosneft Trading e na TNK Trading (as duas subsidiárias da Rosneft), os Estados Unidos tornam quase impossível para essas empresas continuarem a negociar petróleo na Venezuela, pois as companhias de navegação, as companhias de seguros e os bancos se recusam a trabalhar com elas.

As sanções foram pesadas, causando danos de pelo menos 130 bilhões de dólares à economia entre 2015 e 2018. Pior ainda, segundo o ex-relator especial da ONU, Alfred de Zayas, as sanções foram responsáveis ​​pela morte de mais de 100.000 venezuelanos. Não surpreende que a Venezuela tenha solicitado que o Tribunal Penal Internacional investigasse as sanções como crimes contra a humanidade.

Os efeitos das sanções são mais visíveis no setor de saúde da Venezuela, que foi dizimado nos últimos cinco anos. As medidas norte-americanas impediram os bancos de realizar transações financeiras para a compra de suprimentos médicos. Além disso, eles causaram uma redução de 90% nos ganhos de renda externa da Venezuela, privando o setor de saúde de investimentos muito necessários.

Não fosse a solidariedade da China e Cuba, que enviaram kits de testes e remédios, a Venezuela estaria terrivelmente mal equipada para lidar com o coronavírus. As sanções estão piorando uma situação já perigosa, forçando a Venezuela a gastar três vezes mais para obter kits de testes do que os países não sancionados.

O presidente Maduro apelou diretamente a Trump para suspender as sanções em nome do combate à pandemia global de coronavírus. Seu apelo provavelmente ficará sem resposta, dada a intensificação não apenas das sanções, mas também dos atos violentos de guerra irregular da oposição.

Em 7 de março, um armazém contendo praticamente todas as urnas eletrônicas da Venezuela foi deliberadamente incendiado. Um grupo chamado Frente Patriótica Venezuelana, supostamente composto por soldados e policiais, assumiu a responsabilidade pelo ato terrorista.

 

 

Embora não seja possível (ainda) estabelecer uma conexão direta entre esse grupo e o governo Trump, acredita-se que uma operação que exija custos logísticos e financeiros claramente significativos teria recebido apoio de pelo menos um dos muitos atores envolvidos abertamente na mudança de regime: a administração Trump, o governo Duque na Colômbia, o governo Bolsonaro no Brasil ou as facções extremistas de direita da oposição lideradas por Juan Guaidó.

O silêncio da comunidade internacional sobre um ato terrorista que visa as instituições democráticas da Venezuela é ensurdecedor. De fato, a OEA, a UE ou os EUA também ficaram em silêncio depois que um armazém contendo equipamentos de telecomunicações foi queimado em fevereiro ou quando soldados rebeldes atacaram quartéis no sul da Venezuela em dezembro de 2019.

Já existem evidências de que paramilitares venezuelanos opostos ao governo Maduro receberam apoio e treinamento na Colômbia e no Brasil, para não mencionar os supostos milhões de dólares gastos pelos EUA para convencer oficiais militares venezuelanos a se voltar contra o governo. Além de apoiar a guerra irregular, o governo Trump está se preparando para a guerra convencional.

A ameaça de um bloqueio naval – um ato de guerra direta – foi seguida por reuniões separadas entre Trump, o secretário de Defesa, Mark Esper, e oficiais militares de alto escalão com o presidente colombiano Ivan Duque e o presidente brasileiro Jair Bolsonaro. (Ironicamente, durante uma reunião com a delegação brasileira para discutir a destruição do governo Maduro, Trump provavelmente foi exposto ao coronavírus. Um dos membros da delegação, o secretário de comunicação de Bolsonaro, deu positivo para a doença.)

Além do bloqueio naval, os EUA planejam uma “presença reforçada de navios, aeronaves e forças de segurança para […] combater uma série de ameaças, incluindo o narcoterrorismo ilícito“, uma clara referência à Venezuela, apesar do fato de que, de acordo com as próprias estatísticas do governo dos EUA, não é um país importante para o trânsito de tráfico de drogas.

“A marcha depressão máxima” está programada para coincidir com importantes negociações em Caracas entre o governo venezuelano e setores moderados da oposição. Os dois lados criaram uma comissão que selecionará novos membros do Conselho Nacional Eleitoral a tempo das eleições legislativas deste ano. Um dos aliados de Juan Guaidó, Henry Ramos Allup, líder do partido de oposição Acción Democrática (Ação Democrática), foi criticado pela extrema direita por dizer que participará das eleições. É improvável que o ataque terrorista às urnas afete o calendário das eleições, mas sem o sistema de votação eletrônica apoiado em recibos em papel e auditorias na contagem de votos, os resultados serão vulneráveis ​​a denúncias de fraude.

Não é a primeira vez que o governo Trump amplia seus esforços de mudança de regime em resposta às negociações entre o governo venezuelano e a oposição. Isso foi feito em fevereiro de 2018, quando o então secretário de Estado, Rex Tillerson, ameaçou um embargo ao petróleo e disse que aceitaria um golpe militar, logo quando os dois lados estavam prestes a assinar um acordo abrangente negociado durante meses na República Dominicana.

Isso aconteceu novamente em agosto de 2019, quando os EUA aplicaram o que o Wall Street Journal caracterizou como um “embargo econômico total” no meio de discussões entre a oposição liderada por Guaidó e o governo. Nos dois casos, as negociações desmoronaram como resultado de ações e declarações do governo dos EUA.

Desta vez, é improvável que a pressão atrapalhe o diálogo, já que políticos moderados da oposição estão aceitando o fato de 82% dos venezuelanos rejeitarem sanções e apoiarem o diálogo.

Infelizmente, o governo Trump deixou claro que não se importa com o que os venezuelanos pensam. Em vez disso, ele continua aumentando a pressão e pode até estar preparando o terreno para uma intervenção militar – talvez uma “surpresa de outubro” para alavancar reeleição de Trump.

The post Enquanto a COVID-19 se espalha, EUA intensificam sanções devastando o setor de saúde da Venezuela appeared first on Revista Opera.

Ver original em 'Revista Opera' (aqui)

Artigos relacionados

Venezuela | Supremo Tribunal anula presidência parlamentar de Juan Gua...
Venezuela | Supremo Tribunal anula presidência parlamentar de Juan Gua...     O Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela (STJ) declarou nula a junta de direção da Assembleia Naci... 36 views Wed, 27 May 2020, 17:01:55
Não à agressão à Venezuela
Não à agressão à Venezuela No dia 3 de Maio, um grupo de mercenários, partindo da Colômbia, tentou entrar ilegalmente em território da República Bo... 35 views Mon, 25 May 2020, 16:46:16
ELES ROSNAM PARA AMEAÇAR
ELES ROSNAM PARA AMEAÇAR O imperialismo rosna para ameaçar e intimidar – mas encolhe-se diante dos que lhe fazem em frente.   O blo... 61 views Mon, 25 May 2020, 15:12:28
 Documento revela extensão do envolvimento de Guaidó no golpe venezuel...
Documento revela extensão do envolvimento de Guaidó no golpe venezuel... por Steve Sweeney Pormenores da aposta mercenária dos EUA de invadir a Venezuela emergiram depois de uma cópia de um... 140 views Tue, 12 May 2020, 15:29:45
Contrato com empresa dos EUA para invadir Venezuela previa instalar Gu...
Contrato com empresa dos EUA para invadir Venezuela previa instalar Gu...     Acordo firmado com SilvercorpUSA ainda estabelecia possibilidade de financiamento de 'investidores p... 23 views Mon, 11 May 2020, 18:19:16
Declarações de mercenário norte-americano confirmam operação contra Ma...
Declarações de mercenário norte-americano confirmam operação contra Ma... Airan Berry, militar veterano dos EUA e mercenário detido na Venezuela, confirmou que o assassinato de Nicolás Maduro ... 84 views Fri, 08 May 2020, 16:28:26

Venezuela

  • Criado em .
  • Visualizações: 243

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Filtrar por categoria
29, maio 2020

A família de Mahfouda Elfakir denuncia estar sob prisão domiciliar

em Mundo

por Abril de Novo Magazine

PUSL.- Bamba Elfakir, pai da ativista e recentemente libertada Mahfouda Elfakir, denuncia que a libertação da sua filha foi fictícia. A casa da família de Mahfouda está a partir do dia da sua libertação, depois…
29, maio 2020

Avivar memórias na informação

em Portugal

por Abril de Novo Magazine

O ObservadorDos meninos do dinheiro  & do J.Manuel Fernandes “A publicação online é detida pela empresa Observador On Time,  tem no empresário português Luís Amaral o seu grande acionista. Através da Amaral e Hijas Holdings,…
29, maio 2020

NO CAMINHO CERTO

em Portugal

por Classe Política

  O país e o mundo vivem com a Pandemia que nos tem flagelado uma situação nova e inesperada para a qual ninguém estava preparado nem tinha soluções pré definidas para ocorrer aos profundos e…
29, maio 2020

O sucesso de Cuba com a Covid-19 explicado de dentro

em Mundo

por Gabriel Deslandes

Cuba é um dos países com um dos sistemas de saúde de maior reconhecimento no mundo e, durante a pandemia da Covid-19, isso foi demonstrado mais uma vez. É o que os números apontam: no…
29, maio 2020

Brasil tem 26.754 mortes por Covid-19, diz ministério

em Mundo

por Brasil24/7

    247 - O balanço do Ministério da Saúde de casos confirmados e mortes provocadas pela Covid-19 mostram que o país registra 26.754 mortes. Nesta quarta eram 25.598. Foram 1.156 registros de morte incluídos…
29, maio 2020

Bolsonaro volta a criticar isolamento e diz que fechar economia foi 'desgraça'

em Mundo

por Brasil24/7

    247 - Em sua live semanal nesta quinta-feira (28), Jair Bolsonaro voltou a defender o fim do isolamento, apesar da curva do contágio do coronavírus continuar a subir. "Terrível a desgraça que fizeram…
29, maio 2020

'São pessoas de bem', diz Bolsonaro sobre alvos da operação contra fake news

em Mundo

por Brasil24/7

    247 - Jair Bolsonaro voltou a atacar a impensa ao falar sobre o inquérito da fake news aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele isentou os apoiadores investigados pela Polícia Federal e afirmou…
29, maio 2020

Da análise às tarefas: por onde começar?

em Mundo

por resistir.info

por Caio Andrade  "Os filósofos apenas interpretaram o mundo de diferentes maneiras; porém, o que importa é transformá-lo" . Não é necessário ser especialista na obra de Marx para capturar o sentido da famosa tese…
29, maio 2020

Na Suíça, os bordéis vão regressar primeiro do que alguns desportos

em Mundo

por ZAP in ZAP

    Na Suíça, os chamados profissionais do sexo vão poder regressar brevemente ao ativo. No entanto, desportos que envolvam contacto físico permanecem proibidos no país.   O ministro da Saúde helvético entende que as…
29, maio 2020

Trump assina ordem executiva que retira proteção de redes sociais após polêmica com Twitter

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© REUTERS / Leah Mills O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta quinta-feira (28) uma ordem executiva que permite que redes sociais sejam legalmente responsabilizadas em processos. Antes de assinar o documento, Trump…
29, maio 2020

Afastado juiz que disse que “fechar as pernas” impedia agressão sexual

em Mundo

por ZAP in ZAP

  Um juiz de Nova Jersey, nos Estados Unidos (EUA), que disse que fechar as pernas poderia evitar uma agressão sexual foi impedido de presidir um tribunal, tendo sido afastado da Suprema Corte do Estado.…
29, maio 2020

Após 16 meses no governo Bolsonaro, Moro condena “notícias falsas” e “campanhas difamatórias”

em Mundo

por Brasil24/7

    Revista Fórum - O ex-ministro Sérgio Moro usou as redes sociais nesta quinta-feira (28) para defender a operação conduzida pela Polícia Federal contra empresários, blogueiros e parlamentares bolsonaristas alvos de inquérito que investiga…
29, maio 2020

COVID-19 e HIV agem da mesma forma para driblar as defesas humanas, aponta estudo chinês

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / NIAID-RML Pesquisadores na China apresentaram notícias bastante preocupantes e estão alertando que os vírus COVID-19 e o HIV apresentam características e táticas semelhantes, algo que pode significar que a humanidade terá…
29, maio 2020

O presidente dos portuenses que é “amigo” do presidente dos portistas tem um Conselho Superior para dar

em Portugal

por in 'Estátua de Sal'

(Pedro Candeias, in Expresso Diário, 28/05/2020) Durante anos, duas vezes por ano nos anos antes de Cristo, celebravam-se em Roma dois festivais dedicados à Bona Dea, a Boa Deusa. Estas duplas comemorações tinham as suas particularidades…

Fins

2 acessos

29, maio 2020

Fins

em Portugal

por Ladrões de Bicicletas (João Rodrigues)

Confirma-se que é hoje mais fácil pensar o fim da esquerda neste continente do que o fim da UE, do que o fim desta forma de império liberal. A esquerda dominante continua a querer salvar…
29, maio 2020

O real significado do envio de combustível do Irã para a Venezuela

em Mundo

por Brasil24/7

      Assistimos nos últimos dias, desde 25 de maio, a chegada à Venezuela de vários grandes petroleiros transportando mais de meio bilhão de litros de gasolina e derivados petroquímicos para ativar as grandes…
29, maio 2020

Coronavírus Significa a Hora Zero para a União Europeia Por Thomas Ferguson e Edward J. Kane

em Mundo

por franciscogtavares in 'A Viagem dos Argonautas'

    U Seleção e tradução de Júlio Marques Mota   Texto 38. Coronavírus Significa a Hora Zero para a União Europeia Por  Edward J. Kane Publicado por  em 16/03/2020 (“Coronavirus Means Zero Hour for…
29, maio 2020

EUA | São Francisco: uma cidade de desigualdades

em Mundo

por Página Global

    A cidade que se esvai São Francisco, em tempos um pilar do tech-capitalism e actualmente a segunda cidade mais cara da América (apenas atrás de Nova Iorque), desvia-se pelas ruas da amargura.   Inês Pedrosa…
29, maio 2020

Infarmed suspende hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19

em Portugal

por ZAP in ZAP

  O Infarmed suspendeu o uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19. Para além da OMS, outros países já tomaram a mesma decisão que Portugal.   A decisão vem no mesmo sentido da…
29, maio 2020

Os direitos também estão de quarentena?

em Portugal

por António Duarte

A primeira página do último Jornal da Fenprof é dominada por uma mensagem forte e muito oportuna: os direitos laborais dos professores não estão de quarentena. Têm, agora e sempre, de ser respeitados. Uma ideia…
29, maio 2020

A chantagem da CIP está a atenuar-se...?

em Portugal

por Ladrões de Bicicletas (João Ramos de Almeida)

Fonte: MTSSS, GEP   ... ou será apenas uma pausa até se perceber o que serão os novos apoios públicos? Ou será que o desconfinamento está a funcionar? Ou um pouco de tudo? Ver original…
29, maio 2020

Bons resultados não se traduzem em aumentos dignos na Panasqueira

em Portugal

por in AbrilAbril

As previsões continuam a ser favoráveis para o ano corrente, apesar do surto epidémico, mas esse facto não leva a que aqueles que criam a riqueza vejam os seus salários valorizados. Foto de Arquivo: Minas…
29, maio 2020

28 de maio de 1926

em Portugal

por Carlos Esperança in 'PONTE EUROPA'

Há 94 anos teve lugar o golpe de Estado de que viriam a apropriar-se as pessoas erradas para a mais longa ditadura europeia. O integralismo lusitano, o nacional-sindicalismo e a Cruzada Nun’Álvares tinham feito o…
29, maio 2020

Puro desconchavo

em Portugal

por Vitor Dias in "O Tempo das Cerejas"

O azar de um liberal No «Observador» (é o melhor sítio para uma coisa destas) um tal Diogo Prates que é apresentado como tendo sido cabeça de lista da Iniciativa liberal por Setúbal sentencia que…

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
Atividades Recentes
Aqui ainda não existem atividades

Últimos posts (País e Mundo)

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Plataforma Cascais juntou-se ao grupo Conversando sobre o País e o Mundo
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate