• Entrada
  • Artigos
  • Mundo
  • Em situações de catástrofe iminente há três fases de resposta
  • Beatriz Lamas Oliveira in 'O TORNADO'
  • Mundo

Em situações de catástrofe iminente há três fases de resposta

Negação, Enfrentamento, Momento de decisão.

 

 

Na primeira fase, fase de Negação, as pessoas não conseguem lidar com a ameaça iminente e ficam sem recursos internos para se defenderem e defenderem os seus próximos.

Nesta fase, o processamento da informação, que é invasiva, turbulenta, incompreensível fica em curto circuito. Os novos dados não conseguem ser analisados pelo sistema nervoso central, a pessoa fica bloqueada.

Na fase de Enfrentamento, as diferentes pessoas vão decidir o que fazer de acordo com uma “plataforma” constituída, entre outros, pela sua personalidade de base, as suas capacidades, os seus conhecimentos, as suas vantagens e desvantagens psicológicos, a sua fragilidade, o seu medo e vulnerabilidade, aquilo que imagens do passado lhe fornecem como comportamentos seguros possíveis.

Fazer um plano para enfrentar a demasiada realidade pode tornar-se inviável para muitas pessoas. Fazer um plano pode ser vital.

No Momento de Decisão individual, uma pessoa deveria agir rápida e decisivamente, reorganizando-se para enfrentar a ameaça.

Pesquisas sobre funcionamento cerebral sugerem que, mesmo quando uma pessoa está calma, o cérebro leva de 8 a 10 segundos para processar novas informações. O stress atrasa este processo e, quando o cérebro não consegue encontrar uma resposta aceitável a uma dada situação, fixa-se espasmodicamente (milling around) numa solução única que, pode ou não, estar adequada à situação. Por exemplo, a reação de paralisia seria uma reação arcaica, pois no reino animal, ao ser atacada, a imobilidade da presa pode resultar no momento que a salva. Outra reação espasmódica pode ser por exemplo pesquisar mais e mais informação, atulhando o sistema nervoso central com dados e mais dados, impossíveis de analisar, que se transformam em lixo tóxico.

Cerca de 70% das pessoas tem respostas não adequadas a situações em que a sobrevivência devia ser o objetivo, mas em que o pânico prevalece.

De forma geral os países mesmo desenvolvidos, têm planos inadequados de abrigo, fornecimento de bens de primeira necessidade, falham na evacuação dos vulneráveis, idosos, mulheres, crianças, feridos, doentes. Em situações de catástrofe natural, como terramotos, deslizamentos de terras, cheias, maremotos, muitas pessoas recusam a deixar as suas casas provavelmente porque o lar representa a imagem profunda da segurança e de um possível futuro.

Quando a ameaça é uma epidemia as pessoas podem reagir mal à situação de quarentena (aqui, o lar deixa de representar a tal imagem profunda da segurança e de um possível futuro) e iniciam um processo de moer e esmoer soluções alternativas, que lhes parecem muito mais lógicas e racionais do que as indicadas pelas autoridades de saúde e pelos investigadores.

Colocar em dúvida a capacidade de autoridades, técnicos, profissionais de saúde, epidemiologistas, é de certo modo “natural”, pois mesmo quando os órgãos de soberania foram eleitos, não foram eleitos para enfrentar catástrofes. Quanto aos órgão técnicos, a capacidade destes não foi validada pelo publico, mas sim pelas respetivas carreiras, diplomas, e competências sobre as quais os público tem muitas dúvidas, reticências, desconfianças e não sabe como validar. Comparando as respostas que ele próprio hipoteticamente daria, o cidadão comum confronta-se com uma resposta científica ou técnico normativa da qual desconhece a lógica.

As pessoas podem subestimar drasticamente o desastre e os efeitos do mesmo. Podem agravar a perspetiva da evolução do mesmo, por aquilo que classificam de incúria das autoridades. As pessoas oscilam entre o que lhes transmite segurança interna e aquilo que é transmitido pelo rádio, a televisão, os vizinhos, os gurus, e quem lhes alimenta a sensação de perigo. As pessoas são atraídas pela “informação” que lhes valida os medos, e rejeita a “informação” que lhes invalida as fantasias de omnipotência.

Alguns conseguem criar muralhas internas e limitar o desgaste emocional, recusando-se a acreditar em novos avisos, recusando-se a abandonar o lar ou recusando-se a manter-se no abrigo indicado, enquanto outros descarregam a ansiedade e o medo, acusando tudo e todos por não estarem a ser tratados de forma adequada. O surgir de teorias da conspiração eclode e eclodem os arautos da salvação, quer aqueles que vendem banha da cobra quer aqueles que já tinham tido avisos premonitórios da desgraça que vinha aí.

A teoria do cisne negro é uma metáfora que descreve um acontecimento inesperado, com grande impacto, racionalizado de maneira inadequada.

“Os cisnes negros não existem”.

Mas as dez pragas do Egito fazem parte do inconsciente coletivo.

Nassim Nicholas Taleb é um estudioso, estatístico, libanês-americano cujo trabalho trata de problemas de aleatoriedade, probabilidade e incerteza.

A teoria foi desenvolvida por este cientista para conceptualizar o papel fulgurante de acontecimentos imprevisíveis e raros na história, na ciência, nas finanças e na tecnologia. Acontecimentos de baixa probabilidade, como a queda de um meteoro gigantesco em Nova York, ou a inundação do Vale de Petra (Jordânia) por gafanhotos.

Tais eventos, considerados extremos, desempenham coletivamente papéis muito mais intensos que as ocorrências triviais. Na monografia científica “Silent Risk”, Taleb define matematicamente o problema do cisne negro como uma metaprobabilidade degenerada “.

Nas dez pragas do Egipto:

  • As águas do Rio Nilo tingiram-se de sangue e morreram todos os peixes.
  • Rãs cobriram a terra.
  • Piolhos atormentaram homens e animais.
  • Moscas escureceram o ar e atacam homens e animais.
  • Houve morte maciça dos animais.
  • Feridas purulentas cobriram homens e animais.
  • Chuva de granizo.
  • Nuvens de gafanhotos destruíram plantações.
  • A escuridão encobriu o Sol por três dias.
  • Os primogénitos de homens e animais morreram.

Estamos a viver uma pandemia, um acontecimento invulgar, inesperado, de desfecho imprevisível.

A luta entre o faraó (os poderes institucionalizados) e Moisés (representando o povo insubmisso) é eterna. Mas o desfecho desta luta simbólica. sempre incerto, é temido.

O medo é fulgurante. E nem todos têm uma revelação, nem todos vão a caminho de Damasco. Alguns sucumbem.

Tal como o meteoro gigante a colidir com o nosso planeta causaria estragos incalculáveis, para os quais nunca estaríamos preparados, assim também o Corona Vírus nos atingiu, desprevenidos, cobertos pela nudez de Job.

Assustados? Sim

Aterrorizados, melhor não.

Transformados todos em cientistas? Impossível. A Ciência não é infusa. Não se adquire sem estudo.

 

Meninas, ilustração de Beatriz Lamas Oliveira


Por opção do autor, este artigo respeita o AO90



 
 
 
 
 
 

Ver original no jornal 'TORNADO' na seguinte ligação:

https://www.jornaltornado.pt/em-situacoes-de-catastrofe-iminente-ha-tres-fases-de-resposta/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=em-situacoes-de-catastrofe-iminente-ha-tres-fases-de-resposta

Artigos relacionados

Mais 13 mortos e 257 infetados com covid-19 em Portugal
Mais 13 mortos e 257 infetados com covid-19 em Portugal     Há mais 13 óbitos associados à covid-19, 257 novos casos diagnosticados e mais 275 doentes recuperad... 13 views Sat, 30 May 2020, 23:07:40
Coronavírus: Brasil tem quase 441,3 mil casos confirmados e 26,7 mil m...
Coronavírus: Brasil tem quase 441,3 mil casos confirmados e 26,7 mil m...     247 - As secretarias estaduais de saúde registraram, até a manhã desta quinta-feira (29), cerca de... 28 views Fri, 29 May 2020, 14:23:28
Os países que dão exemplo no combate à covid-19 nas Américas
Os países que dão exemplo no combate à covid-19 nas Américas     Enquanto Brasil e Estados Unidos quebram tristes recordes em mortes e infecções por coronavírus, paí... 78 views Wed, 27 May 2020, 15:37:03
França anuncia suspensão do uso de hidroxicloroquina no tratamento da ...
França anuncia suspensão do uso de hidroxicloroquina no tratamento da ... © AP Photo / John Locher As autoridades francesas anunciaram nesta quarta-feira (27) a suspensão do uso da h... 45 views Wed, 27 May 2020, 17:19:44
11 novos casos de infetados registados em Cascais, passa para 494 caso...
11 novos casos de infetados registados em Cascais, passa para 494 caso...   No relatório de hoje, da Direcção Geral da Saúde (DGS) registou 11 novos casos no número de infetados co... 155 views Thu, 21 May 2020, 17:31:43
A ORIGEM DO VÍRUS
A ORIGEM DO VÍRUS     “Segundo a One America News Network, Greg Rubini, perito em serviços secretos americanos, afirma que... 617 views Fri, 15 May 2020, 15:04:04

Covid-19

  • Criado em .
  • Visualizações: 37

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Filtrar por categoria
31, maio 2020

China | Duas reuniões fora do normal

em Mundo

por Página Global

    David Chan* | Plataforma | opinião   Na passada quinta e sexta-feira tiveram lugar as «Duas Reuniões» da Assembleia Popular Nacional e da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, adiadas devido à pandemia.…
31, maio 2020

Cascais soma mais 5 novos infectados aumentando para 551 casos

em Cascais

por Portal CASCAIS

  No relatório de hoje, da Direcção Geral da Saúde (DGS) registou 5 novos casos no número de infectados com o COVID-19 no Concelho de Cascais, subindo para 551 casos confirmados em Cascais. Os dados da…
31, maio 2020

PONTO – NEWSLETTER – INFORMAÇÃO SEM RUÍDO – PARCERIA com BRASIL DE FATO

em Mundo

por joaompmachado in 'A Viagem dos Argonautas'

  Selecção de Camilo Joseph   29 de maio de 2020   Olá,   o Brasil se torna definitivamente o epicentro mundial da pandemia de coronavírus, o que poderia ser evitado se tivéssemos um governo…
31, maio 2020

Emmanuel Macron diz que é tempo de pensar o impensável. Entrevista ao Financial Times

em Mundo

por franciscogtavares in 'A Viagem dos Argonautas'

Seleção e tradução de Francisco Tavares   Emmanuel Macron diz que é tempo de pensar o impensável. Entrevista ao Financial Times O presidente da França acredita que a pandemia do coronavírus transformará o capitalismo –…
31, maio 2020

A vingança do estado contra o mercado

em Mundo

por Brasil24/7

    A ascensão do neoliberalismo foi feito às custas de desqualificar o Estado. Que seria ineficiente, burocrático, arrecadador excessivo de impostos, que gastaria mal, que seria fonte da corrupção na sociedade. O Estado teria…
31, maio 2020

O espelho da pandemia

em Portugal

por Duarte Caldeira in AbrilAbril

Apesar de há 46 anos ter ocorrido uma revolução democrática e de o país ter evoluído em diversos indicadores, a Covid-19 revelou alguns problemas na sociedade que estão a montante da pandemia. A emergência sanitária…
31, maio 2020

CARTA DE BRAGA – “relato sobre as minhas algibeiras” por António Oliveira

em Mundo

por clara castilho in 'A Viagem dos Argonautas'

  ‘Aceito lições de quem é virtuoso, mas da Holanda, transformado no maior paraíso fiscal europeu, não aceito lições, era o que faltava! As lições aceito-as em alemão, não em flamengo!’ Este ‘desabafo’ de Romano…
31, maio 2020

Trabalhadores da Autoeuropa temem perda de centenas de postos de trabalho

em Portugal

por Lusa in ZAP

  A entidade coordenadora das Comissões de Trabalhadores da Autoeuropa assumiu hoje, em comunicado, recear a perda de centenas de empregos no parque industrial, que está sem condições para trabalhar sete dias por semana, após…
31, maio 2020

Ricos, pobres e mal agradecidos

em Mundo

por in 'Estátua de Sal'

(Miguel Sousa Tavares, in Expresso, 30/05/2020) Miguel Sousa Tavares Numa sociedade decente, os pobres têm direito a esperar que os impostos sobre os ricos não os deixem cair na miséria nem no abandono: não é…
31, maio 2020

Os ignorados e os invisíveis

em Portugal

por in 'Estátua de Sal'

(José Pacheco Pereira, in Público, 30/05/2020) Pacheco Pereira A pandemia,, que poderia ter tido um efeito de revelação da realidade, acaba por não o ter, não por causa do excesso de visibilidade de alguns, mas…
31, maio 2020

BE e CDS rejeitam “paraministros”. Só negoceiam com Costa e Centeno

em Portugal

por ZAP in ZAP

  O Bloco de Esquerda e CDS rejeitam negociações com “paraministros”, sublinhando que só discutem com membros do Governo, comentando a manchete do Expresso segundo a qual um gestor petrolífero está a assumir esse papel.…
31, maio 2020

Os adoradores do cao

em Mundo

por Abril de Novo Magazine

    Ajoelhados perante a “democracia” estadunidense, persignando-se frente ao dólar-cruz, os humanistas de máscara no bestunto olham-se nesse espelho onde escorre sangue e acham-se bonitos. No reflexo desse caco repugnante encontramos o Ministro dos…
31, maio 2020

Como idoso acho repugnante

em Portugal

por Abril de Novo Magazine

    Agostinho Lopes como idoso acho repugnante   Ou a suma hipocrisia. Há coisas que fazem revolver as tripas, sem ser comida estragada. No Público de 02MAI20 vem publicada a Opinião colectiva de um…
31, maio 2020

Os salazaristas e o neofascismo português

em Portugal

por Carlos Esperança in 'PONTE EUROPA'

  Os meus leitores habituais hão de ter notado que, cada vez que acuso a ditadura fascista, surgem salazaristas a defendê-la. As datas do opróbrio são para eles facadas, os crimes meros acidentes e a…
31, maio 2020

Moro tem palestra cancelada na Argentina e critica 'intolerância' e 'polarização' no país

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© REUTERS / Agustin Marcarian Após ter palestra virtual que realizaria para Universidade de Buenos Aires cancelada, ex-ministro da Justiça Sergio Moro disse que "houve um misto de intolerância e de pressão política num cenário…
31, maio 2020

Mais 13 mortos e 257 infetados com covid-19 em Portugal

em Portugal

por Página Global

    Há mais 13 óbitos associados à covid-19, 257 novos casos diagnosticados e mais 275 doentes recuperados nas últimas 24 horas.   No total, Portugal já registou 32203 casos de infeção (dos quais, 19186…
31, maio 2020

Onde está a liberdade de imprensa nos EUA?

em Mundo

por Página Global

    Em Minneapolis, uma equipe da CNN foi presa ao noticiar sobre os protestos populares. Uma prática autoritária inaceitável, sobretudo num país que tanto ostenta sua preocupação com a liberdade, opina Carla Bleiker.  …
31, maio 2020

Série da Netflix revela falhas nas investigações sobre quem matou Malcolm X, em 1965

em Mundo

por Marcos Aurélio Ruy, em São Paulo in 'O TORNADO'

Quais as semelhanças entre as investigações dos assassinatos do importante ativista pela igualdade racial nos Estados Unidos, Malcolm X, em 1965, e da então vereadora do PSol, Marielle Franco, em 2018?     As investigações…
31, maio 2020

Trump e a censura nas redes sociais

em Mundo

por António Duarte

«Usuário assíduo do Twitter, onde conta com mais de 80 milhões de seguidores, o presidente dos EUA teve algumas de suas postagens recentes moderadas pelo microblog. Na última terça-feira (26), duas de suas publicações sobre…
31, maio 2020

União Europeia pede que EUA reconsiderem decisão de sair da OMS

em Mundo

por in 'Sputnik Brasil'

© REUTERS / Jonathan Ernst Neste sábado (30), o chefe de Relações Exteriores da União Europeia (UE), Josep Borrell e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, pediram aos Estados Unidos por meio…
31, maio 2020

Portugal | A pobreza dá menos saúde

em Portugal

por Página Global

    Inês Cardoso | Jornal de Notícias | opinião Muitos defensores de um confinamento rígido, prolongado se possível até que haja vacina para a covid-19, insistem no argumento de que a economia não pode…
30, maio 2020

Recibos verdes e sócios-gerentes já podem pedir apoio relativo a maio

em Portugal

por Lusa in ZAP

  O formulário para os trabalhadores independentes e sócios-gerentes pedirem o apoio criado no âmbito da pandemia covid-19, relativo a maio, fica hoje disponível na Segurança Social Direta, podendo ser entregue até 9 de junho.…
30, maio 2020

Brasil tem mais de 100 crianças e jovens até 19 anos mortos pela Covid-19

em Mundo

por Brasil24/7

    247 - O Brasil tem 141 crianças e jovens até 19 anos mortos por conta do coronavírus, de acordo com o último boletim do Ministério da Saúde. Foram ao menos 42 vítimas menores…

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
Atividades Recentes
Aqui ainda não existem atividades

Últimos posts (País e Mundo)

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Plataforma Cascais juntou-se ao grupo Conversando sobre o País e o Mundo
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate