mundo001Diversos pontos de vista sobre assuntos de caráter global/mundial.

  • Administração web
  • Mundo

A acumulação decapital é que produz inovação tecnológica diz o MISES

dollars2_2.PNG
(Comentário:
Os inspiradores da lusa 'Iniciativa Liberal' e de outros movimentos estrangeiros de extrema direita são o que são: os fanáticos sem senso do capitalismo ultraliberal que advoga a selva social)
 

Capital Accumulation, Not Government, Is the Key To Technological Innovation

11/26/2019
 

According to Mariana Mazzucato, the RM Phillips Professor in the Economics of Innovation at the University of Sussex, government is an important factor in the promotion of innovation and thus economic growth. In particular, she challenges the popular view that innovation happens in the private sector, with governments playing a limited role. Many commentators regard her as a revolutionary thinker that challenges the accepted dogma regarding the role of government in promoting innovations and economic growth.

In her 2013 book The Entrepreneurial State: Debunking Public vs. Private Sector Myths, Marianna Mazzucato argues that the United States’ economic success is a result of public- and state-funded investment in innovation and technology. In his critique of the book Alberto Mingardi writes:1

The Entrepreneurial State. Mazzucato’s award-winning work has been widely acclaimed as a turning point in scholarship on innovation (e.g., Upbin 2013 and Madrick 2014). Martin Wolf Wolf, M. (2013) “A Much-Maligned Engine of Innovation.” Financial Times (4 August 2013) argued that the book provided a successful justification for the role of...

Extrema direita

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 34

O petróleo, o Médio Oriente e a guerra civil imperialista

José Goulão

Um Médio Oriente em pé de guerra é uma alternativa cultivada para afectar regimes e governos que não sejam submissos a Washington ou que tenham a ousadia de negociar hidrocarbonetos em outras moedas que não seja o dólar.


Estimado leitor, se lhe disserem que os Estados Unidos são auto-suficientes em hidrocarbonetos e não precisam do petróleo do Médio Oriente, não acredite.

A guerra sem fim montada pelo Pentágono através de toda a região e algumas extensões geográficas tem a ver com fontes de energia, o controlo das suas reservas, produção e distribuição. Portanto, o que tem acontecido nas últimas semanas, por exemplo a simultaneidade da desestabilização do Iraque e do Irão e a nova fase da guerra na Líbia tem, e muito, a ver com isso.


Outra coisa em que o leitor não deve acreditar é nas promessas do poder globalizante de que vai reduzir o consumo de combustíveis fósseis para combater o aquecimento global e cumprir as metas da redução de emissões de dióxido de carbono. Nunca, como agora, esteve inventariada uma tão elevada quantidade de reservas de petróleo e gás natural. E serão para consumir enquanto existirem, até à última gota: o capitalismo alimenta-se delas. Quem as dominar controla o mundo – um conceito básico de qualquer geopolítica e geoestratégia bem actuais.


O que se passa no Médio Oriente tem, portanto, a ver também com hidrocarbonetos. Hoje como ontem.


A era do petróleo e do gás de xisto, caracterizada pela extracção através do método de...

Médio Oriente, Imperialismo

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 35
  • XINHUA Português
  • Mundo

Xi ordena esforços resolutos para controlar propagação de vírus

Resultado de imagem para Xi Jinping vírus

Beijing, 20 jan (Xinhua) -- O presidente Xi Jinping ordenou esforços resolutos para controlar a disseminação do novo coronavírus que causou casos de pneumonia.

Ao dar instrução para o trabalho relacionado à situação de pneumonia, Xi, também secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China e presidente da Comissão Militar Central, enfatizou a colocação da segurança e saúde da população na máxima prioridade.

Ver original em "XINHUA Português" na ligação seguinte:

http://portuguese.xinhuanet.com/2020-01/20/c_138721200.htm

Saúde, China

  • Criado em .
  • Visualizações: 31
  • XINHUA Português
  • Mundo

Ampliação: Xi enfatiza boa divulgação da adaptação do marxismo ao contexto chinês

Resultado de imagem para Xi Jinping marxism

Kunming, 20 jan (Xinhua) -- Xi Jinping, secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China, pediu uma boa divulgação da adaptação do marxismo ao contexto chinês.

Xi fez os comentários na tarde de domingo ao visitar a vila antiga de Heshun em uma viagem de inspeção à Província de Yunnan, no sudoeste da China, antes do Ano Novo chinês.

Ele foi ao salão memorial de Ai Siqi e se inteirou sobre as contribuições de Ai na promoção das teorias do Partido, popularizando o marxismo na China e o adaptando às características chinesas.

Xi pediu que se cultivem pessoas como Ai e que se usem maneiras populares e fáceis de entender para difundir o marxismo.

Ver original em "XINHUA Português" na ligação seguinte:

http://portuguese.xinhuanet.com/2020-01/20/c_138721057.htm

China

  • Criado em .
  • Visualizações: 31
  • jorge rocha in 'Ventos Semeados'
  • Mundo

A direita portuguesa e os singulares milhões de Isabel dos Santos


O fim-de-semana trouxe como notícia principal - mais do que a reeleição de Rui Rio ou novas manifestações do inchado ego de Joacine - o trabalho de um coletivo de jornalistas internacionais, que investigaram a origem da prodigiosa fortuna de Isabel dos Santos.

 

Não deixa de ser curioso que tenha sido Ana Gomes a exceção à regra de uma classe política portuguesa acomodada com uma situação, que tinha tudo para ser mais do que suspeita. Porque, por muito que se trabalhe e ainda mais se poupe, quem consegue acumular a fortuna bastante para alcançar o estatuto de «mulher mais rica de África»? Pelo contrário, essa mesma classe política, ora pecou por omissão - foi o caso de toda a esquerda!  - ora atirou os escrúpulos ideológicos às malvas e logo cuidou de se associar ao esbulho do povo angolano. Paulo Portas ou Miguel Relvas que o digam!

 

Gostaríamos de acreditar que, glosando os versos de uma canção brasileira,  daqui para a frente, tudo vai ser diferente. Mas a História é fértil em exemplos de como assim não é: se a ocasião faz o ladrão, posto um à sombra, logo outro aproveita a oportunidade para encher os bolsos à custa dos incautos, que contra eles não se previnem. Sobretudo se contam com o apoio de uns grandes escritórios de advogados que, em todas as capitais ocidentais, trabalham esforçadamente para que os ricos ainda mais enriqueçam e os demais paguem as contas.
 

Veja o original em 'Ventos Semeados':

Corrupção, clientelismo e lobismo

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 48

PEPE ESCOBAR: RAÍZES DA DEMONIZAÇÃO DO ISLÃO XIITA, PELOS NORTE-AMERICANOS

image
                               
17/1/2020,
Pepe Escobar, Unz Review Tradução Amigos do Brasil
 


O assassinato premeditado pelos EUA, que se serviram de um drone como arma do crime, do major-general Qassem Soleimani, além de uma torrente de ramificações geopolíticas cruciais, mais uma vez empurra para o centro do palco uma verdade bastante inconveniente: a incapacidade congênita das chamadas elites norte-americanas para, pelo menos que fosse, tentar entender o xiismo – e a incansável demonização 24 horas por dia, 7 dias por semana, com o objetivo de degradar não apenas os xiitas mas também os governos liderados por xiitas.
Washington já fazia uma Guerra Longa antes mesmo de o conceito ser popularizado pelo Pentágono em 2001, imediatamente após do 11/9: uma Guerra Longa contra o Irã. Tudo começou mediante o golpe contra o governo democraticamente eleito de Mosaddegh em 1953, substituído pela ditadura do xá. Todo o processo vem sendo super turbinado há mais de 40 anos, desde quando a Revolução Islâmica esmagou aqueles bons velhos tempos da Guerra Fria, quando o xá reinava como o privilegiado “gendarme americano do Golfo (persa)”.
Mas é processo que vai muito além da geopolítica. Não há absolutamente nenhuma maneira de alguém conseguir compreender as complexidades e o apelo popular do xiismo, sem pesquisa acadêmica...

Médio Oriente, Irão

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 33
  • XINHUA Português
  • Mundo

China e UE promoverão laços através de cooperação estreita

Yang Jiechi (centre) joins leaders including German Chancellor Angela Merkel and UN Secretary General Antonio Guterres at a conference on Libya in Berlin on Sunday. Photo: DPA

Berlim, 19 jan (Xinhua) -- Yang Jiechi, enviado especial do presidente chinês Xi Jinping, se reuniu no domingo com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, na capital alemã. Os dois lados concordaram em promover conjuntamente os laços China-UE (União Europeia) através de uma cooperação mais estreita.

Durante a reunião realizada à margem da Conferência de Berlim sobre a Líbia, Yang disse que o presidente Xi alcançou um consenso importante com Michel sobre o aprofundamento da parceria estratégica abrangente China-UE, que orientou uma transição sem problemas para as relações China-UE e traçou o curso para o desenvolvimento dos laços bilaterais na próxima fase.

Yang, também membro do Comitê Político do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCC) e diretor do Escritório da Comissão de Relações Exteriores do Comitê Central do PCC, disse a Michel que a China e a UE precisam fortalecer a comunicação, coordenação e cooperação e trabalhar em conjunto para defender o multilateralismo, a fim de assegurar que a parceria estratégica abrangente China-UE avance constantemente.

Isso não apenas corresponde aos interesses comuns dos dois lados, mas também trará mais estabilidade, certeza e energia positiva ao mundo, acrescentou Yang.

Ele observou que a China está disposta a fazer esforços conjuntos com as novas instituições da UE para garantir que uma série de agendas importantes entre a China e a UE este ano seja bem-sucedida e promover o desenvolvimento ativo e...

China

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 18

Luanda Leaks | ISABEL, COMO UMA GRANDE LADRA QUALQUER

 
 
Ana Gomes sobre Isabel dos Santos: 
“É bonita, esperta, bem educada. Mas também é uma tremenda ladra do seu povo”
 
Durante o comentário na SIC sobre o Luanda Leaks, a investigação internacional agora divulgada sobre a filha do ex-presidente angolano, Ana Gomes admitiu a possibilidade de “acionar um processo” contra Isabel dos Santos devido a um dos seus tweets
 
Desde que a investigação internacional sobre como Isabel dos Santos desviou dinheiro da Sonangol para o Dubai foi divulgada na tarde deste domingo, a empresária angolana tem estado a publicar vários tweets. Num deles, alega que George Soros “deu dinheiro” ao jornalista Rafael Marques, que por sua vez “partilhou o gozo do dinheiro com Ana Gomes”. “Não desço ao nível rasteiro deste tweet”, disse Ana Gomes no seu comentário na SIC este domingo à noite. “Se [Isabel dos Santos] não estiver presa entretanto, terei muito gosto em acionar um processo contra ela”, acrescentou.
 
Ana Gomes defendeu que o que está em causa no desvio de dinheiro feito por Isabel dos Santos “é muito mais do que os 115 milhões” revelados no Luanda Leaks. “São 2 mil milhões de dólares, valor em que está avaliada a sua fortuna”, afirmou a comentadora.
 
Ana Gomes lembrou ainda que as transferências “foram feitas através do Eurobic”, o que a levou a criticar a “não regulação” do Banco de Portugal. “Ou então a regulação finge que não vê e deixa andar”, afirmou. “O Banco de Portugal tem...

Corrupção, clientelismo e lobismo, Angola

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 28

Luanda Leaks. Documentos põem a descoberto esquemas de Isabel dos Santos

 
 
Milhares de documentos mostram como a empresária usou a Sonangol para criar a sua fortuna.
 
Foram mais de 715 mil ficheiros analisados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ) e que ajudaram a desconstruir a forma como a fortuna de Isabel dos Santos, a mulher mais rica de África, foi feita com base na exploração do seu país e de esquemas de corrupção.
 
A investigação que foi levada a cabo por vários órgãos de comunicação social internacionais - como o The Guardian, a BBC e pelo jornal Expresso, em Portugal - e que contou com mais de 120 jornalistas, apurou as centenas de benefícios conseguidos por Isabel dos Santos durante a presidência de José Eduardo dos Santos, seu pai.
 
Num dos casos expostos na enorme divulgação de dados é revelado um esquema de ocultação que começou a ser montado a seguir à filha do ex-Presidente de Angola ter sido nomeada pelo pai para liderar a petrolífera estatal - Sonangol.
 
 

Entre maio e novembro de 2017, no último terço do seu mandato à frente da Sonangol, Isabel dos Santos fez com que a petrolífera estatal angolana transferisse pelo menos 115 milhões de dólares de fundos públicos para uma conta offshore no Dubai. Revela o semanário que essa transferência foi justificada como sendo um pagamento de serviços de consultoria prestados à Sonangol...

Angola

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 41

PORQUE OS EUA PRECISAM DA GUERRA?

– Despesas militares atingem níveis inéditos
– Empreiteiros da defesa vendem sucata ao governo dos EUA a preços exorbitantes
 
Vladimir Platov [*]
 
Em 2003 um sítio alternativo com sede na Bélgica, o Indy Media, publicou um artigo inteligente intitulado "Why America Needs War", escrito pelo renomado historiador e cientista político Dr. Jacques R. Pauwels.

Dado o facto de este artigo ter sido republicado recentemente por um conhecido e respeitado site de media alternativa, o Global Research , muita atenção foi atraída para as intermináveis guerras de Washington. No artigo acima mencionado, era declarado que as guerras são um terrível desperdício de vidas e recursos e, por esse motivo, a maioria das pessoas se opõe, em princípio, às guerras.

No entanto, com os EUA presos num estado perpétuo de conflito com outros actores internacionais, é de perguntar o que há de errado com os políticos americanos. Será que todos eles sofrem de alguma doença mental?

 
A razão porque os eventos que observamos no cenário global estão realmente a verificar-se é o facto de os EUA confiarem no que Pauwels descreve como a "economia de guerra" na qual os EUA se apoiam há mais de um século. Esta economia permite que indivíduos e empresas ricas se beneficiem da violência e do derramamento de sangue, o que os torna propensos a advogar guerras ao invés de resolver pacificamente os conflitos. Contudo, o artigo afirma que sem guerras...

Guerra e Paz, USA

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 32
  • XINHUA Português
  • Mundo

(Multimídia) China divulga plano para cortar uso de plásticos até 2025

 

Beijing, 20 jan (Xinhua) -- A China divulgou neste domingo um plano ambicioso para proibir ou reduzir significativamente a produção e o uso de produtos plásticos que são nocivos ao meio ambiente nos próximos cinco anos para conter a poluição.

O país proibirá ou restringirá gradualmente a produção, venda e uso de certos plásticos, ao promover suas alternativas degradáveis e de reciclagem, de acordo com um documento emitido pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR) e pelo Ministério da Ecologia e do Meio Ambiente.

Segundo o texto, até 2025, a China deve controlar eficazmente a poluição plástica, reduzir substancialmente a quantia de resíduos deste material em aterros sanitários de cidades importantes, estabelecer um sistema completo de gerenciamento e avançar no desenvolvimento de produtos alternativos.

A produção e venda de talheres de espuma plástica e cotonetes plásticos de uso único serão proibidas até o final de 2020. Para produtos químicos diários que contêm microesferas plásticas, a produção será proibida em 2020 e as vendas, em 2022.

O documento também reitera as proibições de produção e uso de sacolas plásticas finas e filmes agrícolas de polietileno, bem como de produtos plásticos com resíduos hospitalares e da importação de dejetos plásticos.

O texto estabelece um calendário detalhado para os próximos cinco anos para reduzir o uso de embalagens plásticas e de pacotes descartáveis e não degradáveis.

Por exemplo, os canudos...

China, Ambiente

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 28
  • in 'Estátua de Sal'
  • Mundo

“Vós quereis pão e eles atiram-vos cabeças”

(Pedro Santos Guerreiro, in Expresso, 18/01/2020)

Pedro Santos Guerreiro
 

Isabel dos Santos diz hoje que a Justiça angolana é iníqua mas não levantou um dedo quando Luaty Beirão foi preso por ler um livro. Tomás Correia é investigado há cinco anos mas só é alvo de buscas um mês depois de sair do poder no Montepio. Rui Pinto está detido e vai a julgamento por 93 crimes mas ninguém que ele denunciou está nos calabouços. Sim, “à política o que é da política, à justiça o que é da justiça”, mas só se a justiça for justiça. Não se pretende atacar a Justiça, pretende-se defender a lei. Porque os mesmos que enchem o coração com a palavra “democracia” raramente levam à boca a expressão “Estado de direito”. Uma não existe sem o outro. E sem Estado de direito ficamos entregues a barbárie.

De todas as acusações que Isabel dos Santos fez na entrevista à RTP, a mais grave não é a de perseguição política. Parece claro que o novo regime em Angola quer comprometer o anterior, apurando casos de corrupção, desvio de verbas e utilização do Estado para interesses particulares. Não há mal em querer destapar indícios de cleptocracia num Estado que tem elites ricas e um povo pobre. A acusação grave é outra, a de que a Justiça está ao serviço da política. Nenhum regime persegue a equidade com uma Justiça manipulada, mesmo quando a sua manipulação nos parece benevolente. Seja em que país for.

O título deste texto é uma citação de “A Morte de Danton”, que Georg Büchner escreveu depois...

Justiça

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 57
  • in 'Sputnik Brasil'
  • Mundo

França: 8 países apoiam missão naval de liderança europeia no estreito de Ormuz, entre eles Portugal

Navio de guerra iraniano Alborz no Estreito de Ormuz
© AP Photo / Agência de Notícias Fars, Mahdi Marizad

Em 2019, diversos países europeus começaram a discutir uma "missão marítima de segurança" no golfo Pérsico após aumento de tensões entre Reino Unido e Irã. Porém, a iniciativa aparentemente havia sido interrompida.

França, Portugal, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Itália, Grécia e Países Baixos expressaram apoio político para realização de uma missão naval europeia no estreito de Ormuz, anunciou o Ministério das Relações Exteriores da França nesta segunda-feira (20).

Desde o ano passado, Paris vem pressionando nações para criação de uma coalizão de segurança marítima liderada pela Europa no golfo Pérsico, após ter recusado a assinar acordo de uma coalizão semelhante com os Estados Unidos.

Enquanto isso, Reino Unido, Albânia, Arábia Saudita e Bahrain se juntaram à coalizão liderada pelos Estados Unidos, anteriormente batizada como Operação Sentinela, com Israel providenciando um apoio não especificado. A operação foi encarregada de proteger embarcações transitando pela rota comercial.

As tensões no golfo Pérsico recomeçaram a escalar em maio de 2019 após o anúncio de que os Estados Unidos enviariam um grupo de porta-aviões à região para conter "ameaça iraniana" aos interesses norte-americanos.

Cerca de um quarto de toda a produção mundial de petróleo é transportado diariamente pelo golfo Pérsico, tornando-o uma das principais artérias da economia mundial. Qualquer incremento de

Guerra e Paz

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 31

Partido de Evo define chapa presidencial e deixa de fora o favorito nas pesquisas eleitorais

 

247 - O partido MAS (Movimento Ao Socialismo), de Evo Morales, definiu neste domingo (19) a chapa presidencial para concorrer nas eleições que acontecerão em maio deste ano.

Vai para a disputa o economista Luis Arce, ministro de Finanças do governo Morales entre 2006 e 2017 (e que tinha voltado ao cargo em 2019). Seu vice-presidente será o diplomata David Choquehuanca, chanceler do governo anterior, no mesmo período.

Anteriormente tinha sido divulgado que a chapa seria formada pelo chanceler e como vice o jovem líder sindical cocalero Andrónico Rodríguez, de 30 anos. As pesquisas de opinião realizadas nas últimas semanas, no entanto, apontavam que Rodríguez nome liderava todas elas, com mais de 20% dos votos.

 

Bolívia

  • Criado em .
  • Visualizações: 26
  • in 'Sputnik Brasil'
  • Mundo

'Arquitetos da tortura' da CIA prestarão depoimento inédito em Guantánamo sobre 11 de Setembro

Bandeira dos EUA hasteada em uma viga de aço danificada nos ataques de 11 de setembro de 2001 ao World Trade Center
© AP Photo / J. David Ake

Os psicólogos que aplicaram as "técnicas de interrogatório avançadas" comparecerão em uma audiência relacionada aos atentados de 11 de setembro de 2001.

Os psicólogos James E. Mitchell e John "Bruce" Jessen criaram e implementariam para a CIA os polêmicos métodos de interrogatório como o afogamento simulado, a privação de sono e o confinamento em locais minúsculos de tamanho inferior a um caixão e espancamentos. Eles prestarão depoimento nesta semana na base naval de Guantánamo em Cuba em audiências prévias relacionadas aos atentados do 11 de setembro de 2001.

Seus testemunhos poderão influenciar o destino de suspeitos dos ataques terroristas caso se demonstre que quer a CIA quer o FBI torturaram os prisioneiros violando os seus direitos fundamentais, recorrendo às "técnicas de interrogatório avançadas" e se ficar claro que as orientações emanaram do governo.

Se espera que Mitchell e Jessen iniciem seus depoimentos a partir de 20 de janeiro aquando das audiências preliminares contra Khalid Sheikh Mohammed e quatro outros detidos acusados de ajudar a planejar e de prestar assistência nos atentados. Os cinco acusados receberão pena de morte se forem declarados culpados. A questão agora levantada é se a justiça irá excluir as provas obtidas contra os detidos e obtidas sob tortura.

A Anistia Internacional alerta ao fato de as normas de processo dos Tribunais Militares que julgarão estes casos não garantirem um julgamento justo. Além disso, o protelamento sistemático dos processos provoca sentimentos de...

USA, Repressão

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 23
  • in 'Sputnik Brasil'
  • Mundo

China reforçará capacidades militares iranianas em 2020?

Soldados do Exército de Libertação do Povo da China nas ilhas Nansha (Spratly), no mar do Sul da China (imagem de arquivo)
© REUTERS / Stringer

Analista considera que Washington deve cooperar com seus aliados regionais para dissuadir a China de fornecer armamentos ao Irã.

Após o recente ataque de drone que matou o general iraniano Qassem Soleimani, o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, disse ao seu homólogo iraniano que ambos os países deveriam se opor conjuntamente ao "unilateralismo e intimidação".

No entanto, Pequim limitou cuidadosamente seu apoio à modernização militar do Irã nos últimos quinze anos, afirma Joel Wuthnow em um artigo no National Interest. Um retorno aos anos dourados nas relações entre os dois países na década de 80 traria novos desafios aos Estados Unidos e seus aliados.

Desde a Revolução iraniana de 1979, a estratégia chinesa em relação ao Irã tem flutuado com base em oportunidades externas, como interesses econômicos no setor de gás natural e petróleo, além do fornecimento de armas usadas na Guerra Irã–Iraque.

Por que a China armaria o Irã?

Conforme argumenta Wuthnow argumenta em seu artigo:

"Ainda que o Irã tenha conseguido efetivamente produzir alguns itens, como drones, a Agência de Inteligência de Defesa considera que Teerã 'continua dependente de países como a Rússia e China para aquisição de capacidades convencionais avançadas'. Pequim poderia se beneficiar ao fornecer as armas convencionais em falta em diversas aéreas".

Como fornecedor do Irã, a China teria de competir com a Rússia, que já negocia com o país persa contratos no...

China, Irão

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 27

Rádios comunitárias bolivianas na mira do governo golpista

Desde o golpe de Estado perpetrado contra Evo Morales, pelo menos 53 rádios comunitárias foram silenciadas no país sul-americano. Um caso recente foi o da rádio Kawsachun Coca, no Norte de Santa Cruz.

Na Bolívia crescem as denúncias de censura e ataques contra órgãos de comunicação e jornalistas que mostram a repressão militar no país CréditosMarco Bello / Reuters

O encerramento foi denunciado pela própria emissora nas redes sociais, que revelou que os equipamentos nas instalações de Buena Vista (no Norte do departamento de Santa Cruz) foram desligados definitivamente por ordem do Ministério da Comunicação do governo golpista.

De acordo com a fonte, as emissões da Kawsachun Coca estavam a ser interrompidas há mais de uma semana, mas voltavam a ser reestabelecidas após protestos dos moradores.

Mas agora foi de vez, afirmam, ao mesmo tempo que denunciam a censura e os ataques contra órgãos de comunicação e jornalistas – os que mostram a repressão militar e a perseguição a dirigentes políticos do Movimento para o Socialismo (MAS) – como um elemento constante do governo a que preside a autoproclamada Jeanine Áñez.

Desde o golpe de Estado, consumado em 10 de Novembro último, pelo menos 53 rádios administradas por comunidades originárias e organizações sociais foram silenciadas. Algunas delas viram as suas instalações e equipamentos serem destruídos por polícias, militares e apoiantes do governo golpista, refere a Alahednews Spanish.

Extrema direita, Bolívia

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 18
  • in 'Sputnik Brasil'
  • Mundo

Colonização da Lua? Agência espacial começará a produzir oxigênio de poeira lunar

Lua (imagem de arquivo)
© Sputnik / Anton Denisov

Para criar uma instalação sustentável de produção de ar respirável na Lua, a Agência Espacial Europeia (ESA) lançou seu protótipo de usina de oxigênio para começar a produzir o elemento a partir de pó lunar.

O protótipo atual deverá ser aperfeiçoado, cuja temperatura de operação deverá ser reduzida e o design diminuído para criar uma versão portátil do sistema que poderia um dia ser lançado na Lua.

"Ser capaz de adquirir oxigênio de recursos encontrados na Lua seria obviamente muito útil para os futuros colonizadores lunares, tanto para a respiração como para a produção local de combustível para foguetes", disse a pesquisadora Beth Lomax, da Universidade de Glasgow (Escócia).

Verificou-se que o regolito lunar (rocha lunar) é extremamente útil para planos de colonização humana, uma vez que o elemento é composto por 40 a 45% de oxigênio.

Extração de oxigênio

No protótipo, a extração de oxigênio é feita por eletrólise de sal fundido, onde as rochas lunares são colocadas em uma cesta de metal com sal de cloreto de cálcio que é aquecido a 950 graus Celsius. Nessa temperatura, o regolito permanece sólido e se transforma em ligas de metal utilizáveis.

Os pesquisadores agora também estão explorando possíveis usos futuros para essas ligas metálicas, inclusive em impressoras 3D lunares para construir peças para bases lunares ou potencialmente até mesmo para naves espaciais.

© NASA .

Ciência e Tecnologia

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 28

Altman: elite judaica nunca se incomodou com o fascismo

 
 

247 - O jornalista Breno Altman, em análise à TV 247, comenta a respeito da demissão do ex-secretário de Cultura do governo Bolsonaro, Roberto Alvim, e destaca que a elite judaica que apoia Bolsonaro não se importa em apoiar o fascismo, mas ficou em alerta com o discurso nazista de Alvim. “Os grandes empresários judeus já apoiaram ditaduras sangrentas, como o Apartheid e o regime de Pinochet”, revela.

Ele ainda acrescenta que, quando um membro do governo se sente à vontade para citar um nazista, “é que algo muito perigoso está acontecendo no país”.

Altman alerta que Bolsonaro pretende construir um novo regime político. “Um Estado policial sob o disfarce de uma democracia liberal, que seja capaz de quebrar e marginalizar os movimentos populares”, diz ele.

 

O jornalista diz que chamar o governo Bolsonaro de nazista é um “erro histórico”, e que é “importante separar o nazismo do fascismo”.

Inscreva-se na TV 247 e confira sua análise:

 

Extrema direita, Brasil

  • Criado em .
  • Visualizações: 30

O que Lula não falou: a derrota é muito maior e mais profunda do que as eleições

Prezado Jornalista Juca Kfouri, São Paulo

 

Permite-me, meu caro jornalista, que o elogie por sua lucidez, honestidade e consciência política no exercício do jornalismo, profissão essa tão maltratada pelo achincalhe que sofre por parte do fascismo temeroso da verdade e pelo empresariado neoliberal, que relativiza os interesses e necessidades sociais e do pais, priorizando os negócios do mercado concentrador de riquezas.

Apreciei muito o modo como vocês entrevistaram o ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva, principalmente as questões que você colocou a ele, já inicio.

Mas os seus colegas Jornalistas José Trajano e Talita Galli não deixaram por menos naquela noite de 15/01 na TVT.

Senti na entrevista uma pauta preocupada com o Brasil e penso que esse tipo de trabalho merece debate e retorno, tanto a vocês quanto para Lula.

Por essa razão analisei em meu blog Cartas Proféticas um dos pontos que me parece por demais relevante e inquietante para o nosso país...

Brasil

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 26

ROUBO DE US$35 MIL MILHÕES AO IRAQUE

 
 
 
O presidente Trump ameaça roubar os 35 mil milhões de dólares do Iraque que estão depositados no Federal Reserve de Nova York. 
 
"Disse-lhes que se formos embora [do Iraque] nos pagarão. Pagarão por embaixadas, pistas de aviação, reembolsarão tudo o que gastámos", disse o chefe da Casa Branca. "Agora temos US$35 mil milhões dos seus fundos nas nossas contas. Creio que pagarão, do contrário este dinheiro permanecerá na conta", acrescentou.

O precedente disto foi, no tempo em que Paul Bremer era o vice-rei do Iraque, o roubo do Fundo de Reserva iraquiano (dinheiros da exportação de petróleo no tempo de Saddam Hussein que ficaram congelados devido ao bloqueio). Esse dinheiro, que serviria para reconstruir o Iraque destruído pela agressão dos EUA, foi dilapidado pela Halliburton e outros monopólios dos EUA.

A prática do roubo vai-se tornando um hábito do imperialismo. Recentemente o Banco da Inglaterra apreendeu as reservas-ouro da Venezuela que estavam depositadas em Londres. E nos EUA o governo Trump tomou a empresa CITGO da sua proprietária, a companhia de petróleo da Venezuela.
 

Ver o original em 'Página Global' na seguinte ligação:

https://paginaglobal.blogspot.com/2020/01/roubo-de-us35-mil-milhoes-ao-iraque.html

USA, Iraque

  • Criado em .
  • Visualizações: 10
  • Abril de Novo Magazine
  • Mundo

Grécia: Delegação do Comitê de Advogados FSM visita Atenas para expressar solidariedade contra a organização criminosa neonazista “Aurora Dourada”

Uma delegação internacional do Comitê de Advogados da FSM, composta por advogados da Itália, Turquia e Chipre, está visitando Atenas, Grécia, para acompanhar de perto o julgamento contra a organização criminosa neonazista “Aurora Dourada”. O Comitê de Advogados da FSM expressou repetidamente sua profunda preocupação perante as recentes declarações da fiscal e os últimos eventos no âmbito do julgamento.

A delegação internacional do Comitê expressou sua solidariedade às vítimas dos ataques nazistas-fascistas contra trabalhadores, imigrantes e o povo da Grécia. Além disso, os advogados de classe da FSM enfatizaram que seguirão de perto esse importante julgamento até o final e informarão a comunidade internacional sobre isso. Como declararam perante a imprensa e os advogados classistas da Grécia que tentam demonstrar a natureza criminosa do “Aurora Dourada”: “Este julgamento tem a ver com todos nós, não apenas do ponto de vista jurídico, mas também do ponto de vista social”.


 
  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

  •  

Via: WFTU http://bit.ly/3apFe6k

Ver original em 'Abril de Novo Magazine' na seguinte ligação:

Extrema direita, Grécia

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 25

Publicações mais recentes

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Vasco Graça updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate