• Entrada
  • Artigos
  • Cascais
  • Podemos fazer melhor por Portugal e por Cascais

Podemos fazer melhor por Portugal e por Cascais

(Comentário

A extrema-direita pensa que Cascais é "terreno" seu. Já anuncia ufana a sua candidatura à próximas autárquicas. Na verdade a direita (PSD/CDS) e a excessiva passividade de outros têm-lhe aberto as portas. Mas são os cascalenses que têm uma palavra a dizer.)


A Iniciativa Liberal, criada em 2017, aspira a ter um Portugal mais moderno, mais justo e mais liberal. Um país onde a liberdade individual a nível político, social e económico sejam pilares da nossa sociedade. Um país com menos Estado que tudo julga saber e com mais liberdade de escolha em áreas como a saúde ou a educação. Um país onde o Estado se preocupe em prestar melhores serviços com menos recursos e maior transparência, em vez de deixar degradar os serviços com a maior carga fiscal de sempre. Um país onde a pluralidade e o respeito pela democracia sejam parte do nosso dia a dia. Um país onde cada cidadão possa colher os frutos do seu esforço e da sua livre iniciativa. Um país onde todos os portugueses, sem exceção, tenham direitos, oportunidades e responsabilidades iguais aos de todos os outros portugueses.

Em Outubro de 2019 (nas primeiras eleições legislativas a que concorreu) a Iniciativa Liberal elegeu um deputado à Assembleia da República e no concelho de Cascais obteve uma votação de 3.1% tornando-se a 7ª força política a nível concelhio (5ª força política na freguesia de Cascais e Estoril). Se as eleições autárquicas fossem hoje, a Iniciativa Liberal estaria representada na Assembleia Municipal, e nas Assembleias de Freguesia de Cascais e Estoril e de Carcavelos e Parede.

Fizemo-lo com muito esforço e com recursos muito inferiores ao de muitas outras forças políticas, e com isso demonstrámos que é possível fazer muito com muito pouco (por exemplo, os nossos cartazes mais pequenos que se encontravam junto de centros de saúde e repartições de finanças foram montados, transportados, colocados no local e retirados uma semana após as eleições, totalmente por voluntários). Mas ainda nos falta fazer muito mais.

Em Cascais, que é hoje o 5º maior concelho de Portugal em população atrás do Porto, muito mais e melhor pode e deve ser feito. O concelho, fruto de um crescimento populacional que se mantém ainda hoje, tem à sua frente grandes desafios em inúmeras áreas. Temos de acreditar, porque é possível e somos capazes, que, em conjunto, podemos e devemos transformar Cascais no melhor concelho do país em termos de qualidade de vida, de oportunidades de trabalho, de mobilidade, de educação, de integração e multiculturalidade, de sustentabilidade e de transparência e eficiência da gestão autárquica, entre tantas outras áreas onde melhor pode ser feito. Temos de ser ambiciosos.

Devemo-lo fazer, não com recurso a cada vez maiores orçamentos que alimentam uma máquina autárquica que, tal como o congestionamento rodoviário em Cascais, não para de crescer, mas com uma gestão eficiente dos recursos públicos. Devemos devolver ao cidadão e à iniciativa privada os recursos que hoje são utilizados em projetos com pouco ou nenhum retorno só porque alguém pensa que a gestão pública pode fazer melhor que a gestão privada. É que é muito fácil ser o gestor de projetos financiados com recursos infindáveis do trabalho dos outros.

Nas próximas eleições autárquicas, pela primeira vez haverá uma alternativa real à monotonia partidária PSD/CDS/PS da gestão autárquica em Cascais dos últimos 40 anos (tal como no país). Pela primeira vez haverá como alternativa de escolha a Iniciativa Liberal.

Contem, mas sejam exigentes, connosco.

Miguel Barros

Ver original em 'Portal CASCAIS' na seguinte ligação:

https://www.portalcascais.pt/analise-politica/miguel-barros/podemos-fazer-melhor-por-portugal-e-por-cascais/

Artigos relacionados

A acumulação decapital é que produz inovação tecnológica diz o MISES
A acumulação decapital é que produz inovação tecnológica diz o MISES (Comentário: Os inspiradores da lusa 'Iniciativa Liberal' e de outros movimentos estrangeiros de extrema direita são o ... 54 views Mon, 20 Jan 2020, 18:11:53
Rádios comunitárias bolivianas na mira do governo golpista
Rádios comunitárias bolivianas na mira do governo golpista Desde o golpe de Estado perpetrado contra Evo Morales, pelo menos 53 rádios comunitárias foram silenciadas no país sul... 26 views Mon, 20 Jan 2020, 17:51:47
A colagem ao Chega
A colagem ao Chega (Isabel Moreira, in Expresso, 14/01/2020) Parece uma reação de pânico. Não havia cá disto. Isto é, não havia, n... 59 views Tue, 14 Jan 2020, 22:33:04
Espanha -- Hoje
Espanha -- Hoje A extrema-direita é o fascismo católico que frequentava a Falange. Não faltam padres para rezar pela alma dos fetos... 59 views Sat, 28 Dec 2019, 17:40:47
Depois queixem-se...
Depois queixem-se... Mais uma situação escandalosa na Polícia de Segurança Pública quando o site da PSP promove descaradamente a violência e ... 157 views Thu, 26 Dec 2019, 17:26:35
Coimbra – A homenagem a Antunes Varela
Coimbra – A homenagem a Antunes Varela Quando, em outubro de 2000, o presidente da Relação de Coimbra mandou recolocar o busto de Antunes Varela no Tribunal, d... 45 views Fri, 27 Dec 2019, 23:15:18

Extrema direita

  • Criado em .
  • Visualizações: 91

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe os seus comentários

  1. Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
0 Characters
Anexos (0 / 5)
Share Your Location

Publicações mais recentes

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Vasco Graça updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate