Publicações recentes

Espera-se a todo o momento um manifesto de apoio da Ordem dos Veterinários ao projecto do PAN.... e os donos…

in Portugal

by in 'Alpendre da Lua'

Em Janeiro de 2016 eu publicava um diálogo e considerava-o uma conversa improvável, para logo…
agosto 24, 2019

Espera-se a todo o momento um manifesto de apoio da Ordem dos Veterinários ao projecto do PAN.... e os donos dos cães votarão ao lado dos donos dos gatos!

in Portugal

by in 'Alpendre da Lua'

Em Janeiro de 2016 eu publicava um diálogo e considerava-o uma conversa improvável, para logo a seguir deixar a interrogação se o seria ou não. Prestaram-se à encenação a "Mula" e a "Kiara". A imagem era da Marta Lopes e a montagem do avô dela. Mais de três anos passados,…

A política do choque

in Portugal

by in 'Estátua de Sal'

(António Guerreiro, in Público, 23/08/2019) António Guerreiro A mais pura lógica do clash governou o discurso de…
agosto 23, 2019

A política do choque

in Portugal

by in 'Estátua de Sal'

(António Guerreiro, in Público, 23/08/2019) António Guerreiro A mais pura lógica do clash governou o discurso de todas as partes envolvidas na greve dos motoristas de matérias perigosas. O choque, a virulência e a rivalidade são normais nestas circunstâncias, mas o que é novo é o facto de todos terem abdicado dos…

BRASIL e os “revolucionários”

in Mundo

by As palavras são armas

Diabolizaram Lula, continuam sem contribuir para a sua libertação e são incapazes de criticar a…
agosto 23, 2019

BRASIL e os “revolucionários”

in Mundo

by As palavras são armas

Diabolizaram Lula, continuam sem contribuir para a sua libertação e são incapazes de criticar a atual política criminosa sem dar uma alfinetada no PT. 177 empresas vão ser privatizadas o neoliberalismo puro e duro com ranço fascista A eleição de Bolsonaro foi o rastilho que provocou o caos em que…

Governo brasileiro minimiza dimensão dos incêndios na Amazónia

in Mundo

by Página Global

    O Governo brasileiro minimizou hoje as dimensões dos incêndios que lavram na Amazónia,…
agosto 23, 2019

Governo brasileiro minimiza dimensão dos incêndios na Amazónia

in Mundo

by Página Global

    O Governo brasileiro minimizou hoje as dimensões dos incêndios que lavram na Amazónia, declarando que os fogos "não estão fora de controlo" e que a maioria se encontra no "nível mais baixo" de emergência.   Num comunicado enviado à agência Lusa, intitulado "nove factos sobre os incêndios na…

Macron diz que Bolsonaro mentiu e opõe-se a acordo com Mercosul

in Mundo

by Página Global

    Em meio à crise das queimadas na Amazónia, governo francês acusa presidente brasileiro…
agosto 23, 2019

Macron diz que Bolsonaro mentiu e opõe-se a acordo com Mercosul

in Mundo

by Página Global

    Em meio à crise das queimadas na Amazónia, governo francês acusa presidente brasileiro de desrespeitar compromissos firmados na cúpula do G20. Proteção do meio ambiente foi condição para acordo comercial com a UE.   Diante da crise gerada pelas queimadas na Amazónia, o governo do presidente francês, Emannuel…

Lavar as mãos da Amazónia

in Mundo

by Ricardo M Santos in 'Manifesto 74'

  Quando se fala no Fundo da Amazónia, patrocinado por países ricos, convém esclarecer quem…
agosto 23, 2019

Lavar as mãos da Amazónia

in Mundo

by Ricardo M Santos in 'Manifesto 74'

  Quando se fala no Fundo da Amazónia, patrocinado por países ricos, convém esclarecer quem contribui para esse fundo, no caso, Noruega e Alemanha, juntamente com a Petrobras. No caso da Noruega, ainda em 2018 uma empresa mineira cujo maior acionista é, espante-se, o governo da Noruega, esteve envolvida num…

UE | Migrantes do Ocean Viking vão desembarcar em Malta

in Mundo

by Página Global

    Portugal é um dos países de acolhimento Países europeus chegaram a acordo sobre…
agosto 23, 2019

UE | Migrantes do Ocean Viking vão desembarcar em Malta

in Mundo

by Página Global

    Portugal é um dos países de acolhimento Países europeus chegaram a acordo sobre o destino dos 365 migrantes que viajavam no navio humanitário.   O ministro francês do Interior, Christophe Castaner, anunciou esta manhã que os 365 migrantes que estão a bordo do navio humanitário Ocean Viking vão…

Um quarto da população alemã tem origem estrangeira

in Mundo

by Página Global

    Em 2018, 20,8 milhões de habitantes do país tinham origem migratória - um…
agosto 23, 2019

Um quarto da população alemã tem origem estrangeira

in Mundo

by Página Global

    Em 2018, 20,8 milhões de habitantes do país tinham origem migratória - um aumento de 44% em relação a 2005. Destes, 52% possuem cidadania alemã.   Um levantamento do Departamento Federal de Estatísticas da Alemanha (Destatis) divulgado nesta quarta-feira (21/08), quase um quarto da população alemã possui origem…

A DEFECÇÃO DA ROMÉNIA

in Mundo

by A.Teixeira in 'Herdeiro de Aécio'

23 de Agosto de 1944. Numa típica manobra de camarilha de corte, o ditador romeno…
agosto 23, 2019

A DEFECÇÃO DA ROMÉNIA

in Mundo

by A.Teixeira in 'Herdeiro de Aécio'

23 de Agosto de 1944. Numa típica manobra de camarilha de corte, o ditador romeno Ion Antonescu (1882-1946) é preso depois de ter sido convocado para uma audiência com o rei Miguel I (1921-2017). A intriga é uma repetição quase integral do que acontecera no Verão do ano anterior em…

União Europeia | De braços bem fechados

in Mundo

by Página Global

    Não haja ilusões, nem equívocos: aos braços abertos, estendidos aos refugiados pela boa…
agosto 23, 2019

União Europeia | De braços bem fechados

in Mundo

by Página Global

    Não haja ilusões, nem equívocos: aos braços abertos, estendidos aos refugiados pela boa vontade isolada de alguns grupos de pessoas, a União Europeia contrapõe uma política de braços bem fechados.   José Goulão | AbrilAbril | opinião   Os pouco mais de cem refugiados que penavam à deriva…

Salazar encarcerava assim | Campo do Tarrafal, o campo da morte lenta

in Portugal

by Página Global

Vista da entrada do Campo de Concentração do Tarrafal (mais fotos no original)   A Colónia…
agosto 23, 2019

Salazar encarcerava assim | Campo do Tarrafal, o campo da morte lenta

in Portugal

by Página Global

Vista da entrada do Campo de Concentração do Tarrafal (mais fotos no original)   A Colónia Penal do Tarrafal foi criada pelo Governo português do Estado Novo, corria o ano de 1936. Fica situada no extremo norte da ilha de Santiago, em Cabo Verde, num lugar ironicamente chamado de Chão Bom.    …

Portugal | Pardal & Pinto, pantomineiros, Lda.

in Portugal

by Página Global

    José Manuel Diogo | Jornal de Notícias | opinião   O Pardal Henriques…
agosto 23, 2019

Portugal | Pardal & Pinto, pantomineiros, Lda.

in Portugal

by Página Global

    José Manuel Diogo | Jornal de Notícias | opinião   O Pardal Henriques não queria ser deputado, mas o antigo bastonário Marinho Pinto, vendo como ele defendia bem o povo, convenceu-o.   O líder em outsourcing do sindicato dos camionistas de cenas perigosas vai agora ser o ponta…

PAUL CRAIG ROBERTS ANALISA SITUAÇÃO DA ECONOMIA DOS EUA

in Mundo

by Manuel Banet

                              …
agosto 23, 2019

PAUL CRAIG ROBERTS ANALISA SITUAÇÃO DA ECONOMIA DOS EUA

in Mundo

by Manuel Banet

                               https://www.paulcraigroberts.org/2019/08/21/what-globalism-did-was-to-transfer-the-us-economy-to-china/ No artigo acima («o que o globalismo fez foi transferir a economia dos EUA para a China»), de uma clareza e precisão notáveis, Paul Craig Roberts destrói o mito de uma economia americana em…

Portugal | Mais de 23 mil assinaturas. Há petições contra e a favor do Museu Salazar

in Portugal

by Página Global

  Assinantes das petições: Museu NÃO 15 mil | Museu SIM 8 mil    …
agosto 23, 2019

Portugal | Mais de 23 mil assinaturas. Há petições contra e a favor do Museu Salazar

in Portugal

by Página Global

  Assinantes das petições: Museu NÃO 15 mil | Museu SIM 8 mil     Petições públicas eletrónicas contra e a favor da instalação de um museu Salazar, em Santa Comba Dão, já motivaram a assinatura de mais de 23 mil pessoas.   Há sete dias, um primeiro documento digital…

Barreira sino-russa contra a intromissão dos EUA

in Mundo

by Diario.info

Os EUA acumularam suficiente experiência e sucessos na promoção de “revoluções coloridas” para se abalançarem…
agosto 23, 2019

Barreira sino-russa contra a intromissão dos EUA

in Mundo

by Diario.info

Os EUA acumularam suficiente experiência e sucessos na promoção de “revoluções coloridas” para se abalançarem a duas operações simultâneas de grande ambição: Hong Kong e Moscovo. O problema é irem confrontar-se com forças e meios muito superiores àqueles com que se depararam em outros lugares. E desta nova ofensiva resultarem…

Um controle médico da ONU para Julian Assange

in Mundo

by resistir.info

por Aymeric Monville Porque o advogado britânico de Julian Assange, John Jones, morreu, supostamente por…
agosto 23, 2019

Um controle médico da ONU para Julian Assange

in Mundo

by resistir.info

por Aymeric Monville Porque o advogado britânico de Julian Assange, John Jones, morreu, supostamente por suicídio, em Abril de 2016. Porque o seu colega nos Estados Unidos morreu um mês depois. Porque os Estados Unidos tentam intimidar as testemunhas Chelsea Manning e Jacob Appelbaum. Porque estamos, infelizmente, sem notícias de…

Amazónia - Porque não chega ficar horrorizado...

in Mundo

by in 'Alpendre da Lua'

Aos membros do Congresso Brasileiro, ao governo de Jair Bolsonaro, aos líderes mundiais e, por…
agosto 22, 2019

Amazónia - Porque não chega ficar horrorizado...

in Mundo

by in 'Alpendre da Lua'

Aos membros do Congresso Brasileiro, ao governo de Jair Bolsonaro, aos líderes mundiais e, por razões conhecidas, ao Presidente Marcelo «Como cidadãos de todo o mundo, ficamos horrorizados ao ver o rápido aumento da destruição da floresta amazónica nos últimos meses. O destino da humanidade está diretamente conectado sobre o…

Polícia norueguesa acredita que co-fundador do WikiLeaks morreu em acidente de caiaque

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AFP 2019 / ODD ANDERSEN A polícia norueguesa afirmou nesta sexta-feira estar encerrado as…
agosto 22, 2019

Polícia norueguesa acredita que co-fundador do WikiLeaks morreu em acidente de caiaque

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AFP 2019 / ODD ANDERSEN A polícia norueguesa afirmou nesta sexta-feira estar encerrado as investigações do caso envolvendo o desaparecido do co-fundador do WikiLeaks. Segundo a polícia da Noruega, as evidências sugerem que o co-fundador do site WikiLeaks morreu em um acidente de caiaque no ano passado.Arjen Kamphuis, um…

Bolsonaro: Mercosul concluiu acordo comercial com bloco da Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

Appa O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira a conclusão de um acordo de livre…
agosto 22, 2019

Bolsonaro: Mercosul concluiu acordo comercial com bloco da Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

Appa O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira a conclusão de um acordo de livre comércio entre Mercosul e Efta. As negociações de um acordo de livre comércio entre o Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) e o Efta (Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein) foram concluídas com sucesso, informou nesta…

Berlim prevê recessão técnica na Alemanha

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Gero Breloer A Chancelaria Federal da Alemanha prevê que o país…
agosto 22, 2019

Berlim prevê recessão técnica na Alemanha

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Gero Breloer A Chancelaria Federal da Alemanha prevê que o país entrará em recessão, segundo a revista Der Spiegel, que citou um documento oficial. A economia alemã é a maior da Europa e a quarta maior do mundo, depois dos EUA, China e Japão. "No terceiro…

Câmara de Coimbra abre portas ao espólio de Louzã Henriques

in Portugal

by in AbrilAbril

O executivo conimbricense aprovou por unanimidade um voto de pesar pelo falecimento de Manuel Louzã…
agosto 22, 2019

Câmara de Coimbra abre portas ao espólio de Louzã Henriques

in Portugal

by in AbrilAbril

O executivo conimbricense aprovou por unanimidade um voto de pesar pelo falecimento de Manuel Louzã Henriques, figura grada da cidade e da região, e dispõe-se a acolher o espólio do médico e etnólogo. Aspecto do lançamento do livro «Manuel Louzã Henriques - Algures com meu(s) irmão(s)», de Manuela Cruzeiro e…

Portugal, o novo alvo da extrema-direita

in Portugal

by Página Global

    Num país governado por rara coalizão de esquerda, o protofascismo manipula redes sociais,…
agosto 22, 2019

Portugal, o novo alvo da extrema-direita

in Portugal

by Página Global

    Num país governado por rara coalizão de esquerda, o protofascismo manipula redes sociais, estimula estranhíssima greve de caminhoneiros e difunde intrigas entre socialistas e comunistas. Mas é possível frear sua investida   Boaventura de Sousa Santos | Outras Palavras   Vários acontecimentos recentes têm revelado sinais cada vez mais…

Supremo nega recurso de Lula contra Moro

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Andre Penner A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou…
agosto 22, 2019

Supremo nega recurso de Lula contra Moro

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Andre Penner A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou nesta sexta-feira, por unanimidade, o recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o juiz Sergio Moro. O pedido da defesa do ex-presidente buscava anulação dos atos de Moro em uma das…

Câmara paga multa de 200 mil euros por acesso ilegal à praia do Abano

in Cascais

by CASCAIS24

                               22 agosto 2019 A Câmara Municipal de Cascais foi condenada a pagar 200…
agosto 22, 2019

Câmara paga multa de 200 mil euros por acesso ilegal à praia do Abano

in Cascais

by CASCAIS24

                               22 agosto 2019 A Câmara Municipal de Cascais foi condenada a pagar 200 mil euros pela construção ilegal, a 17 de junho de 2009, de um acesso em betão à praia do Abano, era então presidente António Capucho e vice o atual presidente Carlos Carreiras, apurou Cascais24.  O…

Novos tribunais internacionais, precisam-se!

in Mundo

by jorge rocha in 'Ventos Semeados'

Confesso que estava na expetativa quanto à bondade da hipótese de alguns povos sujeitarem-se a…
agosto 22, 2019

Novos tribunais internacionais, precisam-se!

in Mundo

by jorge rocha in 'Ventos Semeados'

Confesso que estava na expetativa quanto à bondade da hipótese de alguns povos sujeitarem-se a líderes infectos, apenas capazes de lhes agravarem as frustrações e ansiedades, e deles se sentirem doravante vacinados.   Hitler já nos demonstrara que isso não basta, porque, derrubado o ícone, logo alguns o santificam como…

Primeiro-ministro britânico diz que incêndios na Amazônia representam 'crise internacional'

in Portugal

by in 'Sputnik Brasil'

© Sputnik / Alexey Filipov O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, manifestou a sua preocupação com…
agosto 22, 2019

Primeiro-ministro britânico diz que incêndios na Amazônia representam 'crise internacional'

in Portugal

by in 'Sputnik Brasil'

© Sputnik / Alexey Filipov O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, manifestou a sua preocupação com os incêndios na Floresta Amazônica, afirmando que as queimadas representam uma "crise internacional". Johnson ofereceu a colaboração do seu país para ajudar no combate aos incêndios e na preservação da Amazônia. The fires ravaging the…

Serviços máximos: primeiro estranha-se, depois entranha-se

in Portugal

by in 'Estátua de Sal'

(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 21/08/2019)     Como temia, a greve cirúrgica dos enfermeiros…
agosto 22, 2019

Serviços máximos: primeiro estranha-se, depois entranha-se

in Portugal

by in 'Estátua de Sal'

(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 21/08/2019)     Como temia, a greve cirúrgica dos enfermeiros abriu a Caixa de Pandora. A exigência de fortes serviços mínimos, primeiro, e de uma requisição civil, depois, era inevitável. Antes de tudo, porque sendo uma greve por procuração, em que a esmagadora maioria trabalhava…
  • Início

Colóquio 'O Futuro do SNS: Lei de Bases'

20190121 180858

Realizou-se no dia 21 de janeiro o Colóquio sobre a Lei de Bases da Saúde promovido pela Associação de Médicos Pelo Direito à Saúde (AMPDS) com o apoio de diversas organizações entre as quais a Plataforma Cascais - movimento cívico.
Na sessão, que encheu a sala 1 da Fundação Calouste Gulbenkian, intervieram para além de Marta Temido. ministra da Saúde, Ana Sofia Ferreira ('Financiamento em Saúde'),Isabel Loureiro('O Papel do Estado na capacitação dos cidadãos e dos serviços de saúde'),João Oliveira ('O Hospital Público entre a complexidade e a pós-verdade') e Teresa Gago ('A Lei de bases da Saúde: alçapões e lucernas'). O animado debate em que participaram muitos dos assistentes foi moderado por Jaime Mendes, presidente da AMPDS.

   

Intervenção da Ministra da Saúde Marta Temido

Intervenção de Teresa Gago

Intervenção de Ana Sofia Ferreira

Intervenção de João Oliveira

Intervenção de Isabel Loureiro

 

Apontamento da participação de Vasco Lourenço

 

  • Criado em .
  • Visualizações: 311
  • Mário Jorge Neves in 'O TORNADO'
  • Portugal

A discussão da LB da Saúde contribui para uma política sem máscaras!

A discussão do actual projecto governamental da Lei de Bases da Saúde está a permitir clarificar os reais posicionamentos político-ideológicos de alguns intervenientes na cena política portuguesa.

Os argumentos que têm utilizado na discussão pública contra esse projecto está a fazer-lhes cair a “burka” com que escondem o seu neoliberalismo arcaico e desumano.

Assim, e para que tudo se possa tornar mais transparente, importa lembrar alguns factos mais distantes e outros mais próximos.

Como disse um dia Shakespeare, “a memória é a sentinela do cérebro”.

Na grande maioria dos casos, aquilo que verdadeiramente move a campanha contra este projecto governamental é o medo de diversos círculos privados deixarem de continuar a parasitar os dinheiros públicos em tão larga escala.

Numa primeira fase, a sua incontinência verbal e a falta de argumentos credíveis levou-os a inventar a cassete de que não importava se a gestão era pública ou privada, dado que o mais importante era garantir o atendimento das pessoas.

Facilmente desmontada tal cassete, a campanha passou a incorporar ameaças veladas de “veto presidencial”.

Nesta base, o argumento foi a necessidade de um consenso alargado ao PSD, porque uma lei desta importância não podia ser aprovada por um só partido para que pudesse dispor logo à partida de uma perspectiva mais duradoura.

Mais uma vez, a campanha atabalhoada dos círculos contra o SNS escamoteiam de forma politicamente desonesta que a actual lei de bases ainda em vigor foi aprovada em 1990 por único partido, o PSD, durante um governo de maioria absoluta do PSD, presidido por Cavaco Silva.

Nessa altura, o cidadão Marcelo Rebelo de Sousa, militante/ dirigente do PSD, não emitiu uma única palavra de incomodidade pelo facto do seu partido ter imposto uma Lei desta importância sem ter dialogado com qualquer partido e muito menos tentado qualquer consenso.

É grave que em política se adoptem atitudes de chocante incoerência consoante é o seu partido ou são os outros a governarem.

Alguns dias depois da ampla divulgação da insinuação do tal veto, o PSD apresentou publicamente a sua proposta de lei de bases da saúde, onde o vice-presidente do seu grupo parlamentar, Adão Silva, afirmou, segundo a notícia, que estavam à procura de um entendimento com o PS e o CDS.

Este dirigente partidário estava acompanhado perante os jornalistas do ex ministro da saúde Luís Filipe Pereira e de outro deputado.

Estes 3 dirigentes do PSD...

Ler mais: A discussão da LB da Saúde contribui para uma política sem máscaras!

  • Criado em .
  • Visualizações: 591

Nunca houve um bloco central para o SNS

Daniel

(Daniel Oliveira, in Expresso, 29/01/2019)

Daniel Oliveira

Se houve vitória da democracia portuguesa foi a construção do Serviço Nacional de Saúde. Em muitos indicadores de saúde, passámos, em pouco tempo, do terceiro mundo para o primeiríssimo mundo. Mas cortes sucessivos, a drenagem de dinheiro do Estado para o privado, a intervenção da troika e o subfinanciamento crónico acabaram por desembocar num colapso do sistema. E a verdade é que o dinheiro que vai sendo injetado não parece travar a degradação do SNS. E muito menos para recuperar o que se perdeu. Foi a própria ministra da Saúde a reconhecer que o dinheiro acabou por ir quase todo para a compensação de injustiças passadas em relação aos profissionais de saúde.

A consciência de que vivemos um momento de viragem é óbvia. E ela abriu um confronto político sobre o que deve ser o SNS. Um debate saudável que obriga o Estado a parar para pensar em vez de ir apenas tapando buracos. É aí que se cometem os grandes erros. Este debate faz-se em torno da nova Lei de Bases da Saúde. A que está em vigor foi aprovada exclusivamente pela direita, há quase três décadas. Este debate tem muitos aspetos importantes – o papel dos cuidados primários, o hospitalocentrismo do nosso sistema, um SNS totalmente direcionado para a doença (incluindo no financiamento) e que ainda despreza a prevenção, a exclusividade dos médicos… Mas o tema mais quente, e não apenas por razões simbólicas ou ideológicas, é a relação com o...

Ler mais: Nunca houve um bloco central para o SNS

  • Criado em .
  • Visualizações: 257

Moradores da Costa da Guia revoltados com inicio de abate de árvores no espaço que câmara cedeu à Associação Chabad



Por Redação 
24 janeiro 2019
Contra a vontade da generalidade dos moradores e frequentadores da Costa da Guia, começou esta quarta-feira, manhã, o abate das árvores no espaço verde e público cedido pela Câmara Municipal de Cascais à Associação Chabad Portugal para construção do Jewish Live and Learning Centre. As imagens desse abate (acessíveis no Facebook em https://www.facebook.com/sos.costadaguia/videos/392777284824367/) têm estado a ser muito partilhadas nas redes sociais, tendo atingido mais de 6.000 visualizações em poucas horas.
A obra continua a causar uma enorme polémica, não apenas por implicar o abate de inúmeras árvores adultas e de grande porte, mas também por vir privar os cidadãos do acesso e utilização de um terreno que foi cedido há diversas décadas como compensação ao município pelo promotor da urbanização da Costa da Guia. 

Os moradores da Costa da Guia têm vindo a solicitar há mais de vinte anos que os cerca de 5.000 m2 sejam ajardinados, dando assim continuidade ao espaço verde onde se situa o parque infantil adjacente para que todos possam usufruir de um pulmão verde numa zona já densamente urbanizada. 

Recorde-se que, na altura em que António Capucho ainda era presidente da Câmara, o projeto de construção naquele local de instalações da Igreja Católica foi travado pelo mesmo, atenta a contestação dos moradores.

Porém, em 2016, na mesma altura em que deliberava a atribuição da marina de Cascais a outros...

Ler mais: Moradores da Costa da Guia revoltados com inicio de abate de árvores no espaço que câmara cedeu à Associação Chabad

  • Criado em .
  • Visualizações: 185

Lei de Bases da Saúde: alçapões e lucernas

Intervenção da Dra. Teresa Gago, na Fundação Calouste Gulbenkian, em 21 de Janeiro de 2019.

Boa tarde,

Agradeço à Associação de Médicos Pelo Direito à Saúde, através do Dr. Jaime Mendes, o convite para aqui estar.

É com muito gosto que participo nesta sessão sobre o futuro do SNS.

Futuro este que se ambiciona venha a ser de aprofundamento democrático, de crescimento e de reforço identitário do SNS como sector estratégico do Estado.

Embora se reconheça que um documento legislativo não poderá por si só resolver todos os problemas do sector da saúde, é inequívoco que a nova Lei de Bases será determinante para o futuro do SNS e, assim, para a estrutura e a capacidade do SNS do futuro.

Em termos simples trata-se, de facto, de decidirmos como queremos assegurar o nosso direito constitucional à protecção da saúde. Queremos que seja, em primeira linha, o Estado a assumir as suas responsabilidades mediante prestações próprias, democráticas, universais, gerais e (tendencialmente) gratuitas, através do SNS?  Ou, pelo contrário, aceitamos que grandes grupos privados financiados pelo erário público, engulam os pequenos/médios prestadores e se transformem em suseranos do SNS, quer através dos hospitais privados, quer através dos seguros de saúde?

É hoje iniludível que a Lei de Bases da Saúde de 1990 conduziu o SNS por alçapões de definhamento, tal como foi descrito por António Arnaut e mais recentemente por António Costa. A realidade está à vista de...

Ler mais: Lei de Bases da Saúde: alçapões e lucernas

  • Criado em .
  • Visualizações: 250
  • Jornal Tornado in 'O TORNADO'
  • Portugal

Lei de Bases da Saúde deve garantir delimitação de sectores público e privado

Da Federação Nacional dos Médicos recebemos o seguinte comunicado que representa uma contribuição de peso para o debate acerca da Lei de Bases da Saúde.

Pelo seu elevado interesse reproduzimos na integra o comunicado da FNAM.

No momento em que foram apresentadas várias propostas para uma nova Lei de Bases da Saúde, a Federação Nacional dos Médicos (FNAM) apela à Assembleia da República que faça aprovar uma lei que garanta um Serviço Nacional de Saúde (SNS) público, com delimitação entre os sectores público e privado e que defenda as carreiras médicas.

A FNAM defende um SNS público, universal, solidário e tendencialmente gratuito, sem cobrança de taxas moderadoras, até porque estas comprovadamente não moderam uma procura desnecessária.

A promiscuidade entre o sector público e privado tem conduzido à depauperação do SNS, com o respaldo da Lei de Bases actualmente em vigor. É urgente definir uma política gradual de delimitação entre os sectores público, privado e social, a começar pelo fim do financiamento das unidades privadas através de dinheiros públicos. As entidades do sector social e privado podem assumir um papel supletivo e temporário na prestação de cuidados de saúde, na ausência de resposta adequada e atempada do SNS. Por outro lado, deve haver total transparência na acumulação de funções, por parte de profissionais, quando em trabalho nos vários sectores.

O funcionamento do SNS depende das condições de trabalho dos seus profissionais...

Ler mais: Lei de Bases da Saúde deve garantir delimitação de sectores público e privado

  • Criado em .
  • Visualizações: 524

Colóquio - Lei de Bases da Saúde

A25A saude

 

28 de fevereiro  18.00h Lisboa

Convite:

Colóquio sobre o SNS, organizado pela A25A, com o apoio de várias entidades.

Face à conjuntura, onde se debate o futuro do SNS, e às forças em presença, é indispensável não desperdiçar esforços na defesa de uma das maiores conquistas do 25 de Abril.

Por isso, apelamos à vossa participação.

Cordiais saudações
Vasco Lourenço

  • Criado em .
  • Visualizações: 138
  • Ladrões de Bicicletas (Nuno Serra)
  • Portugal

Não esquecer a história


«Como escreveu António Arnaut no livro "Salvar o SNS", e passo a citar, "a lei 48/90 visou essencialmente a descaraterização constitucional do SNS e reduzi-lo ao objetivo de um serviço público de índole caritativa para os mais pobres. Ora, num momento em que o SNS está prestes a completar quarenta anos, e deu já tantas provas de fazer parte da nossa identidade como país, importa corrigir aquela descaraterização e aquele reducionismo". Não tenho dúvidas que esta casa conhece bem o texto da Lei de Bases da Saúde atualmente em vigor. Mas saberão os portugueses, lá em casa, que nela se escreve que "é apoiado o desenvolvimento do setor privado da saúde, em concorrência com o setor público»? E que a políticas de recursos humanos para a saúde "visa facilitar a mobilidade de profissionais entre o setor público e o setor privado"?
(...) Importa não esquecer a história. Não para remexer nas feridas ou para colher louros, mas para evitar erros. Com a oposição do PSD, CDS e deputados independentes social-democratas, que então declararam lamentar "esta doença infantil da nossa democracia", foram os votos do PS e do PCP que permitiram aprovar, na Assembleia da República, a lei do SNS. Com a oposição do PS e do PCP, foram o PSD e o CDS que, em 1990, aprovaram uma Lei de Bases que o então ministro da Saúde, Dr. Arlindo de Carvalho, apresentou, referindo como tendo o intuito específico de "revogar esse verdadeiro subproduto de um falso romantismo iluminado, que é a lei de Dr. Arnaut"

Ler mais: Não esquecer a história

  • Criado em .
  • Visualizações: 190

António Costa afirma que há condições políticas à esquerda para aprovar lei de bases da saúde

acosta 01

O primeiro-ministro considerou hoje que há condições políticas entre as forças da maioria parlamentar de esquerda para aprovar uma nova lei de bases da saúde, clarificando de vez as relações entre os setores público, social e privado.

16 jan 2019in portal 'Sapo'

 

Estas posições foram defendidas por António Costa no seu discurso final num almoço promovido em parceria entre a Associação 25 de Abril e a revista "Ânimo", do artista plástico e antigo jornalista e assessor de imprensa do Grupo Parlamentar do PS António Colaço.

Na perspetiva de António Costa, a lei de bases da saúde aprovada na década de 90 "foi a primeira porta que se abriu ao desvirtuamento do Serviço Nacional de Saúde", após o fundador do PS António Arnaut ter criado o SNS em 1978.

"Ainda bem que há vários projetos em discussão na Assembleia da República e, por certo, na fase de especialidade, irão todos contribuir para termos uma solução final que seja positiva. A minha convicção é que a atual maioria tem todas as condições políticas para conseguir aprovar uma lei de bases da saúde que permita fazer aquilo que é essencial", sustentou o primeiro-ministro.

O líder do executivo especificou a seguir que "é essencial centrar a saúde nas pessoas, assegurar que há um sistema de saúde adequado à dinâmica demográfica (com a necessidade de responder cada vez mais aos cuidados continuados), aproveitar plenamente a inovação científica, mas que, em simultâneo, permita uma clarificação definitiva das relações...

Ler mais: António Costa afirma que há condições políticas à esquerda para aprovar lei de bases da saúde

  • Criado em .
  • Visualizações: 215

Manifestação Contra a Destruição dos Espaços Verdes Costa Guia

50673374 515819268906476 1003223907018211328 n

Sábado, 2 de fevereiro - 16.00h

na Costa da Guia

Organizado por SOS Costa da Guia

Manifestação contra a construção privada da Associação Chabad Portugal que já está a aniquilar e a vedar 5.000 m2 de espaço verde público contra a vontade dos moradores e frequentadores da Costa da Guia.

Porquê?
O que justifica este massacre ambiental em pleno séc.XXI?
Como é que uma Câmara Municipal que assinou e publicitou um Pacto para as Alterações Climáticas e o Compromisso para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU promove isto?
Um terreno verde cedido para equipamento público e agora "oferecido" (segundo o representante da Chabad em declarações à SIC) a uma associação privada que nada fez por Cascais.
O que justifica este tratamento de privilégio contra a vontade histórica dos moradores?
O que justifica mais betão aqui? 744 eur/mês num terreno que vale milhões?
Por 50 anos renováveis indefinidamente por períodos de 25 anos?
Porque é que os moradores e frequentadores, os seus filhos e netos, animais de estimação vão deixar de poder passear livremente neste espaço verde que era repleto de árvores com largas dezenas de anos e que foram selvaticamente abatidas?
É isto "Cascais elevada às pessoas"?

Esta é uma causa de Tod@s!
Apareça, traga a família, o cão e ajude-nos a defender o que resta dos espaços verdes públicos de Cascais.Obrigado pelo seu apoio e partilha.

  • Criado em .
  • Visualizações: 131

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Voltaram as Festas do Mar e vale a pena ir ver alguns dos espetáculos.
    A Câmara autopropagandeia-se com elas, claro.
    Na televisão vemos um dos organizadores do evento dizer que as Festas são muito boas para a "vila" (vila é o que a aritocratoburguesia local gosta de chamar a esta terra por estultas razões que estão devidamente caracterizadas) e que não têm nenhuns custos para os munícipes.

    Duvidamos mas ele argumenta que o dinheiro vem das verbas do jogo (Casino) e dos patrocinadores. Claro...
    Voltaram as Festas do Mar e vale a pena ir ver alguns dos espetáculos.
    A Câmara autopropagandeia-se com elas, claro.
    Na televisão vemos um dos organizadores do evento dizer que as Festas são muito boas para a "vila" (vila é o que a aritocratoburguesia local gosta de chamar a esta terra por estultas razões que estão devidamente caracterizadas) e que não têm nenhuns custos para os munícipes.

    Duvidamos mas ele argumenta que o dinheiro vem das verbas do jogo (Casino) e dos patrocinadores. Claro que as verbas do jogo são verbas dos munícipes (não são um 'dinheiro de bolso' para festejos e mais o que alguns queiram) mas, mesmo assim, duvidamos. Seria bom que oposição camarária tentasse (sabemos que é muito difícil conhecer as contas da Câmara) deslindar quanto é que os cascalenses pagam efetivamente por estas Festas.


    Ao ouvir o dito organizador percebia-se que a conversa era de jotinha de carreira (não obrigatoriamente do Carreiras, entenda-se) e fomos ver.

    Bastou googlar para nos aparecer à cabeça que o Dr. Bernardo Barros é um distinto Administrador Executivo da Empresa Municipal "CASCAIS DINÂMICA" (as empresas municipais, em geral, servem para fazer o que a Câmara deixa de fazer porque é mais fácil meter os boys e girls nestas empresas, pagas pelos munícipes, do que na própria Câmara) com um currículo com muitas derivações do seu enlace camarário (do "Americas Cup World Series - Cascais" à "NOVA SBE – Intensive Management Program " passando pelo "Sailors for the Sea Portugal – Presidente" e pela "Escola Superior de Hotelaria do Estoril (ESHTE) – Membro do Conselho Geral").

    Mas o que conta verdadeiramente é que, depois de uns anitos como escuteiro já em 2006 era " Conselheiro Distrital de Lisboa da JSD" e em 2010 passou a "Conselheiro Nacional da JSD"o que, entretanto, lhe permitiu ingressar como " Secretário Político do Vereador na Câmara Municipal de Cascais" até com "representação do Vereador em atos oficiais, visitas diplomáticas e conferências".

    A partir daí foi só subir. Em 2011 já estava na " Comissão Política Distrital de Lisboa do PSD" e logo (2012) passava para "Adjunto do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Cascais" e, simultaneamente, para "Vice-Presidente da Associação de Turismo de Cascais (Associação de direito privado)", seguindo-se, em 2015, o atual lugar de "Administrador Executivo na Cascais Dinâmica" onde organiza as Festas do Mar.

    Nada nos move contra este distintíssimo quadro da esfera camarária cascalense. Provavelmente é uma excelente pessoa e um funcionário exemplar.

    Apenas se lamenta constatar que o poder político/administrativo é cada vez mais feito destas carreiras partidarizadas e clientelares.

    Certamente que há gente competente nos Partidos do velho "Arco da Governação" (os outros ficam de fora obviamente). Mas só há quadros competentes com o cartão destes Partidos ? Não há muita gente competente que não esteja em Partido nenhum ou que opte por outros dos muitos Partidos existentes ?

    É que isto, aqui por Cascais, tresanda.
    Mais
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web atualizou a sua capa de perfil
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web atualizou a sua imagem de perfil
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha