Publicações recentes

Espera-se a todo o momento um manifesto de apoio da Ordem dos Veterinários ao projecto do PAN.... e os donos…

in Portugal

by in 'Alpendre da Lua'

Em Janeiro de 2016 eu publicava um diálogo e considerava-o uma conversa improvável, para logo…
agosto 24, 2019

Espera-se a todo o momento um manifesto de apoio da Ordem dos Veterinários ao projecto do PAN.... e os donos dos cães votarão ao lado dos donos dos gatos!

in Portugal

by in 'Alpendre da Lua'

Em Janeiro de 2016 eu publicava um diálogo e considerava-o uma conversa improvável, para logo a seguir deixar a interrogação se o seria ou não. Prestaram-se à encenação a "Mula" e a "Kiara". A imagem era da Marta Lopes e a montagem do avô dela. Mais de três anos passados,…

A política do choque

in Portugal

by in 'Estátua de Sal'

(António Guerreiro, in Público, 23/08/2019) António Guerreiro A mais pura lógica do clash governou o discurso de…
agosto 23, 2019

A política do choque

in Portugal

by in 'Estátua de Sal'

(António Guerreiro, in Público, 23/08/2019) António Guerreiro A mais pura lógica do clash governou o discurso de todas as partes envolvidas na greve dos motoristas de matérias perigosas. O choque, a virulência e a rivalidade são normais nestas circunstâncias, mas o que é novo é o facto de todos terem abdicado dos…

BRASIL e os “revolucionários”

in Mundo

by As palavras são armas

Diabolizaram Lula, continuam sem contribuir para a sua libertação e são incapazes de criticar a…
agosto 23, 2019

BRASIL e os “revolucionários”

in Mundo

by As palavras são armas

Diabolizaram Lula, continuam sem contribuir para a sua libertação e são incapazes de criticar a atual política criminosa sem dar uma alfinetada no PT. 177 empresas vão ser privatizadas o neoliberalismo puro e duro com ranço fascista A eleição de Bolsonaro foi o rastilho que provocou o caos em que…

Governo brasileiro minimiza dimensão dos incêndios na Amazónia

in Mundo

by Página Global

    O Governo brasileiro minimizou hoje as dimensões dos incêndios que lavram na Amazónia,…
agosto 23, 2019

Governo brasileiro minimiza dimensão dos incêndios na Amazónia

in Mundo

by Página Global

    O Governo brasileiro minimizou hoje as dimensões dos incêndios que lavram na Amazónia, declarando que os fogos "não estão fora de controlo" e que a maioria se encontra no "nível mais baixo" de emergência.   Num comunicado enviado à agência Lusa, intitulado "nove factos sobre os incêndios na…

Macron diz que Bolsonaro mentiu e opõe-se a acordo com Mercosul

in Mundo

by Página Global

    Em meio à crise das queimadas na Amazónia, governo francês acusa presidente brasileiro…
agosto 23, 2019

Macron diz que Bolsonaro mentiu e opõe-se a acordo com Mercosul

in Mundo

by Página Global

    Em meio à crise das queimadas na Amazónia, governo francês acusa presidente brasileiro de desrespeitar compromissos firmados na cúpula do G20. Proteção do meio ambiente foi condição para acordo comercial com a UE.   Diante da crise gerada pelas queimadas na Amazónia, o governo do presidente francês, Emannuel…

Lavar as mãos da Amazónia

in Mundo

by Ricardo M Santos in 'Manifesto 74'

  Quando se fala no Fundo da Amazónia, patrocinado por países ricos, convém esclarecer quem…
agosto 23, 2019

Lavar as mãos da Amazónia

in Mundo

by Ricardo M Santos in 'Manifesto 74'

  Quando se fala no Fundo da Amazónia, patrocinado por países ricos, convém esclarecer quem contribui para esse fundo, no caso, Noruega e Alemanha, juntamente com a Petrobras. No caso da Noruega, ainda em 2018 uma empresa mineira cujo maior acionista é, espante-se, o governo da Noruega, esteve envolvida num…

UE | Migrantes do Ocean Viking vão desembarcar em Malta

in Mundo

by Página Global

    Portugal é um dos países de acolhimento Países europeus chegaram a acordo sobre…
agosto 23, 2019

UE | Migrantes do Ocean Viking vão desembarcar em Malta

in Mundo

by Página Global

    Portugal é um dos países de acolhimento Países europeus chegaram a acordo sobre o destino dos 365 migrantes que viajavam no navio humanitário.   O ministro francês do Interior, Christophe Castaner, anunciou esta manhã que os 365 migrantes que estão a bordo do navio humanitário Ocean Viking vão…

Um quarto da população alemã tem origem estrangeira

in Mundo

by Página Global

    Em 2018, 20,8 milhões de habitantes do país tinham origem migratória - um…
agosto 23, 2019

Um quarto da população alemã tem origem estrangeira

in Mundo

by Página Global

    Em 2018, 20,8 milhões de habitantes do país tinham origem migratória - um aumento de 44% em relação a 2005. Destes, 52% possuem cidadania alemã.   Um levantamento do Departamento Federal de Estatísticas da Alemanha (Destatis) divulgado nesta quarta-feira (21/08), quase um quarto da população alemã possui origem…

A DEFECÇÃO DA ROMÉNIA

in Mundo

by A.Teixeira in 'Herdeiro de Aécio'

23 de Agosto de 1944. Numa típica manobra de camarilha de corte, o ditador romeno…
agosto 23, 2019

A DEFECÇÃO DA ROMÉNIA

in Mundo

by A.Teixeira in 'Herdeiro de Aécio'

23 de Agosto de 1944. Numa típica manobra de camarilha de corte, o ditador romeno Ion Antonescu (1882-1946) é preso depois de ter sido convocado para uma audiência com o rei Miguel I (1921-2017). A intriga é uma repetição quase integral do que acontecera no Verão do ano anterior em…

União Europeia | De braços bem fechados

in Mundo

by Página Global

    Não haja ilusões, nem equívocos: aos braços abertos, estendidos aos refugiados pela boa…
agosto 23, 2019

União Europeia | De braços bem fechados

in Mundo

by Página Global

    Não haja ilusões, nem equívocos: aos braços abertos, estendidos aos refugiados pela boa vontade isolada de alguns grupos de pessoas, a União Europeia contrapõe uma política de braços bem fechados.   José Goulão | AbrilAbril | opinião   Os pouco mais de cem refugiados que penavam à deriva…

Salazar encarcerava assim | Campo do Tarrafal, o campo da morte lenta

in Portugal

by Página Global

Vista da entrada do Campo de Concentração do Tarrafal (mais fotos no original)   A Colónia…
agosto 23, 2019

Salazar encarcerava assim | Campo do Tarrafal, o campo da morte lenta

in Portugal

by Página Global

Vista da entrada do Campo de Concentração do Tarrafal (mais fotos no original)   A Colónia Penal do Tarrafal foi criada pelo Governo português do Estado Novo, corria o ano de 1936. Fica situada no extremo norte da ilha de Santiago, em Cabo Verde, num lugar ironicamente chamado de Chão Bom.    …

Portugal | Pardal & Pinto, pantomineiros, Lda.

in Portugal

by Página Global

    José Manuel Diogo | Jornal de Notícias | opinião   O Pardal Henriques…
agosto 23, 2019

Portugal | Pardal & Pinto, pantomineiros, Lda.

in Portugal

by Página Global

    José Manuel Diogo | Jornal de Notícias | opinião   O Pardal Henriques não queria ser deputado, mas o antigo bastonário Marinho Pinto, vendo como ele defendia bem o povo, convenceu-o.   O líder em outsourcing do sindicato dos camionistas de cenas perigosas vai agora ser o ponta…

PAUL CRAIG ROBERTS ANALISA SITUAÇÃO DA ECONOMIA DOS EUA

in Mundo

by Manuel Banet

                              …
agosto 23, 2019

PAUL CRAIG ROBERTS ANALISA SITUAÇÃO DA ECONOMIA DOS EUA

in Mundo

by Manuel Banet

                               https://www.paulcraigroberts.org/2019/08/21/what-globalism-did-was-to-transfer-the-us-economy-to-china/ No artigo acima («o que o globalismo fez foi transferir a economia dos EUA para a China»), de uma clareza e precisão notáveis, Paul Craig Roberts destrói o mito de uma economia americana em…

Portugal | Mais de 23 mil assinaturas. Há petições contra e a favor do Museu Salazar

in Portugal

by Página Global

  Assinantes das petições: Museu NÃO 15 mil | Museu SIM 8 mil    …
agosto 23, 2019

Portugal | Mais de 23 mil assinaturas. Há petições contra e a favor do Museu Salazar

in Portugal

by Página Global

  Assinantes das petições: Museu NÃO 15 mil | Museu SIM 8 mil     Petições públicas eletrónicas contra e a favor da instalação de um museu Salazar, em Santa Comba Dão, já motivaram a assinatura de mais de 23 mil pessoas.   Há sete dias, um primeiro documento digital…

Barreira sino-russa contra a intromissão dos EUA

in Mundo

by Diario.info

Os EUA acumularam suficiente experiência e sucessos na promoção de “revoluções coloridas” para se abalançarem…
agosto 23, 2019

Barreira sino-russa contra a intromissão dos EUA

in Mundo

by Diario.info

Os EUA acumularam suficiente experiência e sucessos na promoção de “revoluções coloridas” para se abalançarem a duas operações simultâneas de grande ambição: Hong Kong e Moscovo. O problema é irem confrontar-se com forças e meios muito superiores àqueles com que se depararam em outros lugares. E desta nova ofensiva resultarem…

Um controle médico da ONU para Julian Assange

in Mundo

by resistir.info

por Aymeric Monville Porque o advogado britânico de Julian Assange, John Jones, morreu, supostamente por…
agosto 23, 2019

Um controle médico da ONU para Julian Assange

in Mundo

by resistir.info

por Aymeric Monville Porque o advogado britânico de Julian Assange, John Jones, morreu, supostamente por suicídio, em Abril de 2016. Porque o seu colega nos Estados Unidos morreu um mês depois. Porque os Estados Unidos tentam intimidar as testemunhas Chelsea Manning e Jacob Appelbaum. Porque estamos, infelizmente, sem notícias de…

Amazónia - Porque não chega ficar horrorizado...

in Mundo

by in 'Alpendre da Lua'

Aos membros do Congresso Brasileiro, ao governo de Jair Bolsonaro, aos líderes mundiais e, por…
agosto 22, 2019

Amazónia - Porque não chega ficar horrorizado...

in Mundo

by in 'Alpendre da Lua'

Aos membros do Congresso Brasileiro, ao governo de Jair Bolsonaro, aos líderes mundiais e, por razões conhecidas, ao Presidente Marcelo «Como cidadãos de todo o mundo, ficamos horrorizados ao ver o rápido aumento da destruição da floresta amazónica nos últimos meses. O destino da humanidade está diretamente conectado sobre o…

Polícia norueguesa acredita que co-fundador do WikiLeaks morreu em acidente de caiaque

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AFP 2019 / ODD ANDERSEN A polícia norueguesa afirmou nesta sexta-feira estar encerrado as…
agosto 22, 2019

Polícia norueguesa acredita que co-fundador do WikiLeaks morreu em acidente de caiaque

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AFP 2019 / ODD ANDERSEN A polícia norueguesa afirmou nesta sexta-feira estar encerrado as investigações do caso envolvendo o desaparecido do co-fundador do WikiLeaks. Segundo a polícia da Noruega, as evidências sugerem que o co-fundador do site WikiLeaks morreu em um acidente de caiaque no ano passado.Arjen Kamphuis, um…

Bolsonaro: Mercosul concluiu acordo comercial com bloco da Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

Appa O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira a conclusão de um acordo de livre…
agosto 22, 2019

Bolsonaro: Mercosul concluiu acordo comercial com bloco da Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

Appa O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira a conclusão de um acordo de livre comércio entre Mercosul e Efta. As negociações de um acordo de livre comércio entre o Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) e o Efta (Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein) foram concluídas com sucesso, informou nesta…

Berlim prevê recessão técnica na Alemanha

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Gero Breloer A Chancelaria Federal da Alemanha prevê que o país…
agosto 22, 2019

Berlim prevê recessão técnica na Alemanha

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Gero Breloer A Chancelaria Federal da Alemanha prevê que o país entrará em recessão, segundo a revista Der Spiegel, que citou um documento oficial. A economia alemã é a maior da Europa e a quarta maior do mundo, depois dos EUA, China e Japão. "No terceiro…

Câmara de Coimbra abre portas ao espólio de Louzã Henriques

in Portugal

by in AbrilAbril

O executivo conimbricense aprovou por unanimidade um voto de pesar pelo falecimento de Manuel Louzã…
agosto 22, 2019

Câmara de Coimbra abre portas ao espólio de Louzã Henriques

in Portugal

by in AbrilAbril

O executivo conimbricense aprovou por unanimidade um voto de pesar pelo falecimento de Manuel Louzã Henriques, figura grada da cidade e da região, e dispõe-se a acolher o espólio do médico e etnólogo. Aspecto do lançamento do livro «Manuel Louzã Henriques - Algures com meu(s) irmão(s)», de Manuela Cruzeiro e…

Portugal, o novo alvo da extrema-direita

in Portugal

by Página Global

    Num país governado por rara coalizão de esquerda, o protofascismo manipula redes sociais,…
agosto 22, 2019

Portugal, o novo alvo da extrema-direita

in Portugal

by Página Global

    Num país governado por rara coalizão de esquerda, o protofascismo manipula redes sociais, estimula estranhíssima greve de caminhoneiros e difunde intrigas entre socialistas e comunistas. Mas é possível frear sua investida   Boaventura de Sousa Santos | Outras Palavras   Vários acontecimentos recentes têm revelado sinais cada vez mais…

Supremo nega recurso de Lula contra Moro

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Andre Penner A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou…
agosto 22, 2019

Supremo nega recurso de Lula contra Moro

in Mundo

by in 'Sputnik Brasil'

© AP Photo / Andre Penner A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou nesta sexta-feira, por unanimidade, o recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o juiz Sergio Moro. O pedido da defesa do ex-presidente buscava anulação dos atos de Moro em uma das…

Câmara paga multa de 200 mil euros por acesso ilegal à praia do Abano

in Cascais

by CASCAIS24

                               22 agosto 2019 A Câmara Municipal de Cascais foi condenada a pagar 200…
agosto 22, 2019

Câmara paga multa de 200 mil euros por acesso ilegal à praia do Abano

in Cascais

by CASCAIS24

                               22 agosto 2019 A Câmara Municipal de Cascais foi condenada a pagar 200 mil euros pela construção ilegal, a 17 de junho de 2009, de um acesso em betão à praia do Abano, era então presidente António Capucho e vice o atual presidente Carlos Carreiras, apurou Cascais24.  O…

Novos tribunais internacionais, precisam-se!

in Mundo

by jorge rocha in 'Ventos Semeados'

Confesso que estava na expetativa quanto à bondade da hipótese de alguns povos sujeitarem-se a…
agosto 22, 2019

Novos tribunais internacionais, precisam-se!

in Mundo

by jorge rocha in 'Ventos Semeados'

Confesso que estava na expetativa quanto à bondade da hipótese de alguns povos sujeitarem-se a líderes infectos, apenas capazes de lhes agravarem as frustrações e ansiedades, e deles se sentirem doravante vacinados.   Hitler já nos demonstrara que isso não basta, porque, derrubado o ícone, logo alguns o santificam como…

Primeiro-ministro britânico diz que incêndios na Amazônia representam 'crise internacional'

in Portugal

by in 'Sputnik Brasil'

© Sputnik / Alexey Filipov O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, manifestou a sua preocupação com…
agosto 22, 2019

Primeiro-ministro britânico diz que incêndios na Amazônia representam 'crise internacional'

in Portugal

by in 'Sputnik Brasil'

© Sputnik / Alexey Filipov O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, manifestou a sua preocupação com os incêndios na Floresta Amazônica, afirmando que as queimadas representam uma "crise internacional". Johnson ofereceu a colaboração do seu país para ajudar no combate aos incêndios e na preservação da Amazônia. The fires ravaging the…

Serviços máximos: primeiro estranha-se, depois entranha-se

in Portugal

by in 'Estátua de Sal'

(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 21/08/2019)     Como temia, a greve cirúrgica dos enfermeiros…
agosto 22, 2019

Serviços máximos: primeiro estranha-se, depois entranha-se

in Portugal

by in 'Estátua de Sal'

(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 21/08/2019)     Como temia, a greve cirúrgica dos enfermeiros abriu a Caixa de Pandora. A exigência de fortes serviços mínimos, primeiro, e de uma requisição civil, depois, era inevitável. Antes de tudo, porque sendo uma greve por procuração, em que a esmagadora maioria trabalhava…
  • Início
  • Mário Jorge Neves in 'O TORNADO'
  • Portugal

O SNS, a autonomia e a realidade

Nas últimas semanas assistimos a nova ofensiva ideológica contra o projecto governamental da Lei de Bases da Saúde por parte de diversos intervenientes e sob diversas formas: artigos, abaixo-assinados, conferências ou meras  declarações pessoais.

Nesta campanha antigovernamental tem valido de tudo um pouco, verificando-se, até, o recurso às mentiras mais descaradas, tentando criar a ideia de que o sector privado e o sector social seriam objecto de uma clara hostilidade.

E estas afirmações têm sido feitas quando no nosso país os dinheiros públicos na Saúde têm permitido a viabilização de importantes negócios privados.

Nas diversas tomadas de posição importa destacar os seguintes aspectos:

  • A gestão do SNS deveria ser autonomizada em relação ao Ministério da Saúde.
  • Ser efectuada a separação das funções de prestador e pagador dos cuidados de saúde.
  • O SNS ser transformado em instituto ou empresa pública.
  • Que esse percurso de autonomização foi efectuado no Reino Unido com resultados muito positivos.
  • Que é atribuído um papel secundário ao sector privado e ao sector social.
  • Contestação ao carácter supletivo e temporário da gestão privada na saúde expresso no projecto governamental.
  • Criação de um grupo de trabalho para apresentar um “ projecto neutro” ao Parlamento que crie um novo SNS “de raíz”.

Como algumas dessas posições tentam “ressuscitar” o modelo neoliberal de M. Thatcher, escamoteando os resultados desastrosos a que conduziu o sector da saúde na Grã-Bretanha com a quase completa destruição do seu NHS ( National Health Service), importa lembrar que esse modelo foi condensado num documento intitulado “White Paper”.

Torna-se, então, indispensável fazer uma explicação sintética dos pilares desse modelo.

Em 1989, o governo conservador de Margaret Thatcher apresentou um documento orientador da reforma do sistema de saúde com o título “Trabalhando para os doentes”.

Este documento tornou-se mais conhecido pela designação de “White Paper”.

Nas suas considerações gerais, era afirmado que ele visava o “fortalecimento do NHS”, “colocar o doente acima de qualquer interesse”, que “o governo mantém e não mudará os princípios sobre os quais o NHS foi erigido”, o “NHS continuará aberto a todos e financiado pelas contribuições fiscais” e que “cada vez mais gente se dá conta de que nova injecção de mais dinheiro não é, por si só, uma resposta”.

Como objectivos gerais foram colocados os seguintes: “oferecer aos doentes...

Ler mais: O SNS, a autonomia e a realidade

  • Criado em .
  • Visualizações: 266
  • Ladrões de Bicicletas (João Ramos de Almeida)
  • Portugal

Cumplicidades socialisto-privadas

Agora que se conhecem os documentos acordados com o Governo e aqueles que foram modificados pelos deputados do PS, é possível ver quais as verdadeiras preocupações dos deputados socialistas.

 

E as diferenças não são apenas nas Parcerias Público-Privadas (PPP) e nas taxas moderadoras. É bem mais vasto e trata-se de um verdadeiro caderno de encargos favorável ao sector privado, num ataque ao SNS. Nem se compreende como é que o PS envereda por esta declaração de guerra, sem qualquer justificação política. 

 

Primeiro, a gestão privada dos estabelecimentos hospitalares públicos  em PPP. Antes dizia-se: "A gestão dos estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde é pública, devendo a escolha dos titulares dos seus órgãos de administração respeitar os princípios da transparência, publicidade, concorrência e igualdade". Agora, diz-se "A gestão dos estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde é pública, podendo ser supletiva e temporariamente assegurada por contrato com entidades privadas ou do setor social."

 

Segundo, o financiamento do SNS. Antes, definia-se que "O financiamento a que se refere o nº1 [O financiamento do SNS é assegurado por verbas do Orçamento do Estado] deve permitir que o SNS seja dotado dos recursos humanos, técnicos e financeiros necessários ao cumprimento das suas funções e objetivos." Agora, a proposta dos deputados do PS deixa cair esta obrigação. 
Não é uma questão de somenos. Tem sido o subfinanciamento crónico que tem gerado ineficiência e ineficácias do SNS e aberto a porta ao negócio do sector privado da Saúde. Sem criação de uma procura, o mercado do sector privado na Saúde não existe e não tem como sobreviver.  Ao retirar a obrigação pública de dotar o SNS de um financiamento adequado que pague o seu funcionamento, os seus profissionais, está a criar-se um monstro que tende a definhar e a gerar um mercado de Saúde.

 


E há muito mais... 

 

Terceira, taxas moderadoras.  Antes, escrevia-se: "Tendo em vista a correta orientação dos utentes, é dispensada a cobrança de taxa moderadora nos cuidados de saúde primários e nas demais prestações de saúde, se a origem da referenciação para estas for o SNS." Agora, escreve-se: "A lei pode prever a cobrança de taxas moderadoras, tendo em vista o controlo da procura desnecessária e a orientação da procura para respostas mais adequadas às necessidades assistenciais...

Ler mais: Cumplicidades socialisto-privadas

  • Criado em .
  • Visualizações: 464

Portugal | Viragem à Direita nas PPP? “Pressão vem de ser uma lei de 2 mil milhões"

Francisco Louçã não acredita que tenha sido por pressão do Presidente da República que o PS voltou atrás relativamente à proposta da nova Lei de Bases da Saúde do Governo, que já havia enviado aos parceiros da Geringonça.

É o tema da semana. O Bloco de Esquerda havia anunciado há uns dias um acordo com o Governo: o fim das PPP (Parcerias Público-Privadas) na saúde, que constaria da proposta da nova Lei de Bases na Saúde.
Nos dias seguintes, o Executivo garantia não existir qualquer acordo com o Bloco de Esquerda, argumentando que o que houve foram versões de trabalho, e apresentou nova proposta, bem diferente daquela que teria enviado tanto ao Bloco de Esquerda como ao PCP, que deixa em aberto a questão das PPP.

Tal viragem deixou o BE "chocado". "Só podemos estar chocados com o caminho do PS ao apresentar propostas que contrariam o acordo alcançado", disse, esta quarta-feira, Catarina Martins. 

Francisco Louçã não tem dúvidas. O que fez o Governo e o PS mudarem de ideias foi a pressão dos dois mil milhões de euros que representam as PPP numa legislatura. “São 2 mil milhões que o Estado paga para empresas que procuram obter lucro. O ponto de partida foi este”, comentou no habitual espaço de comentário da SIC Notícias.



Para o bloquista, as divisões no PS sobre esta matéria não são o cerne da questão. “Se olharmos com atenção para o que se passou vemos que o filme não é esse. No final de março, o documento foi enviado às...

Ler mais: Portugal | Viragem à Direita nas PPP? “Pressão vem de ser uma lei de 2 mil milhões"

  • Criado em .
  • Visualizações: 300

A prova dos nove

(Daniel Oliveira, in Expresso, 27/04/2019)

Daniel Oliveira

 

 


Se há assunto que sempre distinguiu a esquerda da direita portuguesa foi o SNS.

Isso ficou evidente em 1979, quando a direita se opôs à lei que o fez nascer por a considerar demasiado estatista. E em 1990, quando votou sozinha uma Lei de Bases de Saúde que punha privado e público a competir dentro do SNS. Por isso, este tema era de consenso fácil na ‘geringonça’. Enquanto as propostas do PSD e do CDS para a nova lei de bases aprofundavam o papel dos privados dentro do SNS, tendo o Estado como financiador, a esquerda dava ao privado um papel suplementar. É um debate semelhante ao dos contratos de associação com colégios privados. Nesta relação com os privados, as PPP eram o teste do algodão. Os estudos comparativos de eficácia financeira têm resultados contraditórios. Mas o essencial é que os privados olham para um doente com critérios de rentabilidade. Se não for rentável é um problema a ser transferido, se for rentável não deve ir para o centro de saúde. Se o doente for a um hospital gerido pelo Estado receberá o que tiver de receber, se for a uma PPP receberá o que estiver no contrato com o Estado. Aceitaria Isabel Vaz, CEO do grupo Luz Saúde, que um dos seus hospitais fosse gerido pelo Estado?

Um político que afete os negócios privados na saúde ou nas pensões sofre e é sempre cercado. Está muito dinheiro em jogo e grande parte do capitalismo nacional depende destes negócios em...

Ler mais: A prova dos nove

  • Criado em .
  • Visualizações: 246

Assim não, António Costa

(Por Estátua de Sal, 25/04/2019)

Nada pior, como prenda de aniversário do 25 Abril, do que este zig-zag do PS no caso da Lei de Bases da Saúde, que António Costa não se cansou de informar o país que a Assembleia da República iria aprovar brevemente com o apoio dos partidos à sua esquerda. Em suma, seria verdadeiramente uma Lei subscrita pelo espírito da Geringonça.


 

É feio um líder político dar o dito por não dito com tanta leviandade. Cai mal ao olhar dos eleitores, revela fraqueza, calculismo político e falta de lealdade para com um ideário político firme e consistente. São tergiversações deste género que minam a confiança dos eleitores na classe política, que afastam os eleitores das urnas, e que são o terreno fértil para o crescimento dos populismos.

É óbvio que é sabido que o PS não é um bloco unânime no que toca às opções de gestão, mais ou menos liberal, da economia. É óbvio que sempre existiu no PS uma ala permeável às pressões emergentes do mundo dos negócios privados, seja na área da saúde, nas autoestradas ou nas empresas públicas. Costa sempre conviveu com uns e com outros conseguindo, em última instância, fazer uma bissectriz mais ou menos consensual, satisfazendo umas vezes mais a ala direita, e de quando em vez a ala esquerda. Neste caso, parecia claro que o pensamento pessoal do próprio António Costa seria mesmo acabar com a inscrição da possibilidade de PPP na Lei de Bases da Saúde a aprovar.

Só que, entre o parecer e o...

Ler mais: Assim não, António Costa

  • Criado em .
  • Visualizações: 227

Subfinanciamento crónico do SNS

Os projectos de nova Lei de Bases da Saúde em debate na Assembleia da República não resolvem os problemas graves do Serviço Nacional de Saúde (SNS)

Neste estudo, com o titulo “Os projectos de nova Lei de Bases da Saúde em debate na Assembleia da República não resolvem os problemas graves do Serviço Nacional de Saúde (SNS)” analiso, utilizando dados da OCDE e do governo, a situação actual do sector da saúde em Portugal, mostrando que a percentagem da riqueza criada no país (PIB) destinada à saúde dos portugueses diminuiu entre 2006 e 2017, uma tendência contrária à verificada na generalidade dos países da União Europeia.

Mostro, utilizando dados do governo, que o agravamento das dificuldades do SNS resultam da redução, em % do PIB, das transferências do Orçamento do Estado para o SNS. Isto tem determinado, como consequência das dificuldades que enfrenta o SNS, que a parte da despesa total com saúde suportada pelas famílias atingisse, em 2017, 28% em Portugal, quando a média na União Europeia é apenas 18%.

E refiro que nenhum dos projectos de nova lei de bases da saúde actualmente em debate na Assembleia da República resolve dois dos mais graves problemas que enfrenta actualmente o SNS, a saber: o subfinanciamento crónico do SNS e a promiscuidade público-privada que existe e que resulta dos profissionais de saúde trabalharem simultaneamente no SNS e em grandes grupos privados de saúde, o que está, por um lado, a destruir por dentro o SNS e, por outro...

Ler mais: Subfinanciamento crónico do SNS

  • Criado em .
  • Visualizações: 244

Carreiras ameaça "não dar tréguas" aos contestatários da Quinta dos Ingleses

Por Redação
10 abril 2019

“Na Quinta dos Ingleses, como noutros assuntos, os novos demagogos fazem deliberadamente a única coisa que verdadeiramente lhes interessa: disseminar a ignorância e a dúvida. É esse o único negócio que lhes interessa. O meu compromisso é não lhes dar tréguas”. Quem o afirma e promete é Carlos Carreiras, chefe do governo local de Cascais, esta quarta-feira, na sua habitual coluna de opinião no Jornal I, referindo-se ao movimento contestatário que, este sábado, juntou na luta contra o betão mais de 300 pessoas em cordão humano, que nem a chuva, o vento e o frio conseguiram fazer demover.
 
Recém recuperado de problemas cardíacos, que levaram a internamento hospitalar, o presidente da Câmara de Cascais mostra-se agastado no artigo com toda a contestação à volta da Quinta dos Ingleses.
 
Adultos e jovens juntaram-se este sábado ao enorme cordão humano contra o betão frente às praia de Carcavelos
Antes, porém, acusa que toda esta contestação é “liderada por um militante de um suposto partido chamado Juntos Pelo Povo (que tem as suas origens na Madeira) e pela central de abaixo-assinados do PCP, uma coligação negativa autointitulada de “movimento” tem insistido em fazer oposição ao plano de pormenor”.
 
Carreiras salvaguarda, logo a seguir, querer “deixar claro que todas as oposições ao projeto são legítimas, desde que honestas e fundamentadas”, mas acrescenta que “há limites para a demagogia e para o...

Ler mais: Carreiras ameaça "não dar tréguas" aos contestatários da Quinta dos Ingleses

  • Criado em .
  • Visualizações: 419

Colóquio 'O Futuro do SNS: Lei de Bases'

20190121 180858

Realizou-se no dia 21 de janeiro o Colóquio sobre a Lei de Bases da Saúde promovido pela Associação de Médicos Pelo Direito à Saúde (AMPDS) com o apoio de diversas organizações entre as quais a Plataforma Cascais - movimento cívico.
Na sessão, que encheu a sala 1 da Fundação Calouste Gulbenkian, intervieram para além de Marta Temido. ministra da Saúde, Ana Sofia Ferreira ('Financiamento em Saúde'),Isabel Loureiro('O Papel do Estado na capacitação dos cidadãos e dos serviços de saúde'),João Oliveira ('O Hospital Público entre a complexidade e a pós-verdade') e Teresa Gago ('A Lei de bases da Saúde: alçapões e lucernas'). O animado debate em que participaram muitos dos assistentes foi moderado por Jaime Mendes, presidente da AMPDS.

   

Intervenção da Ministra da Saúde Marta Temido

Intervenção de Teresa Gago

Intervenção de Ana Sofia Ferreira

Intervenção de João Oliveira

Intervenção de Isabel Loureiro

 

Apontamento da participação de Vasco Lourenço

 

  • Criado em .
  • Visualizações: 311
  • Mário Jorge Neves in 'O TORNADO'
  • Portugal

A discussão da LB da Saúde contribui para uma política sem máscaras!

A discussão do actual projecto governamental da Lei de Bases da Saúde está a permitir clarificar os reais posicionamentos político-ideológicos de alguns intervenientes na cena política portuguesa.

Os argumentos que têm utilizado na discussão pública contra esse projecto está a fazer-lhes cair a “burka” com que escondem o seu neoliberalismo arcaico e desumano.

Assim, e para que tudo se possa tornar mais transparente, importa lembrar alguns factos mais distantes e outros mais próximos.

Como disse um dia Shakespeare, “a memória é a sentinela do cérebro”.

Na grande maioria dos casos, aquilo que verdadeiramente move a campanha contra este projecto governamental é o medo de diversos círculos privados deixarem de continuar a parasitar os dinheiros públicos em tão larga escala.

Numa primeira fase, a sua incontinência verbal e a falta de argumentos credíveis levou-os a inventar a cassete de que não importava se a gestão era pública ou privada, dado que o mais importante era garantir o atendimento das pessoas.

Facilmente desmontada tal cassete, a campanha passou a incorporar ameaças veladas de “veto presidencial”.

Nesta base, o argumento foi a necessidade de um consenso alargado ao PSD, porque uma lei desta importância não podia ser aprovada por um só partido para que pudesse dispor logo à partida de uma perspectiva mais duradoura.

Mais uma vez, a campanha atabalhoada dos círculos contra o SNS escamoteiam de forma politicamente desonesta que a actual lei...

Ler mais: A discussão da LB da Saúde contribui para uma política sem máscaras!

  • Criado em .
  • Visualizações: 591

Últimos posts

Itens com Pin
Atividades Recentes
  • Voltaram as Festas do Mar e vale a pena ir ver alguns dos espetáculos.
    A Câmara autopropagandeia-se com elas, claro.
    Na televisão vemos um dos organizadores do evento dizer que as Festas são muito boas para a "vila" (vila é o que a aritocratoburguesia local gosta de chamar a esta terra por estultas razões que estão devidamente caracterizadas) e que não têm nenhuns custos para os munícipes.

    Duvidamos mas ele argumenta que o dinheiro vem das verbas do jogo (Casino) e dos patrocinadores. Claro...
    Voltaram as Festas do Mar e vale a pena ir ver alguns dos espetáculos.
    A Câmara autopropagandeia-se com elas, claro.
    Na televisão vemos um dos organizadores do evento dizer que as Festas são muito boas para a "vila" (vila é o que a aritocratoburguesia local gosta de chamar a esta terra por estultas razões que estão devidamente caracterizadas) e que não têm nenhuns custos para os munícipes.

    Duvidamos mas ele argumenta que o dinheiro vem das verbas do jogo (Casino) e dos patrocinadores. Claro que as verbas do jogo são verbas dos munícipes (não são um 'dinheiro de bolso' para festejos e mais o que alguns queiram) mas, mesmo assim, duvidamos. Seria bom que oposição camarária tentasse (sabemos que é muito difícil conhecer as contas da Câmara) deslindar quanto é que os cascalenses pagam efetivamente por estas Festas.


    Ao ouvir o dito organizador percebia-se que a conversa era de jotinha de carreira (não obrigatoriamente do Carreiras, entenda-se) e fomos ver.

    Bastou googlar para nos aparecer à cabeça que o Dr. Bernardo Barros é um distinto Administrador Executivo da Empresa Municipal "CASCAIS DINÂMICA" (as empresas municipais, em geral, servem para fazer o que a Câmara deixa de fazer porque é mais fácil meter os boys e girls nestas empresas, pagas pelos munícipes, do que na própria Câmara) com um currículo com muitas derivações do seu enlace camarário (do "Americas Cup World Series - Cascais" à "NOVA SBE – Intensive Management Program " passando pelo "Sailors for the Sea Portugal – Presidente" e pela "Escola Superior de Hotelaria do Estoril (ESHTE) – Membro do Conselho Geral").

    Mas o que conta verdadeiramente é que, depois de uns anitos como escuteiro já em 2006 era " Conselheiro Distrital de Lisboa da JSD" e em 2010 passou a "Conselheiro Nacional da JSD"o que, entretanto, lhe permitiu ingressar como " Secretário Político do Vereador na Câmara Municipal de Cascais" até com "representação do Vereador em atos oficiais, visitas diplomáticas e conferências".

    A partir daí foi só subir. Em 2011 já estava na " Comissão Política Distrital de Lisboa do PSD" e logo (2012) passava para "Adjunto do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Cascais" e, simultaneamente, para "Vice-Presidente da Associação de Turismo de Cascais (Associação de direito privado)", seguindo-se, em 2015, o atual lugar de "Administrador Executivo na Cascais Dinâmica" onde organiza as Festas do Mar.

    Nada nos move contra este distintíssimo quadro da esfera camarária cascalense. Provavelmente é uma excelente pessoa e um funcionário exemplar.

    Apenas se lamenta constatar que o poder político/administrativo é cada vez mais feito destas carreiras partidarizadas e clientelares.

    Certamente que há gente competente nos Partidos do velho "Arco da Governação" (os outros ficam de fora obviamente). Mas só há quadros competentes com o cartão destes Partidos ? Não há muita gente competente que não esteja em Partido nenhum ou que opte por outros dos muitos Partidos existentes ?

    É que isto, aqui por Cascais, tresanda.
    Mais
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web updated his profile
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web atualizou a sua capa de perfil
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
  • Administração web atualizou a sua imagem de perfil
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    Publicação sobre moderação
    Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
Aqui ainda não existem atividades
LOGO4 vert01
A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
exceto quando expressamente assinadas por esta.
 

SSL Certificate
SSL Certificate

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha