Novas publicações

  • Entrada
  • Tereza Cruvinel, em Brasília in 'O TORNADO'
  • Mundo

Fascismo escancarado, cantemos a Bella Ciao!

“Ditadores armam o povo até o momento em que conseguem impor sua ditadura. Depois, desarmam, já não precisam mais do povo, já terão controle total sobre o poder armado do Estado. Todos os ditadores da História, especialmente os líderes do nazismo e do fascismo, seguiram este caminho. Bolsonaro escancarou a questão do fascismo”

 

 

O que houve de mais horripilante naquela reunião ministerial tenebrosa do dia 22 foi a explicitação da marcha de Bolsonaro para a fascistização do país. De resto, ela acabou com a esperança de que ele pudesse ser afastado pelo STF, com licença da Câmara, por crime comum. Ninguém agora poderá dizer que desconhecia o plano fascista, apresentado sem meias palavras por Bolsonaro.

– É escancarar a questão do armamento aqui. Eu quero todo mundo armado! Que povo armado jamais será escravizado. E que cada um faça, exerça o teu papel. Se exponha.

E em outros dois trechos:

– O povo tá dentro de casa. Por isso que eu quero, ministro da Justiça e ministro da Defesa, que o povo se arme! Que é a garantia que não vai ter um filho da puta aparecer pra impor uma ditadura aqui!

 

– Eu peço ao Fernando e ao Moro que, por favor, assine essa portaria hoje que eu quero dar um puta de um recado pra esses bosta! Por que que eu tô armando o povo? Porque eu não quero uma ditadura! E não da pra segurar mais! Não é? Não dá pra segurar mais.

Moro, já com a cabeça na bandeja, assinou a portaria no dia seguinte. É aquela que aumenta o limite para compra de munição, para quem tem armas, de 200 unidades por ano para 550 por mês. Em outras palavras, de 200 para 6.600 unidades por ano. E que sabemos nós de como anda a compra de munição país afora? E que sabemos nós sobre como anda este movimento de municiar-se, por parte dos que acreditam na possível guerra civil mencionada na nota dos militares da reserva que se solidarizaram com a nota golpista do general Heleno? Não sabemos nada mas algo sinistro pode estar acontecendo nas sombras.

Ditadores armam o povo até o momento em que conseguem impor sua ditadura. Depois, desarmam, já não precisam mais do povo, já terão controle total sobre o poder armado do Estado. Todos os ditadores da História, especialmente os líderes do nazismo e do fascismo, seguiram este caminho. Bolsonaro escancarou a questão do fascismo.

Quem pode fazer algo contra isso? O STF, que já está na linha de tiro, que já se tornou o alvo claro e brilhante das milícias do ódio e do próprio...

Extrema direita, Brasil

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 182

O ponto de não retorno será repentino

por Michael Hudson
entrevistado por The Saker

Sempre tive por Michael Hudson a maior estima. Não apenas o considero como o meu economista favorito nos EUA, mas também sei que ele é um ser humano generoso. Ele manifestou essa generosidade novamente quando concordou em responder a algumas perguntas muito básicas que um não-economista como eu faria. Estou profundamente grato a Michael por ter tempo para me responder!
The Saker

The Saker: Suponho que, como qualquer outro sistema, a economia e o sistema financeiro dos EUA e, em geral, do Ocidente venham a ser penalizados, mas deve haver um "ponto de não retorno", após o qual todo o sistema se desmorona como um castelo de cartas. Minha primeira pergunta é dupla: a) o que seria esse "ponto de não retorno" e se acha que já (ou em breve) o atingimos? b) Quais seriam os sinais de que esse "ponto de não retorno" foi alcançado (ou está prestes a ser alcançado)?

Michael Hudson: O "ponto de não retorno" chegaria quando a Reserva Federal e o governo deixassem de resgatar (bailing out) os banqueiros e os mercados de acções e títulos e deixassem o preço real dos activos entrar em colapso no "mercado livre", para reflectir a contracção da economia "real". Nessa altura haveria uma liquidação ao desbarato sem a promessa de a Reserva Federal ser o comprador de último recurso.

O problema é que a economia nunca conseguiu recuperar da Depressão de Obama (resultante da sua recusa em cancelar as dívidas das hipotecas-lixo para com as principais instituições financeiras), na medida em que elas mantêm nos registos os encargos das dívidas actuais. Mas o comentário de Sheila Bair ainda se aplica: "É tudo sobre os possuidores de títulos".

Assim, não espero para breve um "ponto de não retorno". Mas quando finalmente ocorrer ele será repentino – tal como em todas as bancarrotas. Isso pode ser desencadeado por um banco ou por um especulador que fez uma má aquisição e é incapaz de pagá-la, tal como aconteceu com a agência da AIG em Londres em 2008.

Dito isto, quem acreditaria que o mercado de acções continuaria a subir enquanto a economia "real" subjacente estava a contrair-se drasticamente? Obviamente, houve uma dissociação entre os dois sectores da economia: o sector financeiro, de seguros e imobiliário (FIRE) e o sector da economia da produção e do consumo.

Penso que a Reserva Federal permitirá que os grandes iniciados dentro do sistema vendam tudo (e até que façam uma fortuna com a venda de acções e títulos a...

Crise 2020

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 378
  • jorge rocha in 'Ventos Semeados'
  • Portugal

Subsídios a quem os não merece?


Não me iludo ao ponto de considerar que constitua sondagem fiável a implícita no universo dos meus 3692 amigos do facebook pela qual facilmente concluiria haver uma percentagem significativa de portugueses incomodados com a ideia de um apoio estatal aos meios de comunicação social. O governo já espalhou umas migalhas por uns quantos jornais, Marcelo atua como lobista desses e doutros candidatos aos reivindicados subsídios, que dizem indispensáveis para garantir a sustentabilidade de quem não tem revelado mérito bastante para evitar o desiderato expectável,

 

Admito que haja quem, fora do universo da referida “sondagem”, considere a esmola necessária em nome de uma imprensa plural e objetiva. O problema é que os candidatos ao óbolo não apresentam credenciais merecedoras de se vir a colher tão desejável resultado. Na edição de hoje do «Público», o prof, J-M. Nobre-Correia publica um artigo de leitura obrigatória sobre o assunto em que explica as razões de recusa desse tipo de apoio à imprensa desportiva e aos jornais regionais. A sua prosa elegante e inteligente deixa implícitas as razões que, de forma mais truculenta, podemos sintetizar no seguinte: a imprensa desportiva não justifica essa mercê pelo muito que tem contribuído para a criação de uma (in)cultura de seita clubística, que, aqui e noutros países, constituem o ninho de víboras onde germinam os ovos do pós-fascismo atual. E sobre os jornais regionais quantos deles escapam à condição de porta-vozes de...

Comunicação

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 323

QUEM VIVE EM CASCAIS PAGA MAIS PELA COVID-19. PORQUÊ?!

cascais covd19
 

 

Não se compreende!

A Câmara de Cascais lidera os gastos com a COVID-19 quando comparada com todos os outros municípios. No fim de Abril já tinham voado do erário público municipal mais de 9 milhões de euros!

Pergunta-se por que motivo os cascalenses são mais duramente onerados com os custos da resposta à pandemia.

Os cascalenses contribuem para o SNS através do Orçamento Geral de Estado e estão disponíveis para contribuir para a mitigação dos efeitos da crise sanitária, mas não às custas do erário público municipal 'esbanjado’ a pretexto da COVID-19.

Nota-se que em Cascais, ao contrário de outros municípios, não existiram medidas de ‘desagravamento’ fiscal das pessoas - como diminuição do IMI; diminuição da tarifa da água, etc. Os milhões de máscaras que nos dizem existir são vendidas (enquanto noutros municípios são oferecidas) – apenas existem iniciativas caritativas.

Pelo contrário, para as empresas existem medidas práticas de apoio, designadamente de manutenção da capacidade de tesouraria. Às famílias também daria jeito!

 

Em Cascais apenas importa o apoio às empresas. Os munícipes que trabalham, que se lixem.
 

 
Ajustes diretos do Município de Cascais sobre a COVID19 constantes do portal BASE:contratos públicos online que se sabe serem apenas uma parte das despesas feitas pela Câmara neste domínio.
 

Objeto do Contrato

Tipo de Procedimento

Preço...

Município de Cascais, Covid-19

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 905

O NEOLIBERALISMO CAVALGA O VÍRUS

 
 
Ficamos avisados: ai dos povos cujos dirigentes resolverem combater o cataclismo económico gerado pelo novo coronavírus recorrendo às bem conhecidas «ajudas» do FMI e das suas extensões troikianas.
 
José Goulão | AbrilAbril | opinião
 
A directora-geral do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva, pronunciou uma sentença em poucas palavras que vale mais que mil imagens: «A Organização Mundial da Saúde [OMS] existe para proteger a saúde das pessoas; o FMI existe para proteger a saúde da economia mundial.»
 
Ficamos avisados: ai dos povos cujos dirigentes resolverem combater o cataclismo económico gerado pelo novo coronavírus recorrendo às bem conhecidas «ajudas» do FMI e das suas extensões troikianas para consumo interno da União Europeia!
 
Quando o Fundo Monetário Internacional fala em «proteger a saúde da economia mundial» sabemos que isso não passa de uma metáfora, porque a directora-geral de turno, que sucedeu a Christine Lagarde, entretanto transferida para a chefia do Banco Central Europeu, está realmente a pensar na acumulação dos lucros das grandes empresas e na dinâmica especulativa do casino financeiro.
 
É o saber de experiência feito, potenciado pela dimensão da hecatombe porque, para os ogres do capitalismo, os tempos de grandes crises são também os das grandes oportunidades. Era precisamente isso que o banqueiro David Rockefeller queria transmitir quando afirmava que «tudo o que precisamos...

FMI, Crise 2020

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 455

Manuel Vieira Pinto (1923-2020): Deus não precisa que o defendam, as pessoas sim

| 2 Mai 20 in 7Mares

 

Vieira Pinto com uma criança ao colo: um gesto como este provocou o primeiro escândalo do bispo à sua chegada a Nampula, em 1967. Foto © Arquivo da revista Além-Mar.

Contestou o regime colonial e isso valeu-lhe a expulsão de Moçambique, para onde tinha ido como bispo católico de Nampula. Voltaria depois da independência, mas nunca deixou sossegado o novo poder, que também acusou de não respeitar os direitos humanos e a o qual pediu para negociar com a oposição armada. Começara por se dedicar a defender a renovação da Igreja, pugnando “por um mundo melhor”. Manuel Vieira Pinto morreu nesta quinta-feira, 30 de Abril.

A história era contada por ele uma vez por outra, a pessoas amigas ou em pequenos grupos, nas poucas vezes que vinha a Portugal: quando aterrou em Nampula, a 24 de Setembro de 1967, depois de cumprimentar autoridades, colonos e meninas (brancas) do colégio religioso da cidade, dirigiu-se aos moçambicanos, colocados do lado de fora: cumprimentou-os um a um e, escândalo dos escândalos, tomou um bebé nos braços e beijou-o.

Esta seria apenas a primeira de muitas indignações que Manuel Vieira Pinto, que chegava como bispo católico da diocese, provocava em Moçambique. O antigo bispo morreu quinta-feira, 30 de Abril, às 20h, na casa do clero do Porto, onde residia há vários anos. Foi a enterrar nesta sexta, 1 de Maio, em Aboim (Amarante), a sua terra natal. Tinha 96 anos.

Aquele 24 de Setembro era domingo, duplo dia de...

Igrejas, Religião

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 431

A necessidade de resolver os graves problemas que tem causado a destruição do SNS

Numa altura em que se pede tanto ao SNS e aos seus profissionais é certamente o momento adequado para analisar, mais uma vez, a forma como estes trabalhadores e também o SNS têm sido tratados ao longo dos últimos anos pelos sucessivos governos, como os seus principais problemas têm sido ignorados ou mesmo desprezados. Corre-se o risco, como muitas vezes sucede, que os heróis de hoje sejam amanhã esquecidos ou mesmo ignorados. Mas isso será tanto mais difícil quanto mais se consolide na opinião pública aquilo que hoje ninguém será capaz de negar: que sem um SNS reforçado, com os seus profissionais justamente valorizados, não pode concretizar-se o direito de todos à saúde.
 
 
 

Numa altura em que se pede tanto ao SNS e aos seus profissionais é certamente o momento adequado para analisar, mais uma vez, a forma como estes trabalhadores e também o SNS têm sido tratados ao longo dos últimos anos pelos sucessivos governos, como os seus principais problemas têm sido ignorados ou mesmo desprezados. E isto até para que se olhe, num momento em que todos os portugueses lhe devem tanto, para a importância que têm para o país, e que se resolvam os principais problemas na área da saúde que têm sido continuamente adiados ao longo dos anos o que tem causado a degradação do SNS e a insatisfação profunda dos seus profissionais, e contribuído para a explosão do negócio privado da saúde em Portugal. Seria certamente a melhor e maior homenagem e reconhecimento que se...

Saúde, Política de saúde

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 430

COVID-19: Os autarcas, a “Lei da rolha” e a municipalização da saúde

É notícia que alguns Presidentes de Câmara se indignaram com uma alegada imposição de “lei da rolha” quanto aos casos de COVID-19. Estas declarações inflamatórias nas quais são utilizadas expressões como “lápis azul” e “amordaçar autarcas” são sustentadas por uma disputa territorial entre a Autoridade Municipal de Proteção Civil e a Autoridade de Saúde.

 

Ou, por outras palavras, alguns autarcas pretendem substituir-se à administração central para tomar pretensas medidas de saúde pública (necessariamente) avulsas e de cariz apenas local.

Poder-se-ia estranhar a preocupação deste sector, que há pouco tempo dizia que a “descentralização” de competências na área da saúde envolvia “muitas tarefinhas e pouco dinheiro” (JN 07.01.20), não fora a flexibilização das regras do Orçamento Geral de Estado para as autarquias, nomeadamente na exclusão de responsabilidade financeira nos limites ao endividamento (ANMP, CIR 18/2020/PB de 07.04.2020).

Importa clarificar que:

  1. A medida do Ministério da Saúde não é uma “Lei da Rolha” visto não haver qualquer procedimento censório de informação. Trata-se apenas de centralização de dados como a responsabilidade de saúde pública impõe.
  2. Pretende o Ministério da Saúde que os delegados de saúde concentrem a informação na Direção Geral de Saúde (DGS) que fará a sua divulgação diária entre as 12.00 e as 13.00, como habitualmente, para que seja conveniente e publicamente disponibilizada pelos canais oficiais, incluindo os...

Saúde, Municipalização, Covid-19

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 464

Escandalo 'Covid-19'. Grandes grupos privados querem fazer negócio com a doença a custas do Estado.

Covid19 privados
 
 (confirmar no vídeo em baixo)
 
O escândalo é simples ...e lucrativo. O tempo de pandemia é bom para fazer o Estado (os contribuintes) desembolsar boas maquias para os grandes grupos da doença.
Este negócio é assim:
1) Os Hospitais dos quatro grandes grupos (Lusíadas/United Health,Luz/Fosun, CUF/Mello e Trofa) estão com quebras nas receitas.
2) Para compensar querem que o ESTADO LHES PAGUE todo o tratamento de qualquer doente com Convid-19 que entre nos seus hospitais PRIVADOS por sua própria opção pessoal ou das respetivas empresas seguradoras.
3) O Estado pretendia acordar com esses grupos que em caso de necessidade o SNS pudesse encaminhar alguns doentes para tais hospitais privados e, NESSE CASO (SÓ DOS DOENTES ENCAMINHADOS PELO SNS) pagaria os tratamentos. Esse é o acordo que foi alicerçado com os grupos privados.
4) Mas agora os grupos privados querem mais. Querem que os doentes com Covid-19 acorram 'livremente' (e muitos) para as suas instalações (mais valorizadas pela sua 'hotelaria' de luxo do que pelos cuidados clínicos) e que seja o Estado a pagar-lhes tudo. Fica o SNS sem verbas mas aumentam os lucros dos grande grupos privados. Rico negócio...
Não se trata de qualquer 'tensão' ou 'guerra' entre público e privado. Trata-se apenas de decência e de salvaguardar que o SNS possa continuar a responder às necessidades da população face à crise pandémica que o país enfrenta.
Os grandes grupos privados e os demais setores particulares da saúde...

Saúde, Privatização, Covid-19

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 22715

"A TV mente": SIC quer os mais velhos obrigariamente enclausurados.

Idosos01
 
 
 
 
 
Com os truques de manipulação em que as televisões se tornaram peritas a SIC vai procurando endoutrinar os telespectadores com a ideia de que os mais velhos estão agora legalmente obrigados a ficarem fechados em casa. É mentira e eles sabem-no mas como, para muitos, o que é dito na TV faz lei a SIC insiste nessa ambição tão querida de muitos setores da direita.
O 'episódio' montado pela SIC durante o Dia do Trabalhador tem servido a preceito para tais intentos. Poder-se-á pensar que se trata "apenas" de mais uma peça do habitual anticomunismo sempre tão rentável em qualquer populismo mas, de facto, é pior do que isso. 
Oiça-se com atenção a peça:
 
 
Numa "notícia"relativa às comemoração do Dia Internacional dos Trabalhadores a SIC enxertou um 'escândalo': Jerónimo de Sousa tem 73 anos (e anda na rua!). O locutor di-lo e a repórter repete-o enfaticamente para logo de seguida se ouvir Jerónimo de Sousa dizer "você perguntou como se a idade fosse um critério absoluto. Não é.»
A montagem das imagens e do som foi muito cuidadosa. Nunca se sabe qual foi a pergunta da repórter porque essa foi apagada em todos os noticiários e apenas quem viu o direto se poderá lembrar da sequência completa. Seria mais honesto ter mantido a forma arrogante, quase mal educada, como a jornalista perguntou ao secretário-geral do PCP porque é que ele ali estava e não em casa pois ele já tem mais de 70 anos.
O início da...

Covid-19, Seniores

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 2209
  • Álvaro F. in 'Manifesto 74'
  • Mundo

75 anos da vitória sobre o nazi-fascismo. Obrigado!

75 anos
A 2 de Maio de 1945, culminando o imparável avanço do Exército Vermelho, a bandeira da União Soviética foi hasteada no Reichstag em Berlim e poucos dias depois a Alemanha nazi assinava a sua capitulação incondicional. O dia 9 de Maio de 1945, passou a ser conhecido como o «Dia da Vitória», porque simboliza a vitória sobre o nazi-fascismo e o seu sinistro projecto de exploração e opressão dos povos.
 
 

»A Guerra Sagrada«

"Levanta-te enorme país
Levanta-te para uma luta até à morte
Contra a sombria força fascista
Contra essas hordas malditas!

Que a nossa nobre ira
os arraste como uma onda
Isto é a guerra do povo
uma guerra sagrada!

Temos de derrotar o inimigo
e todas as suas ideias
os violadores e os saqueadores
e os torturadores também!

Que a nossa nobre ira
os arraste como uma onda
Isto é a guerra do povo
uma guerra sagrada!

As asas negras não ousarão
sobrevoar a nossa Pátria
e sobre os nossos vastos campos
o inimigo não ousará pisar!

Que a nossa nobre ira
os arraste como uma onda
Isto é a guerra do povo
uma guerra sagrada!

Aos vermes fascistas
vamos colocar uma bala na cabeça
A essa escoria da humanidade
vamos colocá-la num caixão forte!

Que a nossa nobre ira
os arraste como uma onda
Isto é a guerra do povo
uma guerra sagrada!"

Ver original em 'Manifesto 74' na seguinte ligação:

http://manifesto74.blogspot.com/2020/05/75-anos-da-vitoria-sobre-o-nazi.html

Guerra e Paz, Memória

  • Criado em .
  • Visualizações: 259

Depois da pandemia, uma só solução: a Europa Social

 
Mário Jorge Neves
 
Se durante séculos, tem existido uma cultura da “má-língua” e de que o que fazemos não presta e o que é lá de fora é que é bom, é tempo de acabarmos com isto porque o nosso país detém em muitas áreas posições que só nos devem orgulhar.
 

A chamada construção europeia tem sido um chavão que tem dado para tudo, menos para o que devia.

Os antecedentes directos da actual União Europeia (UE) assentaram em objectivos meramente políticos e económicos: a criação da CECA (Comunidade Económica do Carvão e do Aço) em 1951 pela então República Federal Alemã e a França, e a CEE (Comunidade Económica Europeia) em 1957 através do Tratado de Roma.

A CEE apareceu com o objectivo de se tornar numa plataforma de reforço das sociedades de mercado e simultaneamente num bloco político-ideológico de barreira ao bloco de Leste, num ambiente agudizado de clima de guerra fria.

Entretanto, no pós II Guerra, com a necessidade imperiosa de proceder à reconstrução e recuperação económica de diversos países devastados pela guerra em vidas humanas e em estruturas produtivas, os Estados adquiriram o papel decisivo e foram surgindo as bases do chamado “Estado de Bem-Estar Social” para o qual foram convergindo diversos quadrantes políticos e partidários desde partidos democratas cristãos a partidos comunistas.

Mas antes dos referidos antecedentes directos, o Conde Coudenhove Kalergi, aristocrata austríaco e filho do embaixador do...

União Europeia, Dossiê: União Europeia em reflexão, Covid-19

Continuar a ler

  • Criado em .
  • Visualizações: 515

Publicações mais recentes

Filtrar por categoria
08, julho 2020

Governo vai lançar nova linha de crédito de mil milhões de euros para micro e pequenas empresas

em Portugal

por ZAP in ZAP

Tiago Petinga / Lusa   O ministro da Economia anunciou esta terça-feira a abertura, “na semana de dia 20”, de uma nova linha de crédito de mil milhões de euros dirigida a micro e pequenas…
08, julho 2020

Afinal, Medina não quer acabar com a “galinha dos ovos de ouro” de Lisboa

em Portugal

por ZAP in ZAP

Miguel A. Lopes / Lusa   O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, não pretende, afinal, acabar com o AirBnB na capital. A ideia surgiu no título de um artigo do jornal inglês The…

BRUTAL…

em Mundo

1 acessos

08, julho 2020

BRUTAL…

em Mundo

por Abril de Novo Magazine

Número de casos de covid-19 na Venezuela aumenta de forma brutal em 10 dias Agência Lusa 24 mai 2020     HOJE 7 de JULHO 2020   Brasil Confirmados 1 626 071 Mais 20 229     Recuperados    …
08, julho 2020

Movimento “pró-democracia” de Hong Kong faz aliança com políticos da extrema-direita dos EUA que buscam esmagar o Black Lives Matter

em Mundo

por Ana Flávia da Cruz

Uma figura proeminente “pró-democracia” de Hong Kong, Jimmy Lai, vem condenando protestos de âmbito nacional nos Estados Unidos contra a brutalidade policial e o racismo sistêmico, cujo gatilho foi o assassinato de um homem afro-americano,…
07, julho 2020

Crise económica ignorada pelo Governo

em Portugal

por Eugénio Rosa in 'O TORNADO'

7 Julho, 2020 Eugénio Rosa   Estudo Uma crise económica, com consequências sociais, que o Governo ainda não compreendeu ou que tenta disfarçar, mas que pode ter efeitos ainda mais devastadores face ao comportamento Governamental:…
07, julho 2020

“Temos que puxar pelo Algarve”, diz Marcelo Rebelo de Sousa

em Portugal

por Guilherme Rego

(Comentário: A hiperdependência perante o negócio do turismo revela uma economia doente. eum país sem estratégia de desenvolvimento independente)   07/07/2020   O presidente da República quis ouvir autarcas e setor turístico do Algarve sobre…
07, julho 2020

Novo coronavírus já existia no mundo inteiro antes de surgir na China, diz especialista da Universidade de Oxford

em Mundo

por XINHUA Português

Londres, 7 jul (Xinhua) -- O novo coronavírus já existia em todo o mundo e eclodiu quando e onde as condições favoreceram, e não se originou na China, afirmou o Dr. Tom Jefferson, professor associado…
07, julho 2020

Casos de COVID-19 ultrapassam 2,9 milhões nos EUA, diz Universidade Johns Hopkins

em Mundo

por XINHUA Português

Nova York, 6 jul (Xinhua) -- O número de casos da COVID-19 nos Estados Unidos superou nesta segunda-feira 2,9 milhões, para chegar a 2.910.023 até às 14h34 (1834 GMT), indicou o Centro de Ciência e…
07, julho 2020

Em carta a Zuckerberg, PT denuncia bloqueio de contas do partido no Whatsapp

em Mundo

por Brasil24/7

  247 – A deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente nacional do partido, denunciou nesta segunda-feira, 6 de julho, o bloqueio do canal de transmissão mantido pela legenda junto ao WhatsApp, empresa pertencente ao Facebook, para…
07, julho 2020

Polémica com os artigos de opinião da Universidade Nova: diretor diz que o assunto foi discutido ...

em Portugal

por Notícias Google

06.07.2020 Isabel Leiria  in Expresso Publicação de artigos de opinião de professores da Nova SBE com determinadas posições contrárias à matriz mais liberal suscitaram discussão entre catedráticos da escola. Daniel Traça, diretor da escola, diz…
07, julho 2020

China pede que EUA parem com manobras políticas sobre COVID-19

em Mundo

por XINHUA Português

  Beijing, 7 jul (Xinhua) -- Refutando as críticas difamatórias dos políticos norte-americanos, a China exigiu nesta segunda-feira que os Estados Unidos respeitem os fatos e parem com as manobras políticas em relação à COVID-19.…
07, julho 2020

Brasil registra mais de 65 mil mortes por COVID-19

em Mundo

por XINHUA Português

Rio de Janeiro, 6 jul (Xinhua) -- O Brasil confirmou mais 620 óbitos causados pela COVID-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de mortes pela doença para 65.487, segundo o balanço divulgado nesta segunda-feira…
07, julho 2020

Há tiros na água que fazem muito barulho

em Mundo

por Ricardo Oliveira Duarte

Ricardo Oliveira Duarte - 07/07/2020   No dia em que apresentou a demissão, na comunicação que fez ao país, Sérgio Moro acusou o Presidente Jair Bolsonaro de interferência na Polícia Federal (PF). Alguns dias mais…
07, julho 2020

Ladrões de carros capturados nas falésias são suspeitos de assaltos que renderam mais de 13 mil euros

em Cascais

por CASCAIS24

SEGURANÇA Por Valdemar Pinheiro 07 julho 2020 Os dois jovens, detidos esta sexta-feira, no final de uma perseguição alucinante, que terminou nas falésias da Guia, com um cerco por terra e mar, que mobilizou GNR,…
07, julho 2020

PSP apanha assaltante de moradia escondido debaixo de cama

em Cascais

por CASCAIS24

SEGURANÇA Por Redação 07 julho 2020 Um jovem, 24 anos, foi detido este domingo, à noite, por agentes da PSP da 51ª Esquadra (Estoril), escondido debaixo de uma cama, no quarto da moradia que estava…
07, julho 2020

Jair Bolsonaro diz que está com sintomas de Covid-19

em Mundo

por Filipe Sousa

Filipe Sousa - 06/07/2020     A CNN Brasil noticiou que foi o próprio presidente brasileiro que confirmou a informação e que está a tomar hidroxicloroquina. Jair Bolsonaro cancelou a agenda presidencial para o resto…
07, julho 2020

Impedir a reprivatização da Efacec

em Portugal

por AbrilAbril

A indústria transformadora continua a ser o esteio das economias mais desenvolvidas, seja a nível europeu ou mundial, como atesta a realidade económica dos últimos 150 anos. Créditos / NTech News A constatação levou o…
07, julho 2020

Mensagem aos leitores de Hong Kong

em Mundo

por resistir.info

– Como vendemos a União Soviética e a Checoslováquia por sacos de plástico por Andre Vltchek Esta foi uma história que, durante meses, quis partilhar com os jovens leitores de Hong Kong. Parece-me ser agora…
07, julho 2020

MISTÉRIO. Mulher desaparecida há mais uma semana depois de receber herança

em Cascais

por CASCAIS24

Por Valdemar Pinheiro 06 julho 2020 Uma mulher, na casa dos 60 anos, alegadamente "bafejada" por uma herança familiar, está dada como desaparecida em Cascais desde há oito dias, em circunstâncias que as autoridades estão…
07, julho 2020

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

em Mundo

por ZAP in ZAP

Massimo Percossi / EPA   O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de…
07, julho 2020

Na morte de Custódia Chibante

em Portugal

por Abril de Novo Magazine

Maria Custódia Chibante, resistente antifascista do Couço e ex-presa política, morreu quinta-feira, dia 2 de Julho. Natural do Couço, concelho de Coruche, era filha de uma camponesa e um pedreiro, não conseguindo cumprir o seu…
07, julho 2020

Sem política nacional de enfrentamento, Brasil chega a 65.487 óbitos pela Covid

em Mundo

por Brasil24/7

  Reuters - O Brasil registrou nesta segunda-feira mais 620 óbitos em decorrência da Covid-19, atingindo um total de 65.487 mortes relacionadas à doença respiratória provocada pelo novo coronavírus, informou o Ministério da Saúde. O…
07, julho 2020

EUA: instabilidade política e o retorno da Guerra Fria

em Mundo

por Leonardo Igor

  Desde o início de seu governo, Donald Trump tem sido caracterizado por uma série de elementos de instabilidade e ingovernabilidade: não apenas o impeachment, mas as mudanças permanentes em seu gabinete, sua disputa com…
07, julho 2020

Com quase 700 mil casos de Covid-19, Índia é o 3º país mais afetado do mundo

em Mundo

por Brasil24/7

  Reuters - A Índia ultrapassou a Rússia ao atingir o número de 700 mil casos do novo coronavírus, o terceiro maior do mundo, de acordo com os dados mais recentes, e o surto não…

Últimos posts (Cascais)

Itens com Pin
    Atividades Recentes
    Aqui ainda não existem atividades

    Últimos posts (País e Mundo)

    Itens com Pin
      Atividades Recentes
      • LEGALIZAÇÃO DAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO

        Um debate que provavelmente vai ganhar dimensão.
        Legalização da prostituição - petição apresentada na A.R
        Gravação da reunião na Assembleia da República
        0
        0
        0
        0
        0
        0
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      • Homicidal Cops Caught On Police Radio
        #TheJimmyDoreShow
        Homicidal Cops Caught On Police Radio
        42 219 visualizações
        •05/06/2020
        0
        0
        0
        0
        0
        0
        Publicação sobre moderação
        Item de fluxo publicado com sucesso. Item passa a ser visível no seu fluxo.
      Aqui ainda não existem atividades
      LOGO4 vert01
      A Plataforma Cascais - movimento cívico é um grupo aberto de cidadãos, autónomo de quaisquer interesses económicos, religiosos ou partidários.
      Todas as publicações deste site refletem apenas as opiniões dos seus autores e não responsabilizam a PC-mc
      exceto quando expressamente assinadas por esta.
       

      SSL Certificate
      SSL Certificate