• Início
  • Artigos
  • Portugal
  • Portugal | PSD pondera recuo na votação final do tempo de serviço dos professores

STAL vai impugnar «roubo do direito à progressão»

O STAL voltou a condenar esta quarta-feira a intenção do Governo de eliminar os dez pontos de avaliação ganhos pelos trabalhadores e afirma que vai impugnar todos os actos administrativos nesse sentido.

Trabalhadores da Administração Local têm manifestação nacional a 10 de MaioCréditos / STAL

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL/CGTP-IN) afirma num comunicado que «o Governo PS insiste em impor um entendimento do diploma que aponta para a supressão da pontuação obtida em sede de avaliação», acusando-o de «teimar em não cumprir a lei» e de violar «o direito à progressão».

Em causa está o decreto-lei do Executivo que prevê a definição da nova base salarial da Administração Pública no 4.º nível da Tabela Remuneratória Única (TRU), que é de 635,07 euros. Uma medida que foi tomada à revelia dos trabalhadores e que tem sido fortemente contestada, como na greve de 15 de Fevereiro.

No documento, o STAL denuncia que o Governo está a violar as regras de progressão fixadas no artigo 156.º da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (LTFP), que determina a progressão obrigatória dos trabalhadores detentores de dez pontos, bem como de «impor arrogantemente o seu entendimento às autarquias».

Face à intransigência, o STAL afirma que «qualquer forma de supressão do direito legal à progressão», decorrente dessa interpretação, trata-se de um «roubo». Nesse sentido, sublinha que vai «impugnar judicialmente todos os actos administrativos que, de alguma forma, pervertam o direito à progressão dos trabalhadores, nossos associados, que solicitem o nosso apoio».

O sindicato refere também que a posição do Governo é «manifestamente incoerente e contraditória com o enunciado no antepenúltimo parágrafo do preâmbulo do mesmo Decreto-lei 29/2019, onde se afirma que a fixação da remuneração em causa não conflituaria com a aplicação das regras gerais de progressão».

Trabalhadores mais velhos empurrados para o início da carreira

Por outro lado, o STAL volta a denunciar que o actual Executivo do PS «teima em não cumprir a lei ao recusar rever a TRU», que, apesar de ter a sua revisão prevista na lei, esta mantém-se desactualizada há vários anos, tendo os três primeiros níveis já sido absorvidos pela subida do salário mínimo nacional.

A situação está a criar descontentamento entre os trabalhadores, sobretudo entre os mais velhos, que, apesar de terem mais de 20 anos de serviço, vêem que aqueles em início de carreira estão a ganhar o mesmo, além dos trabalhadores mais qualificados que vêm a diferença salarial entre posições a encurtar.

Nesse sentido, o STAL exige respeito pelo tempo de serviço prestado por todos os trabalhadores, que «ficam agora colocados, "novamente", na base da carreira», e a revisão da TRU nos termos da lei, prometendo ainda combater «qualquer tentativa de impedir a progressão obrigatória roubando dez pontos acumulados».

Ver original em "AbrilAbril" na seguinte ligação:

https://www.abrilabril.pt/trabalho/stal-vai-impugnar-roubo-do-direito-progressao

Artigos relacionados

Lucas, Abril imigrou com ele
Lucas, Abril imigrou com ele Há histórias que contadas no Primeiro de Maio, ninguém acredita que há uma semana foi 25 de Abril: um patrão faz um ... 93 views Wed, 01 May 2019, 22:54:21
As novas classes e a nova luta
As novas classes e a nova luta (Pedro Marques Lopes, in Diário de Notícias, 20/04/2019) Pedro Marques Lopes Não é preciso um grande esforço de ... 78 views Sat, 20 Apr 2019, 23:56:24
Trabalhadores do CCB em greve nos Dias da Música
Trabalhadores do CCB em greve nos Dias da Música Os trabalhadores do Centro Cultural de Belém (CCB) têm greve marcada para 27 e 28 de Abril, face à falta de vontade da... 41 views Mon, 08 Apr 2019, 23:14:18
‘O trabalho está matando as pessoas e ninguém se importa’, diz profess...
‘O trabalho está matando as pessoas e ninguém se importa’, diz profess... Ambientes tóxicos de trabalho são tão perigosos para a saúde quanto o fumo passivo, argumenta Jeffrey Pfeffer, ... 103 views Fri, 29 Mar 2019, 14:35:33
Mudar de perguntas
Mudar de perguntas Manuel Carvalho da Silva | Jornal de Notícias | opinião A discussão acerca das consequências para o emprego ... 72 views Tue, 26 Mar 2019, 15:40:49
Jovens trabalhadores manifestam-se quinta-feira contra a precariedade
Jovens trabalhadores manifestam-se quinta-feira contra a precariedade Sob o lema «Não somos descartáveis», trabalhadores de todo o País são esperados esta quinta-feira, em Lisboa, para a m... 47 views Wed, 27 Mar 2019, 19:45:28

Trabalho

  • Criado em .
  • Visualizações: 48
Participe na Rede

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha