• Início
  • Artigos
  • Portugal
  • Luta pela urgência de mais funcionários na Escola BS Oliveira Júnior

Greve dos trabalhadores de arqueologia da DGPC com adesão de 70%

Os trabalhadores de arqueologia da Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) estão em greve esta terça-feira em protesto contra a «situação de ruptura ao nível dos recursos humanos» na instituição.

Piquete de greve dos trabalhadores de Arqueologia da DGPC, 23 de Abril de 2019CréditosTIAGO PETINGA / LUSA

Durante a manhã, dezenas de trabalhadores participaram no piquete de greve junto às futuras instalações do Centro Nacional de Arqueologia Náutica e Subaquática (CNANS), em Lisboa, que coincidiu com a apresentação do mecanismo financeiro EEA Grants para a Cultura, onde participou a ministra da Cultura, Graça Fonseca.

A greve em curso foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Arqueologia (STARQ/CGTP-IN), que avançou com uma adesão de 70% ao protesto, com vista a exigir a contratação imediata de mais pessoal para preencher os 49 lugares em falta e que têm levado a uma «situação de ruptura no sector da arqueologia» da DGPC.

Em comunicado, o STARQ afirma que a instituição e o Ministério da Cultura têm demonstrado «indiferença» perante a «grave situação» que é o problema do défice de recursos humanos na DGPC, sobretudo após terem só proposto nas negociações a criação de quatro postos de trabalho para a arqueologia até ao final de 2019.

«Não há capacidade de resposta, mas não queremos fazer mais horas extraordinárias, queremos um reforço dos recursos humanos», afirmou à agência Lusa o presidente do STARQ, Regis Barbosa.

O sindicato frisa que existe uma clara «desproporção entre o volume de trabalho e o número de trabalhadores que o asseguram, situação que impossibilita quer a qualidade do trabalho, quer o cumprimento de prazos», e que provoca uma sobrecarga diária que leva «à necessidade sistemática de efectuar trabalho fora do horário de trabalho, sem qualquer remuneração extraordinária».

«Os trabalhadores estão exaustos, pois há diversos anos que suportam o aumento do volume de trabalho, por militantismo e amor à Arqueologia», sublinha o STARQ, o qual frisa ainda que os trabalhadores se «recusam a continuar a assegurar o serviço à custa do seu trabalho escravo».

Com agência Lusa

 

Ver original em "AbrilAbril" na seguinte ligação:

https://www.abrilabril.pt/trabalho/greve-dos-trabalhadores-de-arqueologia-da-dgpc-com-adesao-de-70

Artigos relacionados

Trabalhadores da Sonae denunciam condições «miseráveis»
Trabalhadores da Sonae denunciam condições «miseráveis» Em Lisboa, Porto e Coimbra, os trabalhadores de hipermercados e armazéns Continente realizaram acções de denúncia este... 83 views Sun, 23 Jun 2019, 22:14:29
Câmara de Almada responde a greve com «práticas inaceitáveis»
Câmara de Almada responde a greve com «práticas inaceitáveis» Os trabalhadores da limpeza da Câmara Municipal de Almada acusam o Executivo PS/PSD de estar a usar «mecanismos ilegai... 62 views Wed, 12 Jun 2019, 17:11:21
Sete manipulações para uma ameaça
Sete manipulações para uma ameaça (Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 06/05/2019) Daniel Oliveira Os golpes e os contragolpes eleitorais estão ... 78 views Tue, 07 May 2019, 10:27:37
Sapadores contestaram alterações ao estatuto em frente ao Parlamento
Sapadores contestaram alterações ao estatuto em frente ao Parlamento Mais de uma centena de bombeiros sapadores de Lisboa estiveram concentrados esta segunda-feira, em protesto contra a p... 48 views Tue, 07 May 2019, 10:47:26
Um grandioso 1º de Maio - Resolução
Um grandioso 1º de Maio - Resolução A Alameda acolheu, esta tarde, muitos milhares de trabalhadores que participaram na comemoração do Dia Internacional... 49 views Wed, 01 May 2019, 23:12:32
Greve nos hiper e supermecados foi das «maiores dos últimos anos»
Greve nos hiper e supermecados foi das «maiores dos últimos anos» No 1.º de Maio, os trabalhadores da grande distribuição estiveram em greve, a qual teve a «maior adesão dos últimos an... 81 views Fri, 03 May 2019, 14:19:41

Trabalho

  • Criado em .
  • Visualizações: 54
Participe na Rede

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha