• jorge rocha in 'Ventos Semeados'
  • Portugal

Cães e caravanas, festinhas e festões, com desertos à mistura

Como aqui defendi, desde que se começou a conhecer a notícia, a arruaça desta manhã não passou disso mesmo. Por muito que desejássemos, que a maioria dos nossos concidadãos mostrassem um mínimo de inteligência, temos sempre de contar com uns quantos idiotas, sempre dispostos a demonstrar-nos os limites da mente humana. É que, quem se deu à pachorra - e foi preciso muita! - para ver as reportagens televisivas do sucedido constatou em cada um dos entrevistados uma indigência mental confrangedora.
Falhou rotundamente - e o uso da palavra faz todo o sentido dada a localização de muitos dos pífios protestos! - a campanha das televisões para que eles tivessem alguma expressão. Pela amostragem compreendeu-se que, de norte a sul, não são mais do que umas centenas os que gostariam de ver o país regredir meio século para formatar a realidade de acordo com  as características de uma ditadura. Como de costume os entusiásticos apoios nas redes sociais esfumam-se, quando é hora de dar o corpo ao manifesto. Não será difícil adivinhar o tom de despeito que, nos próximos dias, revelarão, nas redes sociais, os que julgavam alavancar-se para destinos, que afinal não serão os seus. O «povo português», que eles diziam representar, e em cujo levantamento apostavam, bem pode segurar-se às orelhas, porque vai ouvir das boas pela sua suposta cobardia. Mas, numa altura em que o próprio Rui Rio decidiu competir com Jerónimo de Sousa no recurso à sabedoria popular, faz todo o sentido considerar que os cães ladraram e a caravana passou...
Apenas se pode ver um aspeto positivo na arruaça: serviu de simulacro para testar a capacidade policial de conter ameaças de perturbação à ordem pública. E, como não há festinha nem festão para que não se esqueça de se fazer convidada a Dona Assunção, lá a tivemos a colar-se, sem pinga de vergonha, às tolas premissas dos que sabia serem maioritariamente seus eleitores.
Para os que hoje despiram o colete, meio agónicos com tão súbita azia, resta-nos adotar branduras natalícias e desejar-lhes que as fatias douradas e as azevias lhes aliviem a amargura de se saberem vozes dispersas a clamarem no deserto da sua irrelevância.

Veja o original em 'Ventos Semeados':

https://ventossemeados.blogspot.com/2018/12/caes-e-caravanas-festinhas-e-festoes.html

Tags:

Artigos relacionados

O problema da direita face ao PS: Tweedledee e Tweedledum
O problema da direita face ao PS: Tweedledee e Tweedledum (José Pacheco Pereira, in Público, 22/06/2019) Pacheco Pereira (Excelente metáfora e excelente texto do Pacheco ... 82 views Sat, 22 Jun 2019, 20:58:39
CDS-PP não arreda pé da ideia de esvaziar o SNS
CDS-PP não arreda pé da ideia de esvaziar o SNS Os centristas defendem o alargamento gradual da ADSE a todos os trabalhadores e que os seguros de saúde beneficiem do ... 11 views Sat, 22 Jun 2019, 21:59:26
O 11 de junho, o PR e o Dr. João Miguel Tavares no 10 de Junho
O 11 de junho, o PR e o Dr. João Miguel Tavares no 10 de Junho Arredado dos noticiários televisivos, por razões de higiene, li depois os discursos do PR e do seu alter ego, nomead... 55 views Thu, 13 Jun 2019, 13:40:32
A promoção da mediocridade
A promoção da mediocridade «Os medíocres quando em rebanho são perigosos» José Ingenieros Embora carregado de combustível, o facho está apagad... 106 views Tue, 11 Jun 2019, 18:44:37
As crises existenciais do centro-direita
As crises existenciais do centro-direita (Anselmo Crespo, in Diário de Notícias, 06/06/2019) Anselmo Crespo A crise do centro direita não é nem um mito n... 55 views Tue, 11 Jun 2019, 18:57:18
O Portugal da Mini – um discurso salazarista em Portalegre
O Portugal da Mini – um discurso salazarista em Portalegre Tinha curiosidade no discurso de João Miguel Tavares, presidente das comemorações do 10 de Junho de 2019. Tinha vo... 107 views Tue, 11 Jun 2019, 18:55:30

Direita

  • Criado em .
  • Visualizações: 11
Participe na Rede

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha