• Início
  • Artigos
  • Cascais
  • Boeing 767 assusta Cascais pela baixa altitude

Andou a fazer pagamentos com notas falsas durante dois anos

Segurança

Por Redação
15 maio 2019
O Departamento de Investigação de Ação Penal (DIAP) de Cascais está a investigar um homem, 26 anos, que andou a pagar com notas falsas, quase perfeitas, durante quase dois anos bens que adquiria.

Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, o suspeito foi entretanto detido pela Polícia Judiciária (PJ) e uma vez submetido a primeiro interrogatório judicial, viu o juiz de Instrução Criminal de Cascais aplicar-lhe como medida de coação a obrigação de permanência na habitação, com vigilância eletrónica.

No entanto, o arguido aguarda em prisão preventiva a efetivação daquela medida.

Na base da decisão do juiz de Instrução Criminal de Cascais estiveram os pressupostos de perigo de continuação da atividade criminosa e de perturbação do inquérito.
O homem é suspeito da prática de, pelo menos, 7 crimes de passagem de moeda falsa, um crime de falsificação de documento agravado e um crime de condução sem habilitação legal.
 
No essencial, segundo o Ministério Público, ficou fortemente indiciado que o arguido de julho de 2017 em diante, por diversas vezes, entregou notas falsas a terceiros, para pagamento de bens que adquiria, fazendo-as passar por verdadeiras, causando-lhes prejuízo patrimonial.

Não obstante o arguido não ser titular de documento legal que o habilitasse a conduzir, tinha na sua posse uma carta de condução com o seu nome e fazia-se deslocar habitualmente ao volante de um veículo automóvel. 

A investigação, que não está em segredo de justiça, prossegue sob a direção do Ministério Público do DIAP de Cascais em coadjuvação com a Polícia Judiciária (PJ).

Ver o original em "CASCAIS24" na seguinte ligação::

http://www.cascais24.pt/p/blog-page_169.html

  • Criado em .
  • Visualizações: 31
Participe na Rede

Para estar informado(a)

Registo para receber a informação da Plataforma Cascais

captcha